Take a fresh look at your lifestyle.

Colágeno Hidrolisado Melhor Marca: Veja as Opções!

Você sabe qual o melhor colágeno hidrolisado? Muita gente não imagina que prevenir o envelhecimento precoce da pele e dos ossos, assim como combater a flacidez e o aparecimento de rugas é possível e cada vez mais fácil.

Pois saibam que esta proteína, conhecida por colágeno hidrolisado, pode trazer muitos benefícios ao organismo. A diminuição das rugas e flacidez é um dos seus principais efeitos, mas ela auxilia também na saúde dos ossos e das articulações.

No entanto, existem vários tipos de colágeno, cada um com uma função específica. Para quem ainda não completou 25 anos, o colágeno não é uma preocupação, pois a sua produção pelo organismo continua, representando cerca de 30% das proteínas do corpo nesse período.

O problema é que, com o passar do tempo, essa produção diminui a cada ano, fazendo falta no organismo e ocasionando problemas como flacidez, rugas, celulite, dores nas juntas e até artrite.

Por isso, a sua reposição é super recomendada. O ideal seria incluir alimentos ricos em colágeno na sua dieta, mas sabemos o quanto é difícil manter uma alimentação equilibrada. Além disso, o organismo vai perdendo a sua capacidade de retirar tudo aquilo que precisamos dos alimentos e uma boa parte também é eliminada pelas fezes.

Sendo assim, a melhor forma de se obter colágeno puro e garantir a sua absorção adequada é através de suplementação, desde que indicada por médicos especialistas no assunto.

Mas como existem tipos diferentes de colágeno hidrolisados ou não, com efeitos e finalidades diferentes, é preciso obter todas as informações necessárias para descobrir qual o melhor colágeno hidrolisado antes de sair tomando qualquer coisa que aparece.

Então, vamos às informações! Incluímos também uma listinha com as melhores opções de colágeno hidrolisado disponíveis no mercado. Aproveite!

Quais os tipos de colágeno que existem?

melhor colágeno hidrolisado: tipos
Existem vários tipos de colágeno hidrolisado.

O colágeno é uma proteína presente na pele, tecidos e ossos, responsável pela sua estrutura, firmeza e elasticidade. Ela é produzida pelo organismo dos animais, incluindo os seres humanos em diferentes tipos.

No entanto, não há um consenso sobre a quantidade exata de todos os tipos existentes de colágeno, sendo que estudos recentes descrevem um número entre 25 a 28 tipos.

O organismo produz o colágeno quebrando as enzimas dessa proteína ingerida pelos alimentos de origem animal. Porém, essa variedade de proteínas podem atuar juntas ou separadas na formação dos tecidos e órgãos do corpo.

Dentre os vários tipos de colágeno distribuídos pelo nosso corpo, descobriu-se recentemente que os colágenos tipo 1 e 2 quando em forma de peptídeos bioativos, podem conferir benefícios respectivamente para a saúde e estética da pele, e reconstrução das articulações.

Entretanto, existem 5 tipos de colágeno mais importantes para esta finalidade, são eles:

1 – Colágeno Hidrolisado

O colágeno hidrolisado é a forma pré processada dos colágenos tipo 3 e/ou 1, rapidamente absorvido pelo organismo. Por isso, é muito indicado por especialistas para melhorar a firmeza e a elasticidade das camadas mais profundas da pele, a fim de reduzir a flacidez cutânea.

Ele é uma substância 100% natural, considerada fitoterápico, e liberada pela ANVISA para comercialização e livre consumo, inclusive sem prescrição médica. Ele pode ser encontrado em cápsulas ou em pó.

2 – Colágeno Tipo 1 e 3 (peptídeos bioativos de colágeno)

Essa é a versão do colágeno, também chamado de Pepto colágeno, resultante da quebra de moléculas de proteína em partículas ainda menores, altamente hidrolisadas em aminoácidos.

Ou seja, moléculas de mais alta absorção no intestino, que promovem benefícios potencializados para o organismo, como por exemplo:

  • Melhorar a firmeza da pele;
  • Fortalecer as articulações;
  • Fortalecer as unhas e o cabelo;
  • Melhorar o tratamento da osteoporose;
  • Melhorar a pressão arterial;
  • Prevenir úlceras gástricas.

3 – Colágeno Tipo 2 (peptídeos bioativos de colágeno)

Esse tipo de colágeno é fabricado a partir de um processo não enzimático, em temperaturas mais baixas para não hidrolisar a molécula. Ele é mais indicado para tratar doenças como a Osteoartrite de origem autoimune e a Artrite reumatóide.

4 – Colágeno Nativo

Esse é o colágeno in natura, geralmente ingerido ao consumir os alimentos de origem animal. Nessa forma, ele precisa ser quebrado pelo organismo durante a digestão para ser absorvido pelo organismo, sendo a maior parte do que é consumido eliminado com as fezes.

5 – Colágeno Desnaturado

Esse é um tipo de colágeno obtido através de um processo quase não usado mais, que consiste em aquecer a proteína para separar os aminoácidos. Porém, muito dos seus princípios são perdidos durante esse preparo.

Como escolher qual o melhor colágeno hidrolisado?

É preciso saber escolher o melhro colágeno hidrolisado de acordo com o seu objetivo.
É preciso saber escolher o melhro colágeno hidrolisado de acordo com o seu objetivo.

Para conseguir definir qual o melhor colágeno hidrolisado ou não, é preciso saber a finalidade do seu uso. Isto é, qual a razão para tomar a substância: por recomendação de médico ou nutricionista, para manutenção da saúde ou se para algum tratamento específico de pele ou articulações.

Só assim você não corre o risco de errar na hora de escolher qual o melhor colágeno hidrolisado para comprar. Isso porque existem vários tipos de suplementos de colágeno: alguns para estimular a produção de colágeno específico para uma determinada região do corpo, ou não específico para qualquer região do corpo.

Em geral, ao fabricar esses suplementos, a proteína é extraída do couro e das cartilagens de animais bovinos e suínos, isolada do tecido escolhido como matéria prima, depois é processada para se tornar colágeno hidrolisado.

Nessa forma, ele é quebrado em pedaços bem menores (peptídeos) para serem absorvidos mais rápido pelo metabolismo. No entanto, a partir do colágeno hidrolisado podem ser feitos os peptídeos bioativos, que são ainda mais rapidamente absorvidos pelo metabolismo.

Assim, diferente do colágeno hidrolisado, esse tipo consegue direcionar a produção de colágenos para regiões específicas. Portanto, existem duas categorias de suplementos de colágeno: os de colágeno hidrolisado (não específico) e os peptídeos bioativos (específicos e com maior absorção).

Além disso, outro aspecto importante para se considerar ao escolher o melhor colágeno hidrolisado, são os outros aditivos presentes na fórmula. Como por exemplo, carboidratos, corantes, aromatizantes e adoçantes, que a longo prazo podem ser prejudiciais a sua saúde.

Leia também: Melhor Creme para Rugas 2019! Rosto, Testa, Olhos

Por que devemos ingerir colágeno?

A suplementação com colágeno hidrolisado deve ser feita para repor a substância no organismo.
A suplementação com colágeno hidrolisado deve ser feita para repor a substância no organismo.

Infelizmente, as funções do nosso organismo também parecem ter uma espécie de “prazo de validade”, que com o tempo ficam menos eficientes, mais lentas ou até inexistentes. Assim, nossas células e moléculas tem um tempo de vida limitado, sendo que em um determinado momento são degradadas para que novas sejam produzidas e substituídas.

Esse é um processo constante no interior do organismo, sendo fundamental a obtenção e armazenamento de uma boa quantidade de proteína disponível no corpo para que essas funções ocorram.

