Take a fresh look at your lifestyle.

Vitamina para Queda de Cabelo Feminino: Conheça as Melhores!

Apesar de ser um problema bastante comum, queda de cabelo é assustador e ninguém gosta de passar por isso, principalmente as mulheres. Normalmente, essa perda é um processo normal de envelhecimento biológico, mas as quedas também podem ser causadas ou aceleradas por muitos fatores diferentes. Ao descartar as doenças e desequilíbrios hormonais relacionados, a falta de vitaminas e sais minerais essenciais para a saúde do couro cabeludo é determinante para a causa do problema. Por isso, a vitamina para queda de cabelo feminino tem sido apontada como uma das principais alternativas para prevenção e tratamento do problema.

Sendo assim, as principais vitaminas para prevenir a queda de cabelo incluem a vitamina C, E, Biotina (vitaminas do complexo B) e D, além de uma alimentação saudável rica em proteínas, potássio, ferro, zinco e cromo, que ajudam a manter a saúde geral do organismo, assim como dos cabelos.

Neste artigo, vamos explicar as causas da queda de cabelo e o papel que cada uma dessas substâncias exerce no nosso organismo, assim como dar dicas de como suplementar a nossa dieta com vitamina para queda de cabelo feminino e de como prevenir o problema.

Queda de cabelo X Calvície

vitamina para queda de cabelo: calvície
Queda de cabelo é diferente de calvície.

A queda de cabelos é um problema bastante comum que atinge milhões de homens e mulheres em todo o mundo. No entanto, é fundamental saber distinguir entre queda de cabelo e calvície.

Perder cabelo é um processo normal de envelhecimento, que leva a queda de cerca de 50 a 100 fios de cabelo diariamente, uma quantidade muito pequena se comparada aos mais de 100 mil fios sobre o couro cabeludo.

Isso porque, conforme vamos envelhecendo, os fios de cabelo vão ficando cada vez mais finos e ralos. Além disso, fatores externos como poluição e exposição solar, entre outros, acabam contribuindo para os danos aos fios, enfraquecendo-os.

No caso das mulheres, a quantidade de processos químicos que submetemos os cabelos ao longo da vida também contribuem para o aceleramento das quedas. No entanto, muitas pessoas podem apresentar uma perda de cabelos mais acentuada, podendo ser um sinal de problemas de saúde mais graves ou desequilíbrios hormonais.

Por outro lado, mesmo em casos muito acentuados, a perda dos cabelos não é uma doença propriamente dita, mas um sintoma, e não leva à calvície. Isso porque toda perda de cabelo por queda pode ser revertida e reposta por novos fios. São inúmeros os fatores que podem causar queda dos cabelos, e dependendo da causa, há maneiras diferentes de tratar o problema.

Já a calvície é uma doença hereditária, que não tem cura. Normalmente, afeta mais os homens, embora muitas mulheres também podem ser afetadas. Também chamada de alopecia androgenética, a calvície caracteriza-se pela ausência de cabelos na cabeça.

Essa perda de cabelos pode ser progressiva, mas também pode acontecer de repente, no caso da alopecia areata. Ela pode acometer somente o couro cabeludo, mas também pode atingir todo o corpo, podendo ser apenas temporária ou permanente.

Queda de cabelo: O que pode ser?

vitamina para queda de cabelo feminino: causas
A queda de cabelo feminino pode ter diversas causas.

Como a queda de cabelo é apenas um sintoma associado a diversas causas diferentes além da hereditariedade (calvície), é preciso primeiro determinar a sua causa para adequar o melhor tratamento.

As causas mais comuns são problemas de desequilíbrio hormonal ou emocional, efeitos de medicamentos ou excesso de produtos químicos como alisamentos e tinturas nos fios. Seja qual for a causa, os primeiros sintomas de que algo não está funcionando bem surgem através da queda acentuada dos fios.

Normalmente, a queda natural dos fios é proveniente da renovação capilar, quando novos fios de cabelo crescem e tomam o lugar daqueles que caíram. No entanto, quando essa perda é excessiva, os cabelos se apresentam quebradiços e frágeis, caindo com mais frequência quando é manuseado ou lavado.

Não importa a causa, hábitos saudáveis e uma alimentação rica em alimentos nutritivos costumam ajudar no tratamento. Isso porque as vitaminas e sais minerais contribuem muito para a saúde do organismo em geral, sendo fundamentais tanto para o corpo, quanto para os cabelos.

Os suplementos de vitamina para queda de cabelo feminino também contribuem para manter os cabelos saudáveis e fortes, combatendo doenças e evitando a queda de cabelo.

Causas de queda de cabelos em mulheres

Apesar da calvície não ser muito comum entre as mulheres, a queda de cabelo é uma queixa constante. Quando patológica, ela costuma ter diversas causas, como por exemplo, doenças da tireoide, deficiência de ferro, amamentação, doenças infecciosas e autoimunes, entre outras.

É importante diagnosticar corretamente a causa exata da perda de cabelo, pois é ela que vai determinar a quantidade de cabelos perdidos, a sua velocidade e os locais do corpo que sofrerão mais com essa perda de fios.

As mudanças hormonais e no metabolismo da mulher são as causas mais comuns, e podem levar à queda de cabelo temporária. Normalmente, essas mudanças ocorrem devido uso de pílulas anticoncepcionais, durante a gravidez ou parto, e menopausa.

Alguns medicamentos também podem causar queda de cabelos, como remédios de quimioterapias para o tratamento de câncer e remédios para artrite, depressão, problemas cardíacos e pressão alta. O estresse físico ou emocional também podem deflagrar o quadro, inclusive de alopecia areata.

Causas da queda de cabelos nos homens

Entre os homens, como já dissemos, a causa mais comum de queda de cabelo e calvície é a hereditariedade. Isso acontece porque os hormônios sexuais são responsáveis pela miniaturização dos fios de cabelo em algumas pessoas. Em geral, o problema começa na puberdade e se agrava conforme os anos vão passando.

A tricotilomania, doença em que a pessoa arranca os fios com as mãos descontroladamente, também pode ser responsável por falhas no couro cabeludo e pêlos da barba. Como nas mulheres, o estresse físico ou emocional também podem deflagrar o quadro, inclusive de alopecia areata, entre outras doenças no couro cabeludo.

Queda de cabelo por falta de nutrientes

vitamina para queda de cabelo: insuficiência
Uma das principais causas de queda é a falta de vitaminas no organismo

Apesar de existirem causas causas patológicas variadas, a insuficiência de vitaminas e sais minerais essenciais para a saúde do organismo em geral, na maioria das vezes, pode causar queda de cabelos.

Sendo assim, as refeições pouco nutritivas podem ter um papel fundamental na aceleração da queda dos fios, porque os cabelos são compostos por componentes orgânicos.

Na prática, os fios são compostos por carbono, hidrogênio, nitrogênio e enxofre. Além disso, proteínas, como a queratina (85% da propriedade capilar), água (12%) e gorduras como os lipídios (3%), complementam a sua composição.

Portanto, uma alimentação saudável rica em vitaminas e sais minerais é capaz de repor esta composição perdida, mantendo os fios de cabelos saudáveis. Sem falar que, um organismo bem nutrido fortalece o sistema imunológico e a saúde em geral evitando que o corpo fique fragilizado e mais exposto a doenças e infecções.

Normalmente, quando o organismo é fragilizado por doença ou infecção, a reação natural do corpo é priorizar funções vitais de combate, e os cabelos não fazem parte dessa lista de prioridades.

Para agravar, a estrutura capilar é praticamente selada para evitar a entrada de microorganismos estranhos. Assim, soluções tópicas podem até ajudar, mas não possuem o mesmo poder de penetração de nutrientes aos fios comparados à uma boa dieta alimentar.

Os cremes, shampoos e outros cosméticos ajudam a manter os fios macios, soltos e brilhantes, mas o poder de ação tem menor intensidade no bulbo capilar da raiz dos cabelos, onde a queda realmente acontece.

Por esta razão, dermatologistas recomendam o tratamento capilar através de reposição de vitaminas e sais minerais, a fim de garantir o crescimento dos fios e evitar a quebra, pontas duplas e a queda dos cabelos, seja por alimentação nutritiva ou complementada por vitamina para queda de cabelo feminino.

Queda de cabelo: O que fazer?

O primeiro passo para determinar o tratamento com vitamina para queda de cabelo é diagnosticar as causas.
O primeiro passo para determinar o tratamento com vitamina para queda de cabelo é diagnosticar as causas.

O tratamento da queda de cabelo depende do diagnóstico correto da causa do problema. Caso a queda de cabelo esteja sendo causada por um fator temporário, o cabelo voltará a crescer depois desse período.

Por exemplo, se a queda de cabelo é causada por uma doença como mau funcionamento da tireóide, os medicamentos para regular a glândula podem ajudar. Da mesma forma, se a causa estiver relacionada à deficiência de vitaminas, o tratamento poderá ser feito através do regulamento do consumo destas substâncias no organismo.

Já a queda de cabelo hereditária, como a calvície, o tratamento é mais difícil e demorado, podendo ser através de medicamentos ou transplante de cabelo, além do uso de perucas ou apliques.

Caso a queda de cabelo seja causada por um agente que pode ser controlado, como estresse ou medicamentos, o tratamento será diretamente atacando a causa.

Vitamina natural para queda de cabelo feminino

O ideal é repor a quantidade de vitamina para queda de cabelo feminino insuficiente no organismo através dos alimentos.
O ideal é repor a quantidade de vitamina para queda de cabelo feminino insuficiente no organismo através dos alimentos.

Antes de mais nada, é importante ressaltar que tanto a falta quanto o excesso de vitaminas no organismo podem levar à queda de cabelos. Geralmente, a falta e o excesso de magnésio, ferro e vitamina B causam perda dos fios. No caso do cobre, o seu excesso, por exemplo, pode provocar a anemia hemolítica, que resulta na perda dos fios.

Felizmente, a queda de cabelo por falta de vitaminas no organismo pode ser suprida com a reposição de vitamina para queda de cabelo feminino através dos alimentos. Entre elas, vitaminas A, B, C, D e E, além do Ferro, Zinco Potássio e a Biotina que ajudam no crescimento e evitam a queda dos fios.

Portanto, manter hábitos saudáveis e uma boa alimentação ajudam a manter os cabelos fortes e evitam a queda. Por isso, a ingestão desses micronutrientes é fundamental, principalmente para as mulheres durante e após o parto.

Assim, o primeiro passo para evitar ou dar um definitivo à queda de cabelos é adotando uma alimentação saudável, incluindo alguns alimentos básicos na sua rotina diária. Alguns exemplos dessas vitaminas são:

  • Ferro;
  • Zinco;
  • Vitamina A;
  • Vitamina D;
  • Vitamina B (B3, B6, B5, B12) e Biotina (B7);
  • Vitamina C;
  • Vitamina E;
  • Betacaroteno;
  • Cromo;
  • Ácido Fólico;
  • Inositol.

Vitamina A

A vitamina A é uma vitamina para queda de cabelo feminino poderosa que auxilia no crescimento dos fios de cabelo. Por ser uma substância antioxidante, garante a oleosidade natural do couro cabeludo e combate o envelhecimento dos fios.

Ela pode ser encontrada em alimentos como cenoura, espinafre, bife de fígado, ovo de galinha, leite de vaca e batata doce. No entanto, não deve ser ingerida excesso para evitar o efeito contrário de aceleramento da queda.

Muita gente costuma também usar ampolas de vitamina A nos shampoos e condicionadores, como Arovit ou Retinar, embora não haja comprovação de eficácia. Mas, o ideal mesmo é garantir a absorção da vitamina A por meio da dieta alimentar.

Vitaminas do complexo B

Todas as vitaminas do complexo B possuem uma série de funções no organismo, como por exemplo fortalecer o sistema imunológico. Dessa forma, quando nosso sistema imunológico fica fragilizado por conta de alguma deficiência desses nutrientes, aparecem os sintomas de queda de cabelo e outros sinais para avisar o seu mau funcionamento.

No entanto, algumas delas não são são bem armazenadas (B12) ou produzidas naturalmente pelo organismo (B6), por isso devem ser associadas a outras vitaminas como a Vitamina C, além de ingeridas através de uma boa alimentação.

Cada uma das substâncias que compõe o complexo B possuem um papel fundamental como vitamina para queda de cabelo feminino. São elas:

  • Vitamina B3 (Niacina) – melhora a circulação sanguínea no couro cabeludo;
  • Vitamina B5 (ácido Pantotênico) – ajuda a manter a cor natural dos fios e hidrata de forma espontânea;
  • Vitamina B6 (piridoxina) – fortalece os fios deixando-os soltos e fecha as cutículas evitando deixar os cabelos quebradiços;
  • Vitamina B12 (cobalamina) – essencial para manutenção da saúde do sangue, deixando-o menos espesso e garantindo a distribuição de nutrientes para todas as células do corpo. Também influencia nas funções cognitivas e ajuda na formação das hemácias (células que transportam oxigênio).

Normalmente, as vitaminas do complexo B podem ser encontradas em alimentos como a banana, ovos, leite e derivados, gérmen de trigo e cereais integrais, fígado e rim, soja, verduras e vegetais verde escuros, carnes brancas (frango ou peixe) e fermento biológico.

Biotina

A Biotina é outra vitamina do complexo B (B7 ou H), essencial para evitar a queda de cabelo. Alguns estudos até associam a biotina à produção de queratina, principal componente dos fios (85%).

Sendo assim, garantir uma suplementação adequada dessa substância no organismo acaba fortalecendo os fios e evitando que eles caiam. No entanto, a sua ação só tem efeito quando a queda dos fios está relacionada ao enfraquecimento dos mesmos e não a condições genéticas ou problemas de pele, por exemplo.

A biotina é uma vitamina para queda de cabelo feminino hidrossolúvel produzida no intestino pelas bactérias. Ela deve ser idealmente obtida por meio da alimentação. A sua deficiência, pode causar o enfraquecimentos dos fios e até seborréia, levando ao aumento da queda de cabelos.

Portanto, a absorção correta da Biotina é feita quando consumida através de alimentos ricos em outras vitaminas do complexo B, como por exemplo gema de ovo, leite, tomate, grãos integrais (arroz, nozes, amendoim), gérmen de trigo, carne vermelha, alface e couve-flor e frutas vermelhas.

Vitamina C

A vitamina C é outra substância antioxidante, que combate os radicais livres que prejudicam os fios, protegendo os cabelos das agressões diárias como radiação solar, fumaça de cigarro e poluição. Além disso, a vitamina C diminui o PH do cabelo, evita o desgaste, garante brilho, evita a descamação do couro cabeludo e combate a seborréia e a caspa.

Ela atua como vitamina para queda de cabelo feminino na produção do colágeno e na absorção do ferro, mineral essencial para o crescimento saudável dos fios. A sua ausência, além de anemia, pode causra queda de cabelo, devido a redução de oxigênio necessário para o desenvolvimento dos folículos capilares.

A vitamina C é facilmente encontrada em frutas cítricas, manga, goiaba, açaí, goji berry, morango e kiwi, vegetais de cor verde escura, leguminosas como o pimentão, brócolis, tomate e pimenta vermelha.

Vitamina E

A vitamina E também tem ação antioxidante, por isso é excelente vitamina para queda de cabelo feminino para prevenir o envelhecimento dos seus fios e garantir mais brilho para os cabelos. Além disso, ela é muito importante para a circulação sanguínea no couro cabeludo e regeneração capilar, fundamentais para o crescimento dos fios.

A ingestão, consumo ou aplicação direta no couro cabeludo de vitamina E é um grande estímulo para crescer cabelo, capaz de produzir efeitos de brilho e melhora da textura. Ela pode ser encontrada em cápsulas e misturadas a produtos capilares como condicionador, óleos e leave ins.

Porém, o consumo da vitamina na dieta alimentar é o mais eficaz, podendo ser através dos seguintes alimentos: vegetais de folhas verdes escuras, como acelga, espinafre, couve, brócolis; em sementes como amêndoas e nozes; em frutas como mamão, kiwi, abacate e em óleos vegetais.

Vitamina D

A vitamina D já é uma velha conhecida para a saúde da pele e dos ossos, mas também é uma vitamina fundamental para evitar a queda de cabelo, já que fortalece os fios e combate aqueles que estão caindo.

Como a vitamina D não é produzida pelo organismo, a falta de vitamina D pode causar queda de cabelo, sendo o ideal obter suas doses diárias através da alimentação, suplementação e exposição ao sol. Isso vai ativar os os folículos pilosos, para acelerar o seu crescimento. A recomendação médica é uma exposição ao sol de até 15 minutos no mínimo 3 vezes por semana.

A sua ingestão se dá pelo consumo de alimentos como peixes (atum, sardinha, salmão), leite e derivados, cereais, fígado e gema de ovo. Mas também pode ser ministrada como suplemento alimentar, desde que sob orientação médica. Pois o consumo exagerado de Vitamina D pode causar efeitos colaterais como náuseas, diarréias e cefaleia.

Ferro

O ferro é dos principais componentes da hemoglobina, pigmento das células vermelhas do sangue e um dos minerais mais importantes para a saúde do organismo, especialmente dos cabelos.

Como dissemos, a falta de ferro no organismo diminui a produção de células vermelhas, gerando um quadro de anemia, o que resulta na queda de cabelo. Portanto, ingerir alimentos ricos em ferro podem ajudar a prevenir a queda de cabelo. Além disso, o ferro ajuda os cabelos a absorverem outras vitaminas e nutrientes.

Mulheres em período menstrual longo ou com fluxo intenso podem comprometer suas reservas de ferro, acarretando a anemia, afinamento e enfraquecimento dos cabelos. Assim, o seu consumo é primordial para a saúde.

Alimentos como carnes vermelhas (fígado), feijão, peito de frango, marisco, ostras, beterraba, lentilha, vegetais verde-escuros, grão integrais, frutas secas são ricos em ferro.

Potássio

A deficiência de potássio no organismo pode acarretar em cabelos fracos e quebradiços que resultam em queda. O potássio é importante, pois tem a função de minimizar o acúmulo de sódio no organismo.

O excesso de sal prejudica muito a saúde do corpo e dos cabelos. Alimentos como a banana, carnes magras, legumes, frutas e cereais integrais são fontes ricas em potássio. Sendo assim, o potássio é outra vitamina para queda de cabelo feminino de consumo e reposição essencial.

Zinco

Outra importantíssima vitamina para queda de cabelo feminino é o zinco, que desempenha papel importante na manutenção das estruturas das fibras capilares, assim como no desenvolvimento do DNA e RNA, responsáveis pelo crescimento dos fios.

A melhor forma de ingestão do zinco é através da alimentação que deve incluir carne vermelha, ovos, sementes de abóbora e produtos de soja. Outra opção é utilizar também soluções de cosméticos, condicionador, loções e cremes capilares contendo zinco em sua composição ajuda na reposição do nutriente e evita a queda dos fios.

Vitamina para queda de cabelo: Pantogar e outros remédios

Existem opções de medicamentos de vitamina para queda de cabelo feminino.
Existem opções de medicamentos de vitamina para queda de cabelo feminino.

Como vimos, a queda de cabelo pode ter diversas causas, de modo que o tratamento pode variar dependendo do diagnóstico estabelecido pelo médico. Por isso, somente um especialista capacitado pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento.

O ideal é sempre manter uma alimentação saudável e nutritiva para garantir a quantidade e nutrientes essenciais no organismo, mas sabemos que nem sempre é possível manter um cardápio variado que inclua todos esses alimentos ricos em vitaminas e sais minerais na nossa rotina. Por isso, muita gente recorre aos tratamentos de suplementação da dieta para garantir o fortalecimento dos fios.

Há duas formas de fazer isso, através de medicamentos de uso tópico e oral, como as loções, comprimidos e suplementos vitamínicos. Os suplementos naturais de vitamina para queda de cabelo feminino, por exemplo, não produzem efeitos colaterais e ainda são capazes de incluir a quantidade certa de cada um desses nutrientes. Veja as opções de vitamina para queda de cabelo feminino em diversas formas.

Vitamina para cabelo: Minoxidil

O Minoxidil é um medicamento vasodilatador de longa duração, que estimula o crescimento capilar, podendo ser usado como vitamina para queda de cabelo feminino ou masculino. Ele é muito indicado para calvíce, falhas ou outras causas de queda de cabelo. A aplicação é tópica, no local afetado após as lavagens dos cabelos.

Vitamina para cabelo: Finasterida

A Finasterida é um dos remédios mais populares usado como vitamina para queda de cabelo feminino, pois é um bloqueador da ação do DHT sobre os receptores dos bulbos capilares causadores da calvície. O seu tratamento é oral, em forma de comprimido.

Vitamina para cabelo: Gel transdérmico FF (Finasterida + Flutamida)

Esse medicamento é uma loção capilar que atua diretamente na raiz dos cabelos, evitando a sua queda. É um bom remédio para ser usado como vitamina para queda de cabelo feminino, assim como calvície. Mas deve ser utilizado sob orientação médica, diariamente e de forma contínua.

Vitamina para cabelo: Antralina

O Antralina é um medicamento em forma de creme de uso tópico que deve ser aplicado como vitamina para queda de cabelo feminino diretamente na área afetada. Ele tem a capacidade de estimular o crescimento do cabelo mesmo onde já existem falhas, muito indicado para revitalizar áreas afetadas pela calvície e falhas de queda de cabelo.

Vitamina para cabelo: Cetoconazol Shampoo

O Cetoconazol um antifúngico em forma de shampoo que tem como função agir contra os fungos presentes no couro cabeludo que podem também causar a queda de cabelo e outros problemas, como a caspa.

Vitamina para cabelo: Anastim

O Anastim é uma loção antiqueda que melhora a microcirculação do couro cabeludo, tratando e prevenindo a queda de cabelo e os fios brancos. Ele age aumentando a produção de queratina e fortalecendo os fios. Especialistas recomendam aplicar cerca de 2,5 ml do produto no couro cabeludo e cabelos úmidos, com suaves massagens, 3 vezes por semana.

Vitamina para cabelo: Avicis

O Avicis é uma loção capilar indicada para a queda de cabelo de causa androgenética (calvície hereditária) ou relacionada a fatores hormonais. O medicamento atua bloqueando os hormônios relacionados à queda de cabelo. Recomenda-se aplicar a solução diretamente na raiz dos cabelos, 1 vez ao dia.

Vitamina para cabelo: Vitamina D

O suplemento alimentar com vitamina D pode ser utilizado como vitamina para queda de cabelo feminino, pois ajuda na recuperação da estrutura capilar. No entanto, ele só deve ser utilizado sob orientação médica, pois em excesso pode ser tóxico. Geralmente, indica-se o uso de 1 cápsula por dia.

Vitamina para cabelo: Lampsi Hair

O Lampsi Hair é um produto ideal para ser usado como vitamina para queda de cabelo feminino porque ele fortalece os fios, acelera o crescimento, aumenta o volume, reduz as pontas duplas e dá mais brilho e maciez.

Isso porque a sua composição conta com três proteínas em sua fórmula muito importantes para os cabelos: o colágeno, a queratina e a elastina. Além disso, possui muitos outros componentes importantes, como o ácido fólico, zinco, selênio, cromo, cálcio, ácido orto silícico e vitaminas A, do complexo B, C e D3.

Vitamina para cabelo: HL BLOCKER

O Hairloss Blocker é outro suplemento de vitamina para queda de cabelo feminino que contém uma série de vitaminas e sais minerais para combater a perda dos fios e restaurar as falhas no couro cabeludo.

No entanto, a grande vantagem do suplemento é o seu poder de controle hormonal, um dos principais causadores da queda de cabelo. Além disso, o HL Blocker pode ser usado tanto por homens quanto mulheres, sem produzir qualquer efeito colateral.

Vitamina para cabelo: Pantogar

O Pantogar é um complexo vitamínico composto por queratina, cistina e associações, muito indicado como vitamina para queda de cabelo feminino, cabelos enfraquecidos e unhas quebradiças.

Seus resultados já podem ser observados após 3 meses de tratamento. Recomenda-se tomar 3 cápsulas por dia, por um período mínimo de 3 meses. Porém, o seu custo é alto, embora seja possível comprar sua fórmula manipulada, um pouco mais barata.

Vitamina para cabelo: Innéov Nutricare

O Innéov Nutricare é um suplemento de vitamina para queda de cabelo feminino concentrado à base de ômega 3, óleo de semente de groselha e licopeno, muito eficaz no tratamento da queda de cabelo e cabelos danificados. Ele protege o bulbo capilar e melhora a microcirculação do couro cabeludo. Recomenda-se tomar 2 cápsulas por dia, por no mínimo um período de 3 meses.

Vitamina para cabelo: Imecap Hair

O Imecap Hair é mais um dos vários suplementos de vitamina para queda de cabelo feminino totalmente naturais. Ele contém vitaminas e minerais que auxiliam diretamente no crescimento dos cabelos, e o seu preço é bastante acessível.

Vitamina para queda de cabelo para colocar no shampoo

A cafeína pode servir como vitamina para queda de cabelo feminino.
A cafeína pode servir como vitamina para queda de cabelo feminino.

Dependendo da causa de seu problema, alguns shampoos antiqueda poderão auxiliar no tratamento. Além disso, algumas outras substâncias naturais também podem ser incluídas no shampoo para dar uma potencializada nos seus efeitos.

São muitas as opções de shampoo que prometem evitar ou ajudar na queda de cabelo feminina, são eles:

  • Shampoo Anti-queda, Ada Tina
  • Shampoo Antiqueda Kerium, Posay
  • Shampoo Antiqueda Energizante, Vichy Dercos
  • Shampoo Antiqueda, Bio Extratus
  • Shampoo Proteção Contra Queda, Head & Shoulders
  • Shampoo Original SOS Bomba, Salonline

Já se a sua ideia é potencializar ainda mais os efeitos antiquedas do shampoo, uma das soluções é misturar cafeína ou pó de guaraná no seu shampoo. Essas substâncias têm alto poder de crescimento rápido e fortalecedor dos fios.

Para fazer o shampoo de café, basta retirar todo o conteúdo do frasco do shampoo, despejando em um recipiente de plástico, para em seguida, adicionar as 3 colheres da cafeína ou do guaraná em pó, misturando bem até que tudo fique uma consistência homogênea.

Depois de tudo misturado e diluído, é só voltar com o shampoo para dentro do frasco e fazer a aplicação durante as lavagens como de costume. Você pode também deixar a mistura descansar de um dia para o outro para que fique mais concentrado, ou usar no mesmo dia.

Vitamina para queda de cabelo caseiro

Algusn cuidados e tratamentos caseiros podem servir como vitamina para queda de cabelo feminino.
Algusn cuidados e tratamentos caseiros podem servir como vitamina para queda de cabelo feminino.

Outros tratamentos caseiros servem como vitamina para queda de cabelo feminino. Existem diversas receitas para crescer cabelo que utilizam ingredientes e métodos naturais.

Embora não tenham comprovações nem estudos científicos que provem a sua eficácia, alguns relatos são positivos quanto ao fortalecimento e crescimento saudável dos fios.

Você pode, pelo menos, aliá-los aos medicamentos para melhores resultados. São eles:

Massagem capilar

Massagear o couro cabeludo é sempre uma excelente alternativa para aliar ao tratamento de queda de cabelo, pois ela estimula a circulação local, aumentando o aporte de oxigênio e nutrientes nas células da região, favorecendo o crescimento e o aparecimento de novos fios e diminuindo a queda.

Pode-se fazer isso durante o banho, enquanto se aplica o shampoo, durante a hidratação dos cabelos ou na etapa de umectação capilar com óleo de rícino do seu cronograma. Essa é uma boa receita para crescer cabelo rápido e naturalmente, pois não requer trabalho nenhum, basta incorporar o hábito na sua rotina de beleza capilar.

Hidratação com babosa (Aloe vera)

A babosa ou Aloe vera, é um excelente ingrediente hidratante, por isso ela é usada em inúmeros produtos e tratamentos caseiros. A hidratação com babosa nos cabelos não obstrui o folículo piloso, e ainda regenera e restaura, devido as suas propriedades cicatrizantes, além de hidratar profundamente.

Por isso, a babosa pode atuar como vitamina para queda de cabelo feminino com eficiência, principalmente se houver déficit na hidratação do couro cabeludo. Caso a queda seja derivada de outros motivo, a ação será diferente.

Detox capilar

O detox capilar serve para limpar o couro cabeludo, e quando aliado à uma boa massagem capilar, ele pode auxiliar no crescimento rápido dos fios. Essa receita para crescer cabelo é mais recomendada para quem utiliza cremes de pentear e produtos leave-in, com muita frequência.

Para potencializar ainda mais o efeito, aposte em uma esfoliação capilar com um tratamento de purificação como a argiloterapia capilar. Depois, é só aplicar um shampoo de limpeza profunda (anti resíduos), para remover as impurezas da raiz, comprimento e pontas.

Por fim, finalize o tratamento com uma hidratação poderosa no comprimento e pontas, como a hidratação com café, que além de hidratar, pode ajudar no crescimento mais rápido dos folículos, além de promover a limpeza do couro cabeludo.

Hidratação com óleo de rícino

O óleo de rícino tem feito tremendo sucesso na internet como vitamina para queda de cabelo feminino e para o seu crescimento. Isso porque ele é rico em vitaminas e propriedades antioxidantes, que auxiliam no crescimento dos cabelos, combatendo a oleosidade do couro cabeludo e ajudando na reposição lipídica dos fios.

Uma das melhores maneiras de usar o óleo de rícino é por meio da umectação noturna capilar, em que você aplica o produto em todo o cabelo e lava no dia seguinte, ou pelo menos duas horas depois. Você pode também aliá-lo a uma máscara de hidratação.

Dicas para crescer cabelo e evitar quedas

Uma boa vitamina para queda de cabelo feminino é cuidas da escovação diariamente para fortalecer os fios.
Uma boa vitamina para queda de cabelo feminino é cuidas da escovação diariamente para fortalecer os fios.

De uma forma geral, os cabelos saudáveis costumam crescer cerca de 1 centímetro por mês, mas com alguns truques e dicas você pode acelerar esse processo e ainda ajudar a prevenir as quedas de cabelo. Veja como fazer abaixo:

  • Se mantenha sempre hidratada com a ingestão abundante de líquidos, para eliminar as toxinas e evitar a queda de cabelo.
  • Priorize a alimentação saudável rica em proteínas, vitaminas e sais minerais para estimular o crescimento do seu cabelo
  • Escove e penteie seu cabelo diariamente para ativar a circulação sanguínea em seu couro cabeludo e fortalecer os novos fios.
  • Evite dormir de cabelo preso ou molhado para evitar quebrar ou ocasionar queda.
  • Diminua o uso de secador e chapinha para evitar agredir e enfraquecer os fios, pois o calor provoca a perda de lipídios e queratina.
  • Use o condicionador corretamente, apenas do meio para as pontas, a fim de evitar obstruir os folículos capilares e favorecer o aparecimento de caspas.
  • Não deixe de cortar os cabelos para manter o crescimentos dos cabelos, trazer mais força para os fios, além de reparar pontas duplas e fios quebradiços.

Leave A Reply

Your email address will not be published.