Take a fresh look at your lifestyle.

Selagem no Cabelo: Como Fazer? Para que Serve?

Todo mundo sabe que submeter os cabelos à químicas faz mal, principalmente após procedimentos sucessivos como alisamentos, luzes, coloração ou descoloração. Mesmo assim, sabemos o quanto é difícil deixar de fazer qualquer um deles. Por isso, se não puder evitar, o ideal é intercalar a sua frequência e apostar em tratamentos específicos para manter os fios saudáveis, como a selagem no cabelo.

A selagem capilar é um procedimento para disciplinar os fios e recuperar o brilho e a maciez, ajudando a reduzir o volume e o frizz dos cabelos danificados pela química constante.

Como muitas mulheres não abrem mão de alguns procedimentos químicos, o tratamento logo se tornou bastante popular nos salões de beleza por ser capaz de reestruturar e reconstruir a fibra capilar, devolvendo os nutrientes e proteínas perdidos ao longo do tempo por todos esses procedimentos todos.

Atuando dentro da fibra, a selagem no cabelo age fechando as cutículas, promovendo um efeito “liso”, sem fazer uso do formol ou de outras químicas, com o principal objetivo de hidratar profundamente e reconstruir os fios, devolvendo a sua beleza natural e saúde aos cabelos.

A sua composição principal é a queratina, tendo como principais ferramentas o secador e a prancha, e sendo indicado especialmente para os cabelos quimicamente tratados ou danificados pelo ressecamento ou que sofrem de efeito elástico e emborrachado.

Embora não seja um alisamento, a selagem capilar é bastante confundida com outros processos químicos alisadores, gerando muitas dúvidas para quem deseja encontrar novas soluções para tratar os cabelos.

Sendo assim, vamos esclarecer tudo sobre o procedimento de selagem no cabelo abaixo e acabar com a curiosidade de todos. Bora conferir!

O que é Selagem Capilar?

A selagem capilar é um tratamento reconstrutor à base de queratina.
A selagem capilar é um tratamento reconstrutor à base de queratina.

A selagem capilar é um tratamento para os cabelos à base de queratina com a função de fechar as cutículas dos fios, selando a estrutura de toda a fibra capilar para que os cabelos não percam vitaminas e nutrientes necessários para se manterem saudáveis.

Normalmente, o tratamento é indicado aos cabelos fragilizados ou danificados por procedimentos químicos, em especial os alisamentos (escova progressiva) e demais colorações (luzes, mechas californianas, descoloração), a fim de reestruturar e reconstruir os fios, devolvendo o brilho e a beleza natural dos cabelos saudáveis.

A queratina, é uma proteína sintetizada pelo nosso próprio organismo que ajuda a formar as unhas e a fibra dos cabelos, sendo responsável pela sua força e resistência, muito importantes para o crescimento e vitalidade deles.

Por conta da química utilizada em alguns procedimentos capilares, a estrutura da fibra capilar acaba sendo modificada e, muitas vezes, danificada no processo devido a perda de nutrientes essenciais, como a própria queratina.

Por isso, após algum tempo de sucessivos procedimentos, o cabelo precisa repor esses nutrientes, através de tratamentos reconstrutores.

Assim, a selagem no cabelo atua como um reparador, nutrindo e envelopando profundamente os fios para repor a queratina perdida e impedir a perda de nutrientes, trazendo de volta a saúde aos cabelos.

Selagem capilar alisa os fios?

De acordo com dermatologistas da Sociedade Brasileira de Dermatologia – SBD, a selagem no cabelo não tem a função de alisamento. O procedimento apenas garante o realinhamento e reestruturação dos fios, através da reposição de nutrientes e hidratação, que melhoram a sua textura após a aplicação da queratina.

Talvez por conta disso, acaba dando um efeito mais “liso” aos cabelos ao acabar com o frizz e o ressecamento. Além disso, deixa os fios mais disciplinados e com menos volume.

Mas não tem o poder de alisar. Quando isso acontece, é bem provável que o procedimento tenha sido associado à algum outro produto específico (formol, guanidina, tioglicolato de amônia ou etanolamina) para esta finalidade, que não a queratina.

Portanto, quando for fazer uma selagem no cabelo, fique atenta aos produtos e ingredientes em sua composição (formaldeído ou poliformol). Vamos falar sobre alguns procedimentos capilares muito comumente confundidos com a selagem no cabelo mais para frente no artigo.

