Take a fresh look at your lifestyle.

Teste de gravidez com pasta de dente funciona? Como fazer?

Já ouviu falar em teste de gravidez com pasta de dente? Dentre todas as estranhezas já encontradas na internet, essa pode se encaixar na categoria das mais absurdas. De fato, este tipo de teste de gravidez não possui comprovação científica e nem pode ser considerado confiável e eficaz. Mas acredite ou não, há uma boa explicação para a sua popularidade.

A verdade é que a ansiedade gerada pelo fato de estar vivenciando os sintomas, mas não ter a gravidez confirmada pode levar muitas mulheres a experimentar vários testes caseiros de gravidez para tirar a dúvida antes de comprar um teste de farmácia ou ir a um laboratório para se certificar.

Um dos mais populares é o teste de gravidez com pasta de dente. Quer saber como ele é feito e se realmente funciona? Então, leia o artigo abaixo que desvendaremos esse mistério para você!

Teste de gravidez com pasta de dente funciona?

Teste de gravidez com pasta de dente pode funcionar mas não é conclusivo.
Teste de gravidez com pasta de dente pode funcionar mas não é conclusivo.

Apesar da internet estar cheia de alternativas de testes de gravidez caseiros que prometem confirmar uma gestação em curso, muitos deles não revelam a fonte ou origem de tal informação. Portanto, não é possível saber se esses testes são mesmo eficazes e confiáveis.

É o caso do teste de gravidez com pasta de dente. Mas então, como saber se ele funciona e porque se tornou tão popular?

A verdade é que existe uma explicação científica para isso, apesar de não haver uma comprovação. Se você ainda não sabe, um dos testes mais comuns e eficazes para se comprovar uma gravidez é o teste de urina.

Isso porque quando há uma gravidez em curso, a urina contém uma grande quantidade de HCG (gonadotrofina coriônica humana), um hormônio encontrado em mulheres grávidas, tanto no sangue quanto na urina, que torna a urina bastante ácida.

Mas o que isso tem à ver com a pasta de dente? Bem, a maioria das pastas de dentes contém carbonato de cálcio, uma substância que ao entrar em contato com a urina provoca uma reação química, mudando de coloração e espumando.

Assim, no caso de uma gravidez, a urina ácida é bastante comum e quando entra em contato com a pasta de dente, a amônia da urina reage com o carbonato de cálcio, tornando-a azulada e a acidez provoca uma espuma devido à alcalinidade da pasta (pH alcalino) e devido ao lauril éter sulfato, outro componente químico na sua composição.

Dessa forma, o teste de gravidez com pasta de dente irá reagir se sua urina estiver ácida, provocando a mudança de cor e espuma. No entanto, o resultado pode ser um diagnóstico falso de gravidez, pois muitos outros fatores podem deixar sua urina ácida.

Portanto, para obter um resultado conclusivo é preciso fazer um teste que realmente tenha comprovação científica. Em outras palavras, o teste de gravidez com pasta de dente funciona, mas não é conclusivo.

Como fazer o teste de gravidez com pasta de dente

Para fazer o teste de gravidez com pasta de dente, basta colocar um pouco de pasta de dente branca em um recipiente plástico limpo, se possível descartável, e pingar algumas gotas de urina recém-colhida.

Em seguida, é só esperar para ver a reação da mistura. Caso a pasta de dente espumar e mudar de cor, isso significa que o resultado da gravidez pode ser positivo. Caso contrário, não foi desta vez.

No entanto, como não se pode testar a eficácia dessa reação, por falta de comprovação científica e porque a acidez na urina pode ter vários outros motivos, além de gravidez, faça um teste de farmácia ou de sangue no laboratório para ter certeza.

Veja também: Como e Quando saber que estou ovulando?

Qual o melhor teste de gravidez?

O teste de gravidez com pasta de dente não é o melhor teste para confirmar uma gestação.
O teste de gravidez com pasta de dente não é o melhor teste para confirmar uma gestação.

Os testes caseiros de gravidez não possuem comprovação científica, portanto não são confiáveis para um diagnóstico conclusivo. Mesmo assim, mesmo com muitas informações disponíveis, meninas cada vez mais jovens engravidam sem planejamento.

O problema é que na maioria das vezes, essas meninas não possuem autonomia financeira para comprar um teste confiável na farmácia ou possuem acesso fácil à exames de laboratório. Assim, é muito comum essas jovens buscarem na internet alternativas para tirar suas dúvidas quanto a desconfiança da gravidez sem levantar suspeitas.

No entanto, já sabemos que esses testes, como o teste de gravidez com pasta de dente, não adiantam de muita coisa. Dessa forma, os testes de gravidez mais recomendados para revelar a gravidez de forma eficaz são o de sangue, realizado em laboratórios ou o popular teste de gravidez de farmácia.

Ambos apresentam resultados com porcentagens bem altas de certeza, podem ser realizados com rapidez e sem dor, através da detecção da presença do hormônio HCG (gonadotrofina coriônica humana) em grandes quantidades.

