Take a fresh look at your lifestyle.

Queratina sem Enxágue: Como se Beneficiar do Tratamento

A queratina é uma proteína essencial para a saúde dos cabelos, pois ela é responsável por manter a força, elasticidade e resistência da fibra capilar. Quando submetemos os cabelos a vários processos químicos ou mesmo o efeito de agentes externos, como poluição, exposição solar, vento, etc, perdemos a umidade e nutrientes dos fios. Por isso, a reposição de queratina é fundamental para restaurar os fios que sofreram nesse processo. Mas você já ouviu falar em um tratamento com queratina sem enxágue?

Por ser formada por por aminoácidos, o tratamento com queratina sem enxágue ajuda no processo de reestruturação dos fios de cabelo danificados. Mas existem várias formas de aplicação, sendo que cada uma delas vai ter uma ação diferente nos cabelos.

Em sua forma líquida, a queratina pode ser adicionada à máscara de hidratação para potencializar o tratamento reconstrutor, para proteger o cabelo durante as aplicações de tintura, em cauterizações da fibra capilar ou, até mesmo ser borrifada diretamente nos fios.

Tudo vai depender das necessidades dos seus cabelos, do seu objetivo e do resultado que você deseja obter com o tratamento. Porém, é importante lembrar que para cada finalidade há um tempo de ação específico e frequência de uso, pois a queratina em excesso pode endurecer demais a fibra capilar e provocar o seu ressecamento.

Para que não hajam dúvidas, vamos explicar abaixo como fazer uso da queratina sem enxágue para que você obtenha os melhores resultados com o tratamento. Confira!

Principais tipos de queratina

queratina sem enxágue: tipos
Há vários tipos de queratina no mercado.

Em se tratando de queratina, você vai reparar que existem algumas formas diferentes do produto. Dependendo do tratamento que você vai querer fazer, um tipo será mais eficiente que o outro.

Portanto, na hora de comprar o produto, fique atenta à cada tipo específico para não se confundir. São eles abaixo:

Queratina Hidrolisada

Essa é a versão concentrada da proteína, assim ela é capaz de proporcionar uma maior absorção dos fios. Ela pode ser encontrada na forma líquida ou em gel, mas deve ser usada com muita moderação e apenas em casos em que a fibra capilar se encontra muito danificada e elástica, por conta de processos químicos contínuos.

Queratina Líquida

Essa versão de queratina na forma líquida pode ser hidrolisada ou não, mas é uma opção bem prática para potencializar as máscaras de hidratação. Normalmente, o tratamento consiste em diluir cerca de 10 ml de queratina líquida em água e misturar à máscara, deixando agir por 15 minutos, em média.

No entanto, esse tratamento com queratina deve ser feito com enxágue, por conta do creme. Já a queratina sem enxágue pode ser utilizada diluída em água e aplicada diretamente nos fios.

Queratina Vegetal

A queratina vegetal é produzida com aminoácidos extraídos de vegetais como a batata. Os benefícios são os mesmos, mas essa versão não deixa os fios pesados como a queratina animal, que muitas vezes pode deixar a fibra enrijecida demais.

Queratina Hidrogenada

Essa é a versão mais comum e mais usada na maioria das formulações de cosméticos. Ela é uma excelente opção para uso de manutenção de tratamentos capilares. Porém, em casos de cabelos muito danificado não costuma adiantar.

Como saber se o cabelo precisa do tratamento com queratina?

É preciso identificar as necessidades dos cabelos antes de fazer o tratamento de queratina sem enxágue.

Em se tratando de tratamentos capilares, o ideal é primeiro identificar as necessidades dos fios para que você garanta os nutrientes corretos. No caso da queratina, quando os cabelos apresentam uma aparência de cabelos elástico, quebradiço, enfraquecido, ralo ou muito poroso, é sinal de que você precisaria fazer uma reposição da proteína.

Normalmente, esses sintomas podem ser causados por diversos motivos, mas principalmente por conta de agressões causadas por procedimentos químicos, como alisamentos ou danos comuns do dia a dia, como exposição solar, mar, piscina, poluição e ferramentas de calor em excesso.

Em casos como esses, o tratamento com queratina sem enxágue está liberado, e pode ser feito uma vez por semana, até que estes danos na estrutura capilar sejam resolvidos. No entanto, se o seu cabelo estiver saudável não há necessidade de realizar o tratamento mais do que uma vez por mês.