Selagem capilar para que serve: Indicações

A selagem capilar é mais recomendada aos cabelos danificados por procedimentos químicos.
A selagem capilar é mais recomendada aos cabelos danificados por procedimentos químicos.

A selagem capilar é indicada para quem está com os cabelos muito danificados por conta de cutículas abertas durante procedimentos químicos como a escova progressiva, luzes e descolorações.

Em geral, todos esses procedimento acabam modificando a estrutura da fibra capilar, fazendo com que ela perca a sua hidratação e nutrientes essenciais para manter a sua resistência e brilho.

Por isso, a selagem no cabelo é mais recomendada para quem precisa repor esses nutrientes e reestruturar os fios danificados pelo ressecamento. Tudo vai depender do estado do seu cabelo. Se ele estiver muito danificado, elástico e frágil, a reposição da queratina poderá ajudar.

Mas cuidado, se a fibra capilar não tiver sofrido agressões, a queratina em excesso pode provocar um enrijecimento desnecessário na fibra, podendo ocasionar ressecamento e quebra dos fios.

Portanto, nada de exagerar na quantidade de produtos capilares com queratina ou selagem no cabelo desnecessária. Não é porque tá todo mundo falando sobre isso que o seu cabelo também precisa. Sempre avalie antes as condições do seu cabelo e tire suas dúvidas com um profissional antes de submetê-los a qualquer tratamento.

Leia mais: Cabelo Elástico: Como Recuperar? Dicas!

Diferença entre selagem e outras técnicas capilares

A selagem no cabelo pode ser confundidacom outros procedimentos para alisar os cabelos.
A selagem no cabelo pode ser confundidacom outros procedimentos para alisar os cabelos.

Desde que surgiu, a selagem capilar vem sendo muito confundida com as escovas progressivas e outros procedimentos para alisar o cabelo. Isso acabou por gerar muitas dúvidas quanto ao no que investir como tratamento.

A verdade é que a ação reconstrutora da queratina acaba deixando os fios mais alinhados, densos e disciplinados, reduzindo bastante o volume dos fios. Mas isso depende muito do tipo de cabelo, e o efeito “liso” não é necessariamente o seu objetivo e nem garantido que será obtido. Dá pra entender o que eu estou querendo dizer?

O problema é que existem muitos tratamentos alisadores vendidos como selagens. Por isso, se você está procurando por um tratamento APENAS RECONSTRUTOR, sem que os cabelos sejam necessariamente alisados, a selagem no cabelo é uma opção.

Neste caso, fique de olhos bem abertos na composição do produto escolhido para o procedimento de selagem no cabelo. Se além da queratina a sua composição conter formol, tioglicolato de amônio, etalonamina ou semelhantes, o seu cabelo será alisado.

Fora os procedimentos alisadores ou realinhamento capilar, a selagem capilar também é muito confundida com a cauterização ou plástica capilar, a nanoqueratinização e a reconstrução capilar simples. Porém todos eles, inclusive a escova progressiva, utilizam produtos com processos e finalidades diferentes.

Sendo assim, é fundamental conhecer cada uma das técnicas para escolher a mais indicada e garantir que o profissional fará exatamente aquilo que você deseja. Veja as principais diferenças entre todos eles abaixo:

Escova Progressiva

A principal diferença entre a selagem no cabelo e escova progressiva está na finalidade dos procedimentos. Enquanto a selagem é apenas um tratamento de reestruturação dos fios, a progressiva tem apenas a função de alisar modificando a estrutura do fio e não de tratá-los.

Para tanto, a escova progressiva utiliza substâncias químicas como o formol, o tioglicolato de amônio, guanidina, etalonamina, e NÃO queratina. Por conter essas substâncias, mesmo que em poucas quantidades, a escova progressiva faz mal e acaba prejudicando a fibra capilar, exigindo cuidados após o procedimento.

Leia mais: O que é Escova Inteligente? Tem Formol?

Cauterização ou Plástica Capilar

Já a cauterização é um procedimento bastante semelhante à selagem no cabelo, por também ser uma forma de tratamento reconstrutor dos fios com queratina.

A cauterização tem a função de recuperar a elasticidade do cabelo, repondo proteínas ao agir no córtex e nas cutículas, por dentro do fios. Ou seja, é uma espécie de hidratação profunda para cabelos porosos, danificados e ressecados que sela as escamas dos fios, selando as pontas duplas e realinhando a fibra do cabelo.

