Take a fresh look at your lifestyle.

Sintomas de Gravidez nos Primeiros Dias de Fecundação!

Conheça 11 sintomas de gravidez e prepare-se para a chegada do bebê.

Alguns sintomas de gravidez nos primeiros dias de fecundação já são perceptíveis, você sabia?

Acontece que a maioria das mulheres não repara nos sintomas de gravidez nos primeiros dias de fecundação pois muitas não estão atentas às mudanças que começam a acontecer no próprio corpo.

São sintomas muitas vezes corriqueiros, mas que quando aparecem combinados merecem uma atenção especial – e um teste de gravidez, naturalmente.

Às vezes esses sintomas são tão sutis que são mesmo imperceptíveis se você não está atenta esperando por eles.

Por esse motivo, muitas mulheres que estão tentando engravidar acabam descobrindo rapidinho que estão grávidas, já que estão atentas a todas as mudanças que querem viver.

A gente vai te explicar um pouco mais sobre esses sintomas e te ajudar a ficar não só desconfiada, mas te incentivar a correr para a farmácia para comprar – e fazer – um teste de gravidez imediatamente.

Então, quais são esses sintomas de gravidez nos primeiros dias de fecundação? Como eles se apresentam? Por que eles acontecem?

Principais sintomas de gravidez nos primeiros dias de fecundação

1. Corrimento vaginal cor de rosa

Pouca gente sabe que existe um sintoma de fecundação praticamente imediato, já que ele pode ocorrer desde alguns minutos após a relação sexual e em até três dias após a mesma – período que os espermatozoides se mantêm vivos no corpo da mulher após a relação e durante o qual é possível ocorrer a fecundação.

Algumas mulheres podem apresentar um leve corrimento cor de rosa no momento em que ocorre a fecundação.

Muitas vezes ele é percebido de forma muito discreta, apenas quando a mulher se limpa após usar o banheiro.

Outras vezes ele é intenso o suficiente para manchar a calcinha, mas nunca a ponto de ser confundido com um sangramento menstrual.

Então, se isso acontecer, prepare-se, pois pode ser um bebê a caminho!

Fique atenta aos sintomas e prepare-se para a chegada do bebê.

2. Cansaço extremo

O cansaço é um dos primeiros e principais sintomas de gravidez nos primeiros dias de fecundação.

Seu corpo precisa de muita energia para se preparar para o que está por vir, portanto, concentra essa energia nessa preparação – e consequentemente falta energia para o restante das suas atividades.

Logo nos primeiros dias após a fecundação, você já vai sentir um cansaço maior do que de costume e vai perceber que tem dificuldades para realizar as mesmas atividades que sempre realizou sem se sentir muito exausta.

Você vai precisar de mais tempo de sono para se sentir descansada e ficará cansada mais cedo do que de costume, querendo logo voltar a dormir.

O cansaço é um dos sintomas que pode – e provavelmente vai – te acompanhar ao longo das quarenta semanas de gestação.

Não se assuste pois isso é natural e, embora você possa tomar algumas providências para aumentar a sua disposição, o melhor mesmo é se permitir descansar tanto quanto possível.

3. Cólicas e leve inchaço abdominal

É comum que, nos primeiros dias após a fecundação, a mulher sinta algumas cólicas similares à cólica menstrual, mas o sinal de alerta é se isso ocorre sem ser perto de iniciar o período menstrual.

Essa cólica ocorre porque, após a fecundação, aumenta o fluxo sanguíneo na região pélvica. Então, é necessária a ação de hormônios para preservar o embrião que está se formando e a gestação “vingar”.

Essa agitação toda causa desconforto e possivelmente uma dor muito parecida com as cólicas menstruais.

Algumas mulheres podem até ter um leve sangramento muito parecido com a menstruação nesse período, mas numa quantidade e intensidade muito menores.

Um pouco mais conhecido como um dos sintomas de gravidez nos primeiros dias de fecundação é o inchaço da região pélvica.

Por isso, algumas mulheres percebem as roupas mais justas, as calças que antes serviam bem agora estão apertadas, a calça jeans não fecha…

Comumente as pessoas atribuem esse inchaço ao crescimento da barriga durante a gestação, mas na verdade esse inchaço ocorre por causa dessa agitação na região pélvica.

Após a sétima semana de gestação, o inchaço começa a diminuir e a barriga começa a endurecer na região abaixo do umbigo – aí sim é a barriguinha de grávida começando a se formar.

Cólicas e inchaço abdominal são sintomas que podem surgir logo nos primeiros dias.

4. Enjoos, vômitos e aumento considerável da salivação

Os enjoos – especialmente os matinais – estão entre os principais sintomas de gravidez nos primeiros dias de fecundação.

Não necessariamente o enjoo vem acompanhado de vômito, pelo contrário, o enjoo é muito mais comum e a maioria das mulheres não vomita sempre que fica enjoada.

Comer alguma coisa logo que acorda, antes mesmo de sair da cama, é um excelente meio de aliviar esse desconforto do enjoo matinal.

Ao longo do dia, procure beber água ou outros líquidos gelados para amenizar a incidência de episódios de enjoos e vômitos.

A salivação também tem um aumento considerável, o que contribui e muito para o aparecimento dos episódios de vômito e enjoo.

5. Espinhas, cravos e pele oleosa

A explosão de atividade hormonal que acontece no corpo da mulher durante toda a gestação, mas especialmente no princípio, pode levar ao aumento da acne.

A pele fica mais oleosa e isso aumenta a probabilidade do aparecimento de cravos e espinhas.

Esse problema pode ser facilmente controlado usando os dermocosméticos indicados. Além disso, tomar muito líquido ajuda a diminuir a oleosidade e eliminar as impurezas.

6. Seios inchados e sensíveis

Outro dos principais e mais conhecidos sintomas de gravidez nos primeiros dias de fecundação é o inchaço dos seios e o aumento da sensibilidade, especialmente dos mamilos.

Aquela atividade hormonal intensa que já citamos faz com que os seios também comecem a se preparar para a futura amamentação.

Há um estímulo hormonal das glândulas mamárias para que se desenvolvam e possam, futuramente, suprir as necessidades do bebê.

Para algumas mulheres, é possível notar um escurecimento dos mamilos, causado pelo aumento do fluxo sanguíneo na área.

Além do inchaço e do aumento da sensibilidade, muitas mulheres sentem dor nos mamilos que ficam tão sensíveis a ponto do simples contato com o tecido do sutiã ou da blusa causar dor intensa.

Os seios ficam bastante sensíveis após a fecundação.

7. Sensação de incômodo com cheiros

É muito comum que um dos primeiros sintomas de gravidez nos primeiros dias de fecundação seja a sensação de incômodo ao sentir determinados cheiros.

A maioria das mulheres se incomoda com cheiros fortes, mas isso varia muito de mulher para mulher. Algumas se sentem enjoadas com perfumes, cheiros de produtos de higiene e beleza ou produtos de limpeza.

A realidade é que não existe uma regra. De maneira geral, as mulheres grávidas se incomodam com cheiros mais fortes, mas algumas relatam sentir náuseas com cheiros suaves e familiares.

Não é raro algumas mulheres se incomodarem e sentirem enjoos com o cheiro de uma comida que gostam, por exemplo.

Esse é outro dos sintomas de gravidez nos primeiros dias de fecundação que provavelmente vai te acompanhar ao longo de toda a gestação – em maior ou menor intensidade, mas geralmente ele se faz presente o tempo todo.

8. Variações de humor

As variações de humor são um sintoma famoso da gravidez que acompanha a gestante do início ao fim das quarenta semanas de espera.

Muitos são os fatores que explicam essa variação de humor durante a gestação e entre eles, claro, está essa intensa atividade hormonal que bagunça toda a vida da mulher grávida.

Todas as grávidas sentem essas alterações de humor ao longo de todo o período gestacional. A sensibilidade fica à flor da pele e é muito comum que a grávida chore literalmente por qualquer coisa.

Além da questão da agitação dos hormônios, existe o fator emocional que também contribui para essas alterações.

A grávida vive uma montanha-russa de sentimentos que variam desde a alegria pela chegada do bebê até a preocupação com as responsabilidades que chegarão junto com a nova vida.

E no meio disso tudo ainda tem os fatores particulares da vida de cada gestante.

Ufa! É muita coisa!

Então essas variações não são apenas normais durante a gravidez – são esperadas. E devem ser levadas a sério.

Você sabia que juridicamente a mulher é aconselhada a não tomar decisões importantes durante a gestação?

Por exemplo, se o casal decide se separar durante a gestação, muitos juízes regulamentam pensão e visitas, mas pedem para aguardar o nascimento do bebê para a assinatura dos papéis do divórcio.

Em alguns países, a gestação serve até como alívio para determinação de penas no caso da gestante ter cometido algum delito!

Felizmente a informação está chegando e as pessoas estão deixando de achar que tudo que a grávida faz é frescura.

É comum que a gestante e algumas pessoas próximas se preocupem se o bebê está sendo afetado por toda essa variação de humor. Mas isso só acontece quando o estresse é muito grande. Essas pequenas alterações de humor do dia a dia não afetam o bebê.

As alterações de humor sentidas durante a gravidez não afetam a saúde do bebê.

9. Sono

Sono, sono, sono! Sono infinito e o tempo todo!

A grávida acorda com sono e passa o dia com muito sono!

A principal causa do sono durante a gestação é a queda de pressão arterial que ocorre por causa da redução da glicose no sangue e da má alimentação – que muitas vezes não pode ser evitada graças aos enjoos e vômitos frequentes.

Outro fator que contribui para deixar a grávida sonolenta é o cansaço intenso que ela sente. O sono é uma forma do corpo pedir descanso e repouso.

10. Tonturas e dor de cabeça

Lembra dos hormônios? Sempre eles! Então, eles também são responsáveis pelas dores de cabeça que você provavelmente terá ao longo de toda a gestação.

Tonturas e dores de cabeça são sintomas de gravidez nos primeiros dias de fecundação que podem te acompanhar ao durante toda a gestação.

As tonturas estão relacionadas a queda da pressão arterial e a possível fraqueza causada por enjoos e vômitos – e a má alimentação em consequência deles.

A dor de cabeça causada pela ebulição de hormônios durante a gestação costuma ser fraca, porém, contínua, então, nem toda dor de cabeça é culpa dos hormônios. Se o desconforto persistir, é bom procurar um médico.

11. Vontade de fazer xixi o tempo todo

Entre os sintomas de gravidez nos primeiros dias de fecundação, a vontade de fazer xixi toda hora é um dos mais conhecidos e está entre os mais inconvenientes, afinal, esse sintoma vai te acordar de madrugada e te impedir de descansar pelo tempo que você gostaria.

Esse é outro sintoma que irá acompanhar você do início ao fim da gestação, então, por mais que você o deteste, é melhor se acostumar com ele.

Procure tomar bastante líquido, mesmo que isso possa aumentar a quantidade de vezes que você vai ao banheiro e seja ainda mais inconveniente.

Mas ingerir bastante líquido vai ajudar a prevenir a ocorrência de infecção urinária, que apesar de comum fora da gestação, durante o período gestacional pode ser bastante grave e trazer um inconveniente ainda maior do que ir ao banheiro diversas vezes ao dia.

Outra dica para melhorar a ingestão de líquidos e aumentar a qualidade da sua hidratação, bem como a manutenção do líquido amniótico, é ingerir pequenas porções de líquido de cada vez.

Beber aquele copão de uma vez só não vai ter o mesmo efeito pois a vontade de fazer xixi logo virá e seu corpo não terá tempo de absorver a quantidade de líquido necessária.

Portanto, tome líquido o tempo todo e em pequenas quantidades.

Sobre a vontade constante de fazer xixi, não tem nada que possa ser feito para evitar que ela aconteça. Ela irá te acompanhar até instantes antes do seu parto!

Considerações finais

É bom deixarmos claro que apresentar um desses sintomas isoladamente não significa que você está grávida. Pelo contrário, cada um deles pode ter muitas explicações.

Mas quando vários desses sintomas aparecem ao mesmo tempo, é bom você desconfiar. Fazer um teste de farmácia pode ser uma boa ideia para ficar mais tranquila – ou não!

Agora que já falamos sobre os primeiros sintomas de gravidez nos primeiros dias de fecundação, esperamos que você esteja alerta e possa perceber que eles chegaram e que logo terá mais um “indivíduo” chegando na sua vida.

Lembre-se de consultar um médico de confiança se notar qualquer novidade em seu corpo.

Leave A Reply

Your email address will not be published.