O hormônio encontrado somente em mulheres grávidas, tanto no sangue quanto na urina, quando há uma gestação em curso.

Leia mais: 8 Meses de Gestação: Veja o que acontece na Gravidez!

Como funciona um teste de gravidez de farmácia?

A maioria das mulheres prefere um teste da farmácia por razões práticas. Além disso, eles estão cada vez mais acessíveis e economicamente viáveis. Sem falar que já evoluíram bastante e são bastante confiáveis.

É possível encontrar no mercado dezenas de marcas diferentes de testes de farmácia, todos podendo ser feitos em casa rapidamente e de forma simples, fornecendo resultados em poucos minutos. Algumas versões digitais trazem até resultados por escrito de forma mais clara e inequívoca.

A maioria deles possuem uma fita reativa com anticorpos que reagem na presença do hormônio BhCG pela urina. No entanto, cada teste vai trazer suas instruções específicas para coletar a urina, assim como apresentar seus resultados de maneiras diferentes.

Porém, todos eles possuem o mesmo princípio, fazer com que a urina entre em contato com uma das fitas e apresentar um resultado de acordo com a reação dentro de um e cinco minutos, dependendo da marca.

Como ele deve ser feito?

Para quem não sabe, o hormônio BhCG é liberado apenas quando o óvulo já fecundado em formação embrionária se aloja no útero da mãe (mais ou menos cinco dias depois da fecundação). Assim, esse hormônio só é encontrado na urina no caso de uma gravidez em curso.

De maneira geral, as concentrações de hCG na urina são menores que no sangue, por isso recomenda-se que os testes de gravidez de farmácia sejam feitos após o atraso da menstruação (pelo menos 1 dia), já que levam mais tempo para dar positivo.

No entanto, é possível encontrar testes de farmácia modernos que prometem resultados com até 4 dias antes da próxima menstruação. Além disso, após uma semana de atraso menstrual, a sensibilidade dos testes de farmácia aumenta em até 99%.

Assim, caso o seu teste for feito após 1 ou 2 dias de atraso e der negativo, mas ainda haver suspeita, repita o teste após 1 semana. Se der positivo, o resultado deve ser confirmado com o beta hCG sanguíneo ou através da ultrassonografia obstétrica.

Caso o teste seja feito antes do atraso da menstruação, o ideal é utilizar a primeira urina do dia, para aumentar as chances de detectar a presença do hormônio. Os preços dos testes de farmácia podem variar entre R$ 10 a R$ 50.

Caso o exame for negativo e você continuar sem menstruar, procure um médico para ele investigue melhor o seu caso.

Leia mais: Após a relação quanto tempo demora para engravidar

Como funciona um teste de gravidez de laboratório?

O teste Beta hCG sanguíneo ou BhCG é o método mais confiável para diagnosticar uma gravidez. O exame tem como objetivo a dosagem sanguínea do hormônio gonadotrofina coriônica humana (hCG) através apenas da fração da molécula beta do hCG, por isso o seu nome.

Sua dosagem é feita através da coleta sangue em um laboratório de análises clínicas, através de dois tipos: o exame qualitativo, que detecta a presença do hormônio, ou quantitativo, que mede a concentração do hormônio no sangue, permitindo uma melhor estimativa do período de gestação.

Atenção: o exame quantitativo traz um resultado em números que aponta a concentração de hCG (por exemplo, 30 mUI/mL) em uma tabela que indica as concentrações de probabilidade de gravidez. Esses valores variam entre as mulheres, não sendo possível estabelecer uma relação linear entre tempo de gravidez e valor do hCG. Dessa forma, a única forma de saber de quantas semanas está a gravidez, é consultando o seu médico e informando a data da última menstruação, para calcular as semanas também através da ultrassonografia fetal.

O BhCG começa a ser produzido 6 a 8 dias após a fecundação, no momento da implantação do óvulo fecundado na parede útero. Assim, conforme o embrião e a placenta vão se desenvolvendo, mais hCG é produzido e lançado na circulação sanguínea.

Nas primeiras semanas de gestação, os níveis de hCG dobram a cada 2 ou 3 dias, podendo chegar até mais de 250.000 mIU/ml por volta da décima semana, momento em que os níveis atingem o seu valor máximo.

Os exames beta hCG mais modernos conseguem detectar o hormônio até 1 semana antes do atraso menstrual. Porém, para evitar a ocorrência de falso-negativos, sugere-se que o exame seja feito somente após a menstruação ter atrasado. O exame de sangue custa, em média, R$ 50 e pode ser realizado sem pedido médico em qualquer laboratório.

Como interpretar os resultados do beta hCG:

  • Valores de beta hCG abaixo de 5 mIU/ml são negativos, ou seja, não há gravidez;
  • Valores entre 5 e 25 mIU/ml são indefinidos, podendo significar gravidez muito recente, ou seja, sem tempo suficiente para a produção do hormônio significativa para ser detectada. Nestes casos, recomenda-se repetir o teste após três a cinco dias;
  • Valores acima de 25 mIU/ml são positivos, indicando gravidez em curso.

Leia também: Com Quantos Dias Posso Saber se Estou Gravida? Guia Completo!

Como funciona um teste de gravidez com Ultrassonografia

A ultrassonografia é outra forma de confirmar a gravidez quando a gestação já avançou algumas semanas. É através da ultrassonografia que se torna possível identificar o saco gestacional (estrutura que abriga o embrião) pulsando, o primeiro sinal de uma gravidez em curso.

Para tanto, existem duas formas de fazer a ultrassonografia: a ultrassonografia transvaginal (vagina), capaz de detectar o embrião a partir da 4ª ou 5ª semana de gravidez (1-2 semanas de atraso menstrual), ou ultrassonografia abdominal (abdômen), a partir da 7ª semana de gravidez.

Basta marcar uma consulta com o seu médico, que após confirmar a gravidez com o teste BhCG acima, pede um exame de ultrassonografia para melhorar ainda mais o diagnóstico e identificar as semanas de gravidez.

Leia mais: Gravidez semana a semana

O que fazer no caso de uma gravidez?

O melhor a fazer em caso de gravidez é tomar as devidas precauções.
O melhor a fazer em caso de gravidez é tomar as devidas precauções.

Caso você tenha feito um dos testes acima e tenha obtido um resultado positivo, marque logo uma consulta com o seu médico ginecologista-obstetra para iniciar logo o seu pré-natal.

Só um médico especialista poderá examinar você de forma adequada e prescrever todas as vitaminas e exames necessários para garantir uma gestação saudável e livre de riscos, tanto para você quanto para o seu futuro bebê.

Para muitas mulheres, principalmente quem estava tentando engravidar por algum tempo, estar grávida é uma das melhores experiências da vida que podemos passar. A possibilidade de gerar uma criança é um verdadeiro milagre.

Portanto, a fim de garantir que vocês dois se mantenham saudáveis durante todo esse período até o nascimento é essencial tomar alguns cuidados e rever alguns hábitos. Veja abaixo:

1. Mantenha uma alimentação saudável

Uma alimentação saudável é fundamental a vida inteira, mas no período da gravidez os cuidados com a alimentação devem ser dobrados, pois irá influenciar na saúde do bebê também.

Portanto, se você não tinha hábitos alimentares saudáveis antes de engravidar, a hora é essa. Assim, inclua alimentos que regulam os índices de açúcar e gordura, verduras, legumes e frutas. Além disso, beba também bastante água para manter o corpo hidratado.

2. Pratique exercícios físicos

Obviamente, você não vai fazer exercícios com a mesma intensidade de antes e sem as instruções médicas. Até porque você vai precisar fortalecer seus músculos e se preparar para aguentar o estresse físico do parto.

Para tanto, evite fazer exercícios com risco de cair ou de impacto. As caminhadas, a hidroginástica, pilates e yoga são ideais. O importante é se movimentar e manter a boa circulação e oxigenação sanguínea.

3. Evite o consumo de cafeína

A cafeína presente no café, chás e outras bebidas como os refrigerantes é muito apropriada durante a gravidez. Mas não precisa cortar por completo, mas maneirar no seu consumo diário para não afetar a saúde do bebê.

4. Evite banhos quentes

É comum as grávidas procurarem tomar banhos quentes ou saunas para relaxar. No entanto, a alta temperatura pode interferir na pressão arterial, principalmente se você já costuma ter pressão alta. Sendo assim, antes de adotar esse método, consulte o seu médico.

Aproveite para descansar

Durante os primeiros trimestres de gravidez é muito comum sentir um cansaço e o corpo mais pesado. Além disso, toda a sua energia fica voltada para o desenvolvimento do bebê. Por isso, aproveite para descansar e dormir por mais tempo. Se permita relaxar bastante e curtir esse momento da gestação.

6. Siga e respeite o Pré Natal

A única forma de garantir uma gravidez saudável é através de cuidados antecipados por meio de um bom pré-natal, a fim de verificar o desenvolvimento do bebê e da gestação a cada semana, evitando ou detectando possíveis complicações.

7. Fique longe do cigarro e do álcool

Se você fuma e costuma beber, mesmo que socialmente, saiba que neste período você vai ter que evitar esses hábitos se não quiser colocar em risco a vida de seu bebê. O cigarro e o álcool podem afetar seriamente a saúde do bebê, podendo provocar uma série de complicações sérias e dificultar o seu parto.

O cigarro ou até mesmo a sua fumaça agrava problemas de circulação e podem provocar problemas respiratórios no bebê. O álcool pode provocar diversas doenças e causar dependência no bebê quando ele nascer.

Agora que você já viu que teste de gravidez com pasta de dente não pode ser confiável, vai poder fazer um teste eficaz caso esteja desconfiada de estar grávida. Caso seja positivo, tome os devidos cuidados. E aí gostou? Conta pra gente a sua experiência!

Leave A Reply

Your email address will not be published.