A diferença entre as duas técnicas é que a selagem deixa o cabelo com aspecto mais liso, enquanto a cauterização apenas hidrata. Ambas são feitas em etapas, mas o intervalo para refazer o procedimento também varia: a selagem dura até três meses, enquanto a cauterização pode ser repetida após um mês ou até menos.

Nanoqueratinização

A Nanoqueratinização é outro procedimento que pode ser facilmente confundida com a selagem capilar por utilizar a queratina como base. Porém, o procedimento utiliza uma escova ligada a um aparelho contendo queratina líquida. Durante o procedimento, os cabelos são escovados mecha a mecha, liberando a queratina em forma de vapor, depois finalizados com a chapinha de cerâmica.

Reconstrução Capilar

A reconstrução capilar é uma velha conhecida de quem já mantém um cronograma capilar em sua rotina. Ela pode ser feita em todos os tipos de cabelos que estão sofrendo de opacidade, aspereza, ressecamentos ou que embaraçam e quebram com facilidade.

Normalmente o tratamento é feito com queratina aliado à máscaras reconstructoras para repor proteínas, aminoácidos e minerais, hidratantes essenciais para a estrutura dos cabelos. É um tratamento bastante simples que pode ser feito facilmente em casa.

Leia mais: Reconstrução Capilar Caseira: Como fazer? Funciona?

Selagem com formol estraga o cabelo

Agora que você já sabe a diferença entre todos os tratamentos de cabelo normalmente confundidos ou chamados de selagem, é fundamental entender que fazer selagem com formol estraga o cabelo.

Portanto, se o intuito da selagem no cabelo for tratar os fios, esse tipo de “selagem” não vai funcionar. E o pior: vai estragar ainda mais os cabelos.

Quando além da queratina, o produto usado para a selagem tiver formol, ele vai alisar os cabelos, mas você pode correr vários outros riscos além do ressecamento e aumentar a porosidade dos fios.

A ANVISA exige que produtos que contenham formol em sua composição devem manter as concentrações abaixo de 0,2% para não causar diversos efeitos colaterais, como queimaduras, descamação do couro cabeludo, queda de cabelo, ardência nos olhos, falta de ar, tosse, dor de cabeça, enjoo, vômito e até desmaio.

O problema é que muita gente procura a selagem no cabelo por conta do efeito “alisado”. E essa quantidade liberada pela ANVISA não é suficiente para se obter o resultado alisado desejado.

É sempre bom lembrar também, que a selagem capilar, apesar provocar esse efeito, não tem esse objetivo, portanto não pode garantir os mesmos resultados de uma escova progressiva.

Se o seu intuito de selagem no cabelo for também alisar, opte por produtos alternativos para alisamento, como o tioglicolato de amônio e a etalonamina, substâncias semelhantes ao formol, que causam menos danos aos cabelos e à saúde.

Leia mais: Progressiva estraga o cabelo? Veja a nossa opinião!

Como fazer selagem no cabelo

A selagem no cabelo é feita por etapas e pode demorar um pouco, dependendo do comprimento.
A selagem no cabelo é feita por etapas e pode demorar um pouco, dependendo do comprimento.

O processo de selagem no cabelo é feito por etapas e exige cuidados na hora de fazer, mas não é complicado. Mas por conta do número de etapas, a selagem capilar pode demorar um pouco, dependendo do tamanho e quantidade de cabelo. Em média, a sessão leva 1h30min.

Para dar início ao procedimento, o profissional faz uma lavagem nos cabelos com shampoo de limpeza profunda (anti resíduos) para abrir as cutículas dos fios, eliminar todo o acúmulo de impurezas e prepará-los para que eles absorvam melhor o produto aplicado.

Em seguida o produto selante é aplicado nos fios mecha por mecha, deixando agir por alguns minutos. Para finalizar, as cutículas são novamente fechadas com o auxílio do calor de um secador e/ou prancha, pois o selante é ativado pelo calor e as cadeias de enxofre dos fios são reorganizadas. Depois, os cabelos são lavados e finalizados como se costume.

O segredo para obter o melhor resultado é está na qualidade do produto utilizado e no cuidado ao distribuir bem o produto durante a sua aplicação, além de não esquecer nenhuma mecha na finalização.

Passo a passo fazer selagem no cabelo em casa

Se você não tem tempo para ir ao salão, não tem ou não quer gastar dinheiro para fazer selagem no cabelo, pode seguir o passo a passo abaixo para fazer o tratamento em casa:

  • 1º passo: misture 2-3 colheres de sopa de uma máscara de reconstrução de sua preferência com 1-2 colheres de sopa de queratina líquida (de sua preferência) e reserve.
  • 2º passo: lave os cabelos com um shampoo antirresíduo para tirar impurezas, abrir as cutículas e preparar os fios para receber o tratamento.
  • 3º passo: retire o excesso de água dos cabelos com uma toalha.
  • 4º passo: penteie os fios, separando-os em mechas e aplique a mistura em todas elas com todo o cuidado (da raiz às pontas), envelopando bem.
  • 5º passo: deixe a mistura agir por 15 minutos.
  • 6º passo: seque os cabelos com o secador puxando os cabelos para baixo, depois passe a chapinha nas mechas secas, esticando bem.
  • 7º passo: com os cabelos frios, enxágue-os com água fria em abundância.
  • 8º passo: misture 2 colheres de vinagre de maçã com 1 colher de condicionador para selar os fios, e passe nos cabelos, deixando agir por mais 15 minutos.
  • 9º passo: enxágue tudo tirando o excesso de água com uma toalha.
  • 10º passo: Para finalizar, utilize novamente o secador e a chapinha, aplicando um protetor térmico, ou deixe o cabelo secar naturalmente.

Recomenda-se deixar de lavar os cabelos por três dias, no máximo.

Selagem no cabelo: quanto tempo dura?

A selagem no cabelo costuma durar dois ou três meses, e pode ser repetida após esse período, dependendo do grau de danos dos fios.

A quantidade e frequência de sessões vai depender do nível de sensibilização dos cabelos, e devem ser determinadas por um profissional. Se a selagem no cabelo for com alisamento, só poderá ser repetida conforme o efeito passar, como na escova progressiva.

Leia mais: Como Engrossar o Cabelo Rápido? Diversas Dicas!

Como cuidar dos cabelos após a selagem

É preciso seguir com alguns cuidados após a selagem no cabelo.
É preciso seguir com alguns cuidados após a selagem no cabelo.

Não existem recomendações de cuidados especiais antes de fazer a selagem no cabelo, pois ela é compatível com qualquer tipo de química, justamente por não envolver químicas em seu procedimento. *Salvo exceções que associam substâncias alisadoras no processo.

Porém, depois do tratamento o cabelo estará mais macio, brilhante e sedoso. Assim, para prolongar a duração do efeito é preciso seguir com os cuidados especiais abaixo:

  • Use uma linha de tratamento específica para cabelos danificados (shampoo, condicionador, máscara, leave-in), para ajudar a tratar os fios nas semanas seguintes ao procedimento, se possível da mesma marca do produto utilizado.
  • Evite ao máximo o uso de secador, chapinha e babyliss para dar tempo do cabelo se recuperar e ajudar os agentes naturais do corpo agirem a favor dos fios.
  • Mantenha o cronograma capilar em dia com hidratação, nutrição e reconstrução para somar ao tratamento.
  • Dê um tempo dos outros procedimentos, como tintura ou alisamentos após a realização do procedimento para não potencializar os danos.
  • Evite usar shampoos de limpeza profunda ou anti-resíduos, para não reduzir a duração do efeito do procedimento.
  • Quando lavar os cabelos, use bastante condicionador para diminuir a fragilidade dos fios e ajudar a fechar as cutículas abertas pelo shampoo.

Contraindicações e riscos associados à selagem

Normalmente a selagem no cabelo não oferece riscos, pois é um tratamento capilar à base de proteína, e não utiliza química. Porém, ainda existem algumas contra indicações dependendo da sensibilidade de cada pessoa, se o procedimento for realizado de forma imprudente e incorreta ou se houver associação de químicas agressivas desconhecidas.

Assim sendo, seguem os possíveis riscos e contraindicações a serem respeitados:

  • Pessoas com couro cabeludo muito sensível a altas temperaturas,devem evitar a selagem no cabelo devido ao calor emitido no processo de finalização para fechar as cutículas.
  • Pessoas alérgicas às substâncias usadas no tratamento também devem evitar o procedimento ou consultar um dermatologista antes de realizá-lo.
  • Cabelos extremamente sensibilizados, a ponto de não poder se submeter a uma fonte de calor, não são recomendados.
  • Caso a selagem no cabelo seja associado ao alisamento, pessoas com couro cabeludo sensível ou muito oleosos devem evitar o procedimento.
  • Pessoas com cabelos virgens não são totalmente contraindicadas, mas não obterão os melhores resultados.
  • Cabelos virgens e saudáveis devem evitar o procedimento pelo excesso de queratina que pode causar enrijecimento dos fios.
  • O calor da chapinha na temperatura errada (acima de 230 ºC) pode queimar os fios e ressecá-los ainda mais, pois o cabelo só aguenta no máximo 200 ºC.

Dúvidas frequentes

Embora tudo tenha sido explicado acima, você pode ter ficado alguma dúvida que você ainda queira esclarecer quanto à selagem no cabelo. Veja a seguir:

1. Selagem pode danificar ou quebrar o cabelo?

Apesar de usar secador e prancha no processo, a selagem no cabelo não danifica os fios, tampouco promove as quebras. Pelo contrário, a técnica trata os cabelos e ainda alisa naturalmente, devolvendo os nutrientes e brilho aos fios. No entanto, se o procedimento for feito de maneira errada, excedendo na quantidade de queratina ou de tempo no cabelo, a fibra endurece demais, podendo causar quebras.

2. A selagem capilar utiliza química?

Não. Aliás, é um procedimento muito indicado para o tratamento de cabelos danificados por algum tipo de química. Por sinal, cabelos quimicamente tratados perdem o lipídio 18-MEA, que tem a função de manter o cabelo hidratado. E a única maneira de repor esse nutriente é através da queratina, base da selagem capilar, que ajuda a encapar os fios e impede que os fios percam água.

3. Gestantes podem fazer selagem?

Mesmo não utilizando formol ou outra química, a selagem não é recomendada para mulheres grávidas. Recomenda-se a hidratação ou cauterização como alternativas. Caso, a gestante insista, que seja feita após o terceiro mês, desde que não contenha nenhuma substância química alisadora, apenas queratina.

4. Pode fazer selagem no cabelo cacheado?

Apesar da selagem no cabelo não ser um procedimento para alisar os cabelos, ela tem um efeito “liso”, pois a queratina fecha as cutículas abertas reduzindo o volume e o frizz.

Assim, se o objetivo é manter os cachos, a selagem no cabelo pode deixá-los mais soltos e sem volume, mesmo que não sejam totalmente alisados. Então, melhor optar por outros procedimentos. E se o intuito for alisar, não haverá problemas, mesmo assim existem outros procedimentos mais eficazes.

5. De quanto em quanto tempo posso fazer selagem no cabelo?

Isso vai depender do estado de saúde do seu cabelo. O efeito da selagem no cabelo costuma durar por três meses, dependendo da quantidade de vezes que você lava o cabelo. Mesmo assim, a selagem não pode ser repetida em excesso, pois muita queratina provoca um efeito contrário, deixando os cabelos mais grossos e endurecidos.

6. O procedimento de selagem capilar pode ser feito em casa?

Pode sim, mas peça orientação de um profissional com relação às etapas, duração e produtos usados. Você pode seguir os passo a passo descrito acima.

7. Qual o profissional adequado para fazer a selagem capilar?

A selagem no cabelo parece simples, mas também é fácil cometer erros, ainda mais se os produtos escolhidos tiverem químicas. O ideal é que seja feita com um profissional capacitado de sua confiança.

8. Que produtos podem ser usados na selagem?

Hoje no mercado existem linhas completas para selagem no cabelo, com produtos específicos para cada uma das etapas (shampoo anti-resíduos, queratina líquida, máscara de hidratação reconstrutora e protetor térmico). Além disso, você vai precisar de um secador de cabelo e prancha de cerâmica.

9. Cabelo com selagem volta ao normal?

Por não usar química, a selagem no cabelo pode voltar ao normal sim, pois a sua duração é de três meses, dependendo do quanto você lava os cabelos e de quantas vezes faz outros procedimentos químicos. Além disso, a selagem é apenas um tratamento reconstrutor e não alisador definitivo.

10. Pode fazer selagem no cabelo masculino?

Sim. Cada vez mais homens estão adeptos aos procedimentos capilares de beleza e utilizando alisamentos, tinturas e descolorações. Sendo Assim, o cabelo deles também podem sofrer danos e ficar ressecados, necessitando de tratamentos para recuperar os fios. Portanto, pode perfeitamente fazer selagem no cabelo masculino.

E aí, conseguiu tirar todas as suas dúvidas? Pronta para devolver a beleza e maciez aos seus cabelos? Então depois, volte para nos contar o resultado!

Leave A Reply

Your email address will not be published.