Isso porque o uso da queratina líquida para tratar o cabelo requer alguns cuidados especiais, a fim de evitar um efeito contrário que danifique ainda mais a fibra capilar, enrijecendo-a demais.

Portanto, nada de usar queratina no cabelo só por usar! Faça o teste de porosidade antes para verificar o que a sua fibra capilar está precisando,s e você não conseguir identificar as necessidades dos cabelos apenas pela aparência. Dessa forma, não há como errar no tratamento.

Como utilizar o tratamento de queratina sem enxágue

Há várias formas de utilizar a queratina sem enxágue nos cabelos.
Há várias formas de utilizar a queratina sem enxágue nos cabelos.

Um dos cuidados essenciais é não ultrapassar o tempo determinado nos cabelos, que deve ser de até 10 minutos. Ultrapassar esse período com a queratina sem enxágue nos cabelos pode causar algumas reações como um efeito rígido, quebradiço e sem vida.

No caso dos cabelos cacheados e crespos, a queratina sem enxágue pode deixar os fios sem formato e com os cachos esticados até a lavagem. Portanto, evite usar a queratina líquida nas finalizações e opte sempre por cremes e finalizadores que já contenham a queratina na composição, se a sua intenção for tratar os cabelos.

O ideal para evitar o efeito rígido e sem vida é sempre aplicar uma máscara de hidratação profunda em seguida, respeitar os intervalos de pelo menos 15 dias entre uma aplicação e outra e nunca aplicar a queratina líquida diretamente no couro cabeludo.

Veja abaixo algumas forma de usar queratina sem enxágue ou combinada à outros produtos:

1. Queratina diretamente nos fios

A queratina líquida de qualquer tipo, seja vegetal, animal, hidrolisada ou hidrogenada, pode ser aplicada diretamente nos fios. Algumas versões devem ser diluídas em água, outras já estão prontas para serem aplicadas.

No entanto, sempre separe as mechas e realize o enluvamento para potencializar o tratamento. Para o procedimento de aplicação de queratina, lave normalmente com shampoo, enxágue e aplique a queratina, deixando agir por alguns minutos.

Depois, enxágue novamente, hidrate com uma máscara de sua preferência e finalize com o condicionador.

2. Queratina sem enxágue como finalizador

Hoje em dia é possível encontrar produtos finalizadores que contém a substância na composição. Neste caso, a queratina sem enxágue tem uma concentração menor e está diluída. Por isso, é capaz de proteger o cabelo das agressões por secador e chapinha, além de “fixar” melhor as hidratações.

Você pode também fazer uma solução de queratina sem enxágue diluída em água e borrifar nos fios de cabelos, que terá o mesmo efeito finalizador. Só tome cuidado para não exagerar na quantidade e frequência de uso.

3. Queratina combinando com máscaras

Você pode utilizar a queratina misturada ao seu creme de hidratação favorito para deixá-lo ainda mais poderoso e ter resultados melhores. Basta misturar duas colheres (sopa) de máscara com uma ampola de queratina e algumas gotas de óleo de argan, e os cabelos irão ficar super sedosos.

4. Queratina combinando com outros produtos hidratantes

Além de misturar na máscara, a queratina também pode ser misturada ao Bepantol líquido e óleos vegetais (Argan, de amêndoas, de coco, etc.). No entanto, deve-se sempre respeitar a composição de cada produto. Para o tratamento, basta adicionar algumas gotas de queratina aos produtos, misturando bem os dois e depois prosseguir com o mesmo procedimento de hidratação normal.

5. Queratina para fazer reconstrução

A queratina é uma excelente opção para fazer reconstrução capilar e cauterização. Aliás, ambos os procedimentos usam a queratina como base, pois ela é uma proteína essencial para reestruturar os fios danificados.

Normalmente, a cauterização a frio e a thermo reparação, são tratamentos feitos por profissionais em salão de beleza, a fim de devolver a saúde dos fios já na primeira aplicação, reestruturando toda a fibra capilar.

Pronto! Viu como é fácil e simples utilizar a queratina sem enxágue ou associada à diversos tratamentos para reestruturar os fios danificados? Respeitando a frequência de uso e tomando os cuidados necessários não tem como não se beneficiar do produto. Experimente!

Leave A Reply

Your email address will not be published.

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência AceitarLer mais