O colágeno é uma macromolécula produzida pelas células do nosso corpo e também ingerido através alimentação, sendo o principal responsável pela formação estrutural e sustentação dos nossos tecidos.

Mas com o tempo, o nosso organismo passa por várias mudanças e nossas células reduzem o ritmo dessa produção. Porém, o nosso organismo não diminui o processo de destruição do colágeno velho e para piorar, o sistema vital passa a ter mais necessidade de reposição do que a nossa pele.

Por isso, a parcela destinada à ela acaba sendo consumida por outras partes do nosso corpo, resultando à longo prazo na perda da integridade dos tecidos evidenciando a aparência envelhecida da pele ou em dores articulares e perda de massa magra.

Além disso, somente a alimentação não consegue mais suprir nossa carência das enzimas que farão nosso corpo produzir mais colágeno. Então, vem daí a necessidade de consumirmos suplementos de colágeno que darão o suporte necessário ao nosso organismo.

Estudos mostram que a suplementação com colágeno atrasa o processo fisiológico de redução da sua produção pelo organismo, por isso muitos especialistas em saúde têm indicado a suplementação de colágeno para manter a saúde ou para tratamentos específicos.

Para que serve o colágeno hidrolisado?

O melhor colágeno hidrolisado vai repor a proteína no organismo de acordo com a sua finalidade.
O melhor colágeno hidrolisado vai repor a proteína no organismo de acordo com a sua finalidade.

Agora já dá para imaginar para que serve a suplementação com colágeno hidrolisado. Como vimos, existem suplementos a base de colágeno hidrolisado e os suplementos de peptídeos de colágeno bioativos, com finalidades diferentes. Por isso, não adianta sair tomando qualquer tipo de colágeno e achar que o problema de carência no organismo será resolvido.

Como depois de uns anos o nosso organismo não consegue “quebrar” todas as enzimas, precisamos consumir o colágeno hidrolisado, que já vem quebrado em partículas menores e praticamente processado para que nosso organismo o distribua como bem entender, já que ele não é um tipo de colágeno específico.

No entanto, dependendo da sua carência no organismo, o seu corpo vai repor primeiro aquilo que ele achar mais importante. Ou seja, se você tiver alguma carência mais urgente que rugas ou flacidez, por exemplo, todo o colágeno consumido será utilizado para suprir essa carência mais urgente, deixando a pele em segundo plano.

Leia mais: Melhor creme para estrias na gravidez: como evitar as estrias?

Colágeno hidrolisado X Peptídeos Bioativos

Apesar de serem ambos colágenos hidrolisados, eles são dois tipos diferentes. Portanto, a escolha entre um ou outro vai depender do seu objetivo, podendo até incluir todos os tipos em uma mesma dieta.

No entanto, os peptídeos bioativos são melhores aproveitados pelo organismo e respondem melhor a desejos específicos quando consumidos pelo tempo indicado.

Geralmente, o colágeno hidrolisado é indicado como opção de suplemento protéico em dietas com alta demanda de proteína ou para perda de peso, visto que além de favorecer o ganho de massa magra, a ingestão de proteínas também confere saciedade.

Já os peptídeos bioativos são “tipos” de colágeno ainda mais específicos, desenvolvidos para determinados tratamentos, podendo atuar na redução das rugas, melhorar a saúde e estética de toda a pele, ou podem reconstituir e fortalecer as cartilagens e articulações, ou podem até mesmo, favorecer o ganho de massa magra.

Assim, é preciso determinar o seu objetivo para a suplementação de colágeno, para não consumir suplementos não específicos esperando benefícios pontuais ou consumir suplementos específicos para as articulações esperando uma redução das rugas.

Não há muitos estudos mostrando vantagens da suplementação com colágeno hidrolisado, visto que uma alimentação adequada em proteínas animal, também estimula a produção de fibras de colágeno inespecíficas.

Entretanto, para os peptídeos bioativos já foram publicados várias pesquisas apