Take a fresh look at your lifestyle.

Realinhamento Capilar: Funciona? Veja 10 Benefícios!

A impressão é que a cada estação surge uma nova tendência de beleza transformadora capaz de revolucionar todas as técnicas já existentes. Principalmente com relação aos cabelos, que conforme as tendências de moda vão surgindo, novos tratamentos vão sendo inventados para acompanhar essas mudanças. É o caso do realinhamento capilar, que aproveitando a decadência dos processos químicos de alisamento, pegou carona na tendência alisada, porém reinventada dos fios naturalmente alinhados.

Foi a partir da década de 2000, que a moda dos cabelos lisos “escorridos” invadiu os salões de beleza trazendo milhares de técnicas de alisamentos químicos capazes de alterar a estrutura capilar a fim de conseguir esse efeito tão desejado.

No entanto, não demorou muito para que os problemas com os produtos utilizados começassem a surgir, devido às sua altas concentrações de formol. Assim, após constatarem altos índices de acidentes e mortes causadas por essa substância, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) foi obrigada a regulamentar a quantidade de formol desses produtos.

Mesmo assim, a grande maioria dos alisamentos químicos capilares acabou caindo em desgraça no Brasil, dando a oportunidade para que outros tratamentos alternativos menos agressivos surgissem prometendo melhores resultados.

E não é que deu certo? O realinhamento capilar chegou para salvar a mulherada que sofre com cabelos rebeldes e volumosos. O procedimento é semelhante à selagem térmica, mas além de suavizar a aparência dos fios, facilitar o controle e soltar o cachos, o procedimento é capaz de tratar, regenerar e nutrir as fibras do cabelo e não reagir negativamente nos fios quimicamente tratados.

O seu segredo é não conter química, mas aminoácidos que reforçam a camada protetora  dos fios, criando uma barreira de proteção e selando as escamas, hidratando, promovendo mais brilho, e ainda evitando novas agressões à fibra capilar.

Com isso, o resultado é um cabelo naturalmente mais liso, sedoso, menos volumoso, mais solto e maleável, sem frizz e pontas duplas. Quer entender mais sobre o realinhamento capilar? Então, vem com a gente!

O que é realinhamento capilar?

O realinhamento capilar relaxa os fios e tira o volume dos cabelos.
O realinhamento capilar relaxa os fios e tira o volume dos cabelos.

O realinhamento capilar é um procedimento em que o objetivo principal não é o alisamento, mas semelhante à selagem térmica e à escova gradativa (inteligente), é capaz de suavizar as fibras do cabelo, alinhando, corrigindo, preenchendo e selando os fios, tornando-os mais maleáveis e menos volumosos, consequentemente deixando os cabelos mais lisos.

Na verdade, a diferença do realinhamento capilar para os demais procedimentos de alisamento, está na sua formulação que não contém formol ou qualquer outro elemento químico, como o tioglicolato de amônia ou a guanidina, por exemplo.

Mesmo assim, o procedimento é capaz de reduzir em até 70% o volume dos fios, além de deixá-los mais hidratados, macios e brilhantes.

O segredo está na rica quantidade de 21 aminoácidos provenientes de alimentos naturais presentes na estrutura dos fios e que fazem parte das moléculas de queratina, principal proteína presente nos cabelos.

Como por exemplo, a nanopartícula de serina, um um aminoácido poderoso encontrado no arroz, leite e ovos, sem composição química complexa, mas considerado um agente natural com baixos riscos de alergias e irritações.

Essa nanopartícula, junto aos outros ajuda a criar uma película protetora e selar as cutículas dos fios, capaz de alisar, nutrir e hidratar os fios, tornando o cabelo mais maleável.

Assim, a fórmula do realinhamento capilar pode ser considerada totalmente natural e, portanto, pode alterar a textura dos fios ajudando a mantê-los saudáveis, sem precisar mudar a estrutura capilar.

Como funciona o realinhamento capilar?

O realinhamento capilar possui aminoácidos poderosos que nutrem os fios.
O realinhamento capilar possui aminoçadiso poderosos que nutrem os fios.

Ao contrário de outros procedimentos alisadores, como a escova progressiva, escova definitiva, alisamento com tioglicolato de amônio e guanidina, ou até alisadores naturais, o realinhamento não altera a estrutura da fibra capilar.

Na prática, o realinhamento capilar ajuda a diminuir o volume extra dos cabelos, principalmente do cabelos cacheados ou ondulados, definindo os cachos, facilitando o controle dos fios no dia a dia, combatendo o embaraço, pontas duplas e o frizz.

Ao realinhar os fios, os cabelos acabam ficando mais soltos e sedosos, dependendo do tipo do cabelo, até mais lisos e bem menos volumosos, sem perder o movimento e a naturalidade dos fios.

O efeito pode variar, mas também pode durar de dois a seis meses, sendo compatível com outras químicas, como alisamento, descoloração e tinturas.

No entanto, o tratamento após realinhamento capilar é fundamental para a sua durabilidade, não podendo usar shampoos antirresíduos e tomar cuidado com produtos alcalinos (de pH acima de 7).

Leia mais: Reconstrução Capilar Caseira: Como fazer? Funciona?

Benefícios do realinhamento capilar

O realinhamento capilar pode ser feito em todo tipo de cabelos.
O realinhamento capilar pode ser feito em todo tipo de cabelos.

São muitos os benefícios que o realinhamento capilar pode trazer aos cabelos. Para começar, como a sua composição é à base de nutrientes já presentes na estrutura capilar, o procedimento tem uma alta capacidade hidratante, capaz de deixar os fios muito brilhantes por devolver esses nutrientes básicos aos fios.

Tal benefício é fundamental, principalmente para os cabelos ressecados e porosos, que já não conseguem absorver tão bem a mesma quantidade de nutrientes através dos produtos capilares.

Além disso, os aminoácidos presentes em sua formulação são capazes de formar e restaurar as proteínas do cabelo, responsáveis pela força e o brilho, bem como o selamento adequado das cutículas, restaurando fissuras. Assim, os fios ficam mais fortes e menos suscetíveis a quebra.

Isso porque todos esses nutrientes restauradores formam uma película protetora para os fios, protegendo-os de todos os danos e mantendo a fibra intacta. Por exemplo, o uso de secadores e chapinha removem as pequenas partículas dos fios, eliminando algumas camadas no processo deixando aberturas que expõem o córtex do cabelo, fragilizando ainda mais os fios.

Dessa forma, o realinhamento capilar tem a capacidade de preencher esses espaços vazios, encorpado mais os fios, combatendo as quedas.

Resumo dos seus benefícios:

Portanto, o realinhamento capilar pode trazer os seguintes benefícios:

  • Combate o volume excessivo;
  • Elimina o frizz e pontas duplas;
  • Hidrata o cabelo;
  • Sela as cutículas dos fios com uma barreira protetora contra agressões;
  • Previne a porosidade capilar;
  • Deixa os fios mais sedosos e brilhantes;
  • Deixa o cabelo mais maleável, evitando embaraços;
  • Fortalece os fios;
  • Solta os cachos com mais definição;
  • Não tira a elasticidade natural dos cabelos;
  • Pode ser feito em qualquer tipo de cabelo, mesmo quimicamente tratado.

Como é feito o realinhamento capilar?

O realinhamento capilar segue uma sequência de 3 passos: relaxamento, realinhamento e finalização térmica.
O realinhamento capilar segue uma sequência de 3 passos: relaxamento, realinhamento e finalização térmica.

Apesar de todos os seus benefícios, o realinhamento capilar não pode ser feito em casa. Sendo assim, a técnica deve ser aplicada corretamente em um salão de beleza, por um profissional capacitado, experiente e de sua confiança.

Isso porque o realinhamento dos fios deve ser feito em três passos: relaxamento, realinhamento e finalização com secador e prancha, para alisar completamente os fios de cabelo. Caso você tenha cabelos cacheados e só deseja diminuir o volume e soltar os cachos, basta não fazer o relaxamento.

Mas, antes de tudo, faça o teste com uma pequena mecha de cabelo antes de começar o procedimento, para se certificar de que eles irão aguentar. O resultado é um cabelo com mais movimento, maleável, mais liso e visivelmente cuidado.

Passo a passo para o realinhamento capilar

O processo é simples e já muito conhecido pela maioria dos profissionais capacitados, seguindo as seguintes etapas abaixo:

  • 1० Passo: Primeiro os cabelos são lavados com shampoo antirresíduos para remover restos de produtos, pigmentos ou sujeira para não atrapalhar a absorção do produto.
  • 2० Passo: Em seguida, os cabelos são enxaguados e secados com secador.
  • 3० Passo: Com os cabelos secos, o creme do realinhamento capilar é aplicado em cada mecha, previamente separada, com o auxílio de um pente fino ou uma escova.
  • 4० Passo: O creme deve agir por alguns minutos para efetuar o realinhamento, depois enxaguado em seguida.
  • 5० Passo: Por fim, os cabelos são escovados com secador, e finalizado em seguida pela chapinha para selar os fios e alisar.

Como cuidar dos cabelos após o realinhamento?

Após o realinhamento capilar é preciso manter as hidratações.
Após o realinhamento capilar é preciso manter as hidratações.

Como o efeito do realinhamento capilar dura apenas de três a seis meses, dependendo do tipo do seu cabelo, é necessário tomar alguns cuidados essenciais para prolongar o seu efeito liso ou suave das ondas e cachos.

Para tanto, é preciso redobrar os cuidados em casa, principalmente com relação à hidratação dos fios. Além disso, os cabelos devem ser tratados com produtos específicos, como shampoo para cabelos com química, condicionador, máscara hidratante, leave-in, entre outros, para manter o produto nos fios.

A vantagem que difere dos outros procedimentos químicos de alisamento, é não precisar deixar de lavar os cabelos por alguns dias ou ter que prender os cabelos após o tratamento.

Leia mais: Cabelo Elástico: Como Recuperar? Dicas!

Contraindicações

Apesar do realinhamento capilar ser feito à base de aminoácidos naturais já presentes na estrutura do cabelo, é preciso fazer o teste de mecha e outro de sensibilidade antes de  qualquer outro tratamento no cabelo.

No entanto, justamente por não conter químicas, a técnica pode ser feita em qualquer tipo de cabelo, pois não reage negativamente com outras substâncias químicas. Portanto, o realinhamento capilar é compatível com outros procedimentos (alisamentos, tinturas ou descoloração).

Além disso, algumas formulações de realinhamento capilar podem conter uma substância como o gluteraldeído em sua composição, um aldeído da mesma família do formol, porém sem registro na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), apesar de funcionar da mesma forma.

O problema é que esse aldeído, embora se ligue às proteínas da cutícula e aos aminoácidos hidrolisados da queratina também formando um filme protetor nos fios, impermeabilizando-os e mantendo-os rígidos e lisos, essa impermeabilização não permite que eles absorvam os nutrientes necessários.

Isso acaba deixando os cabelos opacos, sem vida e ressecados. Assim, além de interferir na saúde dos cabelos, essa substância também pode trazer riscos à sua saúde, devido ao seu potencial cancerígeno.

Quanto custa o realinhamento capilar?

O preço do realinhamento capilar pode variar conforme a região em que será feito, salão de beleza, custo do produto e o profissional que realizará o procedimento. O ideal é nem tanto o valor cobrado, mas a composição do produto e a experiência do profissional.

Sendo assim, o custo do tratamento em um salão de beleza pode ser de aproximadamente R$ 600. O importante é tomar cuidado com o tipo de produto que será aplicado nos seus fios, verificando sempre se não há qualquer substância química com nomenclatura disfarçada na embalagem, que possa prejudicar a sua saúde.

Só assim você vai garantir os melhores resultados e ainda preservar a saúde dos seus cabelos. Gostou? Já fez o realinhamento capilar? Conte pra gente o resultado!

Leave A Reply

Your email address will not be published.