Take a fresh look at your lifestyle.

Tinta para Cabelo Sem Amônia: Guia Completo!

Vamos te ajudar a entender melhor o porquê dessa preocupação com a presença da amônia nas tintas para cabelo.

Um dos grandes desafios de quem pinta o cabelo é encontrar uma tinta sem amônia. A ideia é manter os cabelos coloridos com o mínimo de agressão possível.

A preocupação com a presença da amônia nas tintas para cabelo inicialmente se restringia ao uso de tinturas por gestantes ou mulheres em fase de amamentação.

Mas aos poucos essa preocupação foi se estendendo a outros públicos e uma grande parcela das mulheres que costumam pintar o cabelo passaram a se preocupar com essa questão.

Vamos te ajudar a entender melhor o porquê dessa preocupação com a presença da amônia nas tintas para cabelo e te ajudar a encontrar opções para fugir – ou não – dessa substância.

Também precisamos esclarecer se a amônia realmente é prejudicial aos fios ou a sua saúde, afinal muitas vezes a gente se assusta à toa. A gente acaba ouvindo falar que é ruim e acaba acreditando que é ruim mesmo sem pesquisar o assunto com calma.

A internet está aí para nos ajudar a encontrar rapidamente as informações que precisamos. Sempre que você ficar em dúvida, faça uma busca e baseie suas conclusões nas informações apresentadas por sites confiáveis.

De onde veio a ideia de pintar o cabelo?

Que hoje em dia é muito raro conhecer alguém que nunca pintou o cabelo a gente sabe.

Mas você sabe de onde surgiu essa ideia de mudar a cor do cabelo?

Mulher é mulher desde que Eva mordeu a maçã! Ou provavelmente desde muito antes disso. A gente nunca está satisfeita em ser “original de fábrica”.

São conhecidos registros de mulheres que usavam henna no antigo Egito, cerca de quatro mil anos atrás, para mudarem a cor de seus cabelos.

Então essa não é uma novidade moderninha, muito pelo contrário.

A gente sempre quer mudar, melhorar, aperfeiçoar ou fazer diferente. Deve estar impresso no nosso DNA e não fugimos disso com o passar dos anos.

Os conhecimentos científicos evoluíram e permitiram uma gama cada vez maior de cores e possibilidades.

A química é nossa grande aliada nessa empreitada da beleza, acredite!

Pintar os cabelos não é uma prática nova.

O que é amônia?

Amônia ou amoníaco é um composto químico muito comum, usado tanto na indústria quanto nos bens de consumo domésticos.

O maior percentual de uso doméstico da amônia está relacionado a produtos de limpeza. Ou você nunca ouviu sua avó falar que ia usar amoníaco para limpar alguma coisa que estava muito suja ou manchada?

Antigamente era muito comum as donas de casa usarem o amoníaco como aliado para manter panos de prato limpos, entre outros itens de cozinha.

Felizmente esse costume foi ultrapassado, pois a inalação do amoníaco trás péssimas consequências para a saúde.

A amônia é usada também em alguns processos de refrigeração.

Quem trabalha diretamente com a amônia deve usar equipamento de segurança, especialmente relacionados ao sistema respiratório.

Nas tintas para cabelo, a amônia serve para alcalinizar o PH e abrir os fios para que a cor penetre melhor. Isso quer dizer que as tintas para cabelo com amônia na fórmula proporcionam uma cor mais intensa, enquanto as tintas sem amônia na fórmula possuem um resultado menos intenso.

Sabendo tudo isso, fica fácil deduzir que usar no cabelo uma tinta que contenha amônia na sua fórmula pode te expor a riscos de saúde desnecessários.

Via de regra, você precisa de uma exposição muito maior do que a ocasionada pela tintura de cabelo para ter uma intoxicação por amônia, mas nosso corpo não é uma ciência exata, por isso se você estiver sensível, pode ser suficiente para uma forte dor de cabeça – nos dois sentidos.

Não custa nada ser cautelosa e se prevenir: o uso de uma máscara durante o período da aplicação e permanência do produto, bem como garantir que o local esteja aberto e seja arejado já são cuidados que podem garantir seu bem-estar.

Especialistas garantem que a quantidade de amônia presente na fórmula das tinturas é segura e chega a ser mais segura que outros alcalinizantes utilizados em fórmulas de tinta sem amônia, pois o amoníaco evapora rapidamente.

Quais os riscos do uso da amônia?

O uso excessivo e descuidado da amônia pode gerar intoxicação por inalação.

Os principais sintomas da intoxicação por amônia são a sensação de queimação na pele e a sensação de queimação nas narinas.

A intoxicação por amônia é um problema sério e oferece risco de morte, mas para chegar a esse nível a quantidade inalada precisa ser muito grande.

Se você estiver usando uma tintura permanente – que sempre contém amônia – e sentir sensação de tontura, queimação nas narinas ou na pele ou dor de cabeça, pare imediatamente e procure um local o mais aberto e arejado possível.

Se os sintomas persistirem, procure imediatamente ajuda médica e se possível leve o rótulo do produto que estava utilizando.

O uso excessivo da amônia pode trazer complicações.

Tinta com amônia estraga o cabelo?

Não, a tinta com amônia não estraga o cabelo.

Especialistas são unânimes ao explicar que se o cabelo ficou com uma aparência de desgaste, seca ou danificada, é sinal que os fios já estavam com a saúde comprometida, não que a química da tintura estragou o cabelo.

Claro que a gente está falando de tintura de qualidade, feita e comercializada por marcas conhecidas e de confiança.

Praticamente toda tinta permanente tem amônia, as tinturas sem amoníaco são chamadas semipermanentes pois sua fixação não é tão boa quanto a das outras que possuem amoníaco na fórmula.

Tinta com amônia causa alergia?

A tinta com amônia não causa alergia em todo mundo.

Algumas pessoas tem uma sensibilidade maior a certas substâncias, então se a pessoa for sensível ao amoníaco, a tinta com amônia pode desencadear uma reação alérgica.

Na realidade, reações alérgicas podem ocorrer o tempo todo por inúmeras causas e razões, dessa forma a gente te aconselha a sempre que for usar um novo produto fazer o teste de sensibilidade seguindo as orientações do rótulo.

Essa dica do teste de sensibilidade vale para todos os cosméticos que você for usar pela primeira vez ou para todas as vezes que você sentir que tem algo diferente no seu corpo.

Quais tinturas não contêm amônia e chumbo?

Uma tinta sem amônia é considerada uma tinta temporária, são conhecidas como tonalizantes.

Essas tintas mudam pouco a cor dos fios e servem mais para dar brilho do que para colorir.

Já as tintas com amônia são consideradas permanentes e de longa duração. Além disso, são capazes de mudar radicalmente a cor dos fios.

De acordo com o que informa no site da marca – setor de perguntas mais frequentes – o serviço de atendimento ao cliente da L’Oreal, nenhuma tinta produzida por eles possui sais metálicos na composição.

A L’Oreal informa que as tinturas Casting e Inoa não possuem amônia na composição.

O serviço de atendimento ao cliente da Wella, em sua página do facebook, afirma que a tinta Soft Color não possui nem chumbo nem amônia em sua composição.

O Inmetro publicou um estudo realizado com quinze marcas de tintas para cabelo mais conhecidas e utilizadas.

O resultado desse estudo pode ser tranquilizador no que se refere à presença de chumbo nas fórmulas, mas se mostra muito preocupante em outros aspectos e vale a pena você ler esse estudo antes de escolher o produto que vai usar.

De uns anos para cá a indústria cosmética vem se preocupando cada vez mais com o desenvolvimento de produtos que sejam mais eficazes e menos agressivos.

A própria Inoa, que já citamos aqui, é resultado dessas pesquisas.

Existem no mercado algumas tinturas mais voltadas para um público mais naturalista, que são a base de henna, entretanto a paleta de cores dessas marcas acaba ficando limitada.

As tintas sem amônia apresentam uma paleta de cores mais limitada.

Koleston tem amônia?

Koleston é uma tintura permanente da Wella. Como toda tintura permanente ele possui amônia na sua composição.

A presença da amônia na fórmula garante melhor fixação da cor e maior durabilidade da cor.

Biocolor tem amônia?

Biocolor é uma tintura permanente da Niasi. Como toda tintura permanente ele possui amônia na sua composição.

A presença da amônia na fórmula garante melhor fixação da cor e maior durabilidade da cor.

A Niasi garante em seu site que a fórmula de Biocolor contém uma nova tecnologia que suaviza o cheiro da amônia, proporcionando maior conforto no momento da aplicação.

Tinturas que menos agridem os cabelos

Existem diversas opções de tinturas no mercado, com as mais variadas fórmulas.

Você pode optar por uma tinta sem amônia, mas deve lembrar que alguns especialistas afirmam que os componentes químicos que são colocados no lugar do amoníaco são tão ou mais forte, então nem sempre vale a troca.

O mercado consumidor de cosméticos está cada vez mais exigente principalmente no que se refere ao uso de produtos químicos fortes e agressivos que acabem sendo prejudiciais após uso contínuo.

Por isso as empresas estão investindo fortemente no desenvolvimento de químicas mais suaves que atinjam os mesmos resultados ou pelo menos o mais próximo possível deles.

A maioria dos cabeleireiros afirma que a tintura é o procedimento químico que menos agride os cabelos.

Já citamos aqui que alguns especialistas afirmam que se a tintura estragou seu cabelo é porque ele já estava frágil e a tintura deveria esperar por um processo de recuperação dos fios que deveria acontecer primeiro.

Quais as vantagens da tinta sem amônia?

A tinta sem amônia é um produto diferente da tinta com amônia. A grande diferença entre elas é a durabilidade da tintura.

A tinta com amônia é chamada tinta permanente. Ela tem maior fixação e maior durabilidade já que a amônia é o princípio ativo que abre a película dos fios e permite que a tinta penetre melhor na estrutura dos fios.

Além disso, a tinta com amônia permite mudanças radicais da coloração dos fios, exatamente por proporcionar essa penetração mais profunda da química.

Já a tinta sem amônia é conhecida como tonalizante ou tintura semipermanente. Sua duração é menor que a da tinta permanente e sua fixação também.

A tinta sem amônia é muito usada para quem pretende apenas realçar a cor natural dos fios ou dar mais brilho a eles.

Também é uma opção para quem não deseja mudanças radicais na cor dos fios ou ainda para quem não tem muita certeza da mudança de cor. Como seu efeito é temporário, é possível mudar sem ser de maneira radical ou definitiva.

Outra vantagem inegável da tinta sem amônia é o tratamento dos fios. Elas além de colorir e matizar, são procuradas para ajudar a realçar a beleza dos cabelos.

Como evitar problemas na hora de pintar os cabelos?

Por mais simples que possa parecer, pintar os cabelos exige cuidados.

É importante sempre prestar atenção a alguns detalhes que podem fazer a diferença no resultado da pintura do seu cabelo.

  • Uma coisa de cada vez: com a nossa correria do dia a dia é comum que você tente otimizar o seu tempo e realizar mais de um procedimento ao mesmo tempo. Isso pode agredir demais os fios e o couro cabeludo, por isso sempre faça um procedimento de cada vez.
  • Faça o teste de segurança: todo produto trás na embalagem a orientação necessária para realizar esse teste. Nunca utilize um produto pela primeira vez sem fazer o teste, pois se você for alérgica a algum componente da fórmula as consequências podem não ser nada legais e em alguns casos, muito difíceis e demoradas para recuperar os estragos.
  • Antes de começar, teste: para evitar de se arrepender depois com o resultado do processo, teste a tinta que vai ser utilizada para confirmar se é isso mesmo que você quer. Faça um teste em uma pequena mecha.
  • Tempo recomendado: dependendo dos produtos que compõem a fórmula da tinta, em contato prolongado com os fios e o couro cabeludo pode acabar gerando lesões. Respeite o tempo máximo de permanência do produto recomendado pelo fabricante.
  • Sempre com supervisão: a tentação de comprar a tinta para cabelo na loja mais próxima e já aplicar para ver o resultado é sempre grande. Mas o risco de que algo saia errado também. Por isso é melhor sempre deixar essa parte por conta do seu cabeleireiro de confiança.
Siga essas dicas e precauções importantes para não ter problemas na hora de pintar os cabelos.

O que fazer antes de pintar o cabelo?

Mudar a cor do cabelo para aquele tom que você sempre desejou é realmente inspirador, levando sua autoestima às alturas.

Da mesma forma que o resultado pode ser maravilhoso, o oposto também pode acontecer, e o final do processo pode ser pior do que quando surgiu a ideia de mudar a cor dos seus cabelos.

Antes de sentar na cadeira do salão é preciso pensar em alguns pontos que precisam ser analisados para que você possa seguir em frente sem medo e sem surpresas.

  • Conheça seu bolso: além do custo da pintura em si do cabelo, para manter a cor dele sempre viva e bonita você vai precisar dar alguns retoques de tempos em tempos. Reserve uma quantia para fazer esses retoques pelo menos uma vez por mês.
  • Escolha da cor: para escolher a nova cor do seu cabelo você vai precisar analisar alguns fatores. Primeiro, e mais importante, é saber o seu tom real, e as possibilidades que a nova cor pode oferecer para ele. Saber se essa cor combina com seu tom de pele, assim como as variações de um mesmo tom, como louro, louro prata, mel, e por aí vai.
  • Estado dos fios: o resultado vai depender muito da situação em que seus fios se encontram. Antes de pinta-lo entenda qual é a situação dos fios, e cuide deles para que não ocorra nenhuma surpresa indesejada.
  • Maquiagem: é muito provável que quando você alterar a cor do seu cabelo terá que alterar sua maquiagem. Com a nova cor talvez você precise ajustar tanto os produtos que costuma utilizar quanto tons e outros detalhes.
  • Hidratação: quando você pinta o cabelo, uma coisa é fato; ele vai ressecar. É importante saber disso antes de pintar os fios, pois para cuidar desse ressecamento a melhor opção é o uso de máscaras de hidratação, na maioria dos casos uma vez por semana.
  • Seu cabelo vai desbotar: seria ótimo se isso não acontecesse, mas não tem jeito. O cabelo vai desbotar. Alguns mais, outros menos, mas isso é inevitável. É comum que em muitos casos as cores se modifiquem totalmente após a primeira lavagem. A melhor solução nesse caso é utilizar um tonalizante.

O uso da tintura na gravidez ou na amamentação

O debate sobre o uso de tinturas nos cabelos durante a gravidez e a amamentação divide opiniões.

Profissionais como ginecologistas, obstetras e dermatologistas não recomendam o procedimento devido a presença de produtos químicos na fórmula da grande maioria das tintas para cabelo disponíveis no mercado.

A OMS afirma que a presença de alguns componentes químicos na composição das tintas para cabelo não é significativa a ponto de ser preocupante. E conclui que o uso delas é seguro.

Esses produtos químicos podem ser absorvidos pelo couro cabeludo, e depois de estarem presentes na corrente sanguínea acabam sendo absorvidos pelo bebê através do cordão umbilical ou do leite materno.

Outro risco do uso de tintura no cabelo durante o período de amamentação é referente ao cheiro dos produtos químicos, que poderá ser inalado pelo bebê e poderá causar irritação, rinite alérgica e ainda dores de cabeça na criança.

Consulte seu médico de confiança, leve suas dúvidas e ouça a posição dele sobre o uso de químicas nesses períodos tão delicados da vida da mulher.

Estar esperando um bebê ou estar amamentando não significa que você não possa ou não deva se cuidar, pelo contrário, você apenas precisa ter alguns cuidados a mais pois tanto você quanto o bebê estão vivendo uma fase sensível.

Evite pintar os cabelos durante a gravidez ou quando estiver amamentando.

Contraindicações do uso de tinta no cabelo

Além dos cuidados necessários se você está grávida ou amamentando, existem outras circunstâncias que pedem certa cautela antes de decidir pintar os fios.

Se você está tratando alguma doença grave ou crônica, você deve sempre consultar seu médico antes de realizar qualquer procedimento.

Seu couro cabeludo é uma parte muito sensível do seu corpo que absorve com muita facilidade os agentes químicos que entram em contato com ele.

Esses agentes químicos são lançados diretamente na sua corrente sanguínea, o que potencializa os possíveis efeitos colaterais que eles causem.

Dessa forma, caso você se enquadre nessa categoria de tratamento, por favor, tenha uma dose extra de cautela antes de realizar qualquer procedimento estético e converse com seu médico.

Marque uma consulta médica e explique tudo que você pretende fazer. Se possível, leve os rótulos dos produtos que serão utilizados para que seu médico possa analisar exatamente todos os componentes que terão contato com a sua pele e te orientar se eles são ou não compatíveis com seu tratamento.

Se você está fazendo um tratamento médico, precisa colocar sua saúde em primeiro lugar, mas não precisa deixar de cuidar da sua beleza por isso. Apenas precisa tomar os devidos cuidados para priorizar a sua saúde.

Considerações finais

Depois de muita pesquisa, a gente chegou a conclusão que muito do que dizem sobre a amônia presente na tinta de cabelo fazer mal para a nossa saúde pode ser exagero.

Isso não quer dizer que a gente não precise tomar alguns cuidados – como usar máscara e garantir que a aplicação seja feita num local arejado.

Também é importante pedir que o profissional que vai cuidar dos seus cabelos se cuide. O local arejado favorece a todos, mas também o uso de máscara e óculos de proteção bem como o uso de luvas são muito importantes para cuidar da saúde de quem cuida de você.

O profissional que trabalha diariamente em um ou mais salões está sempre muito mais exposto aos riscos que os ingredientes das químicas oferecem, afinal passa o dia lidando com eles – por isso precisa se cuidar muito mais.

Se você está grávida ou ainda amamentando seu bebê, recomendamos que tenha cautela no uso dos produtos químicos para cabelo.

Mas se não é o seu caso, se jogue sem medo! Tinta com amônia ou tinta sem amônia, tanto faz! O importante é você se sentir linda e bem com você mesma!

Leave A Reply

Your email address will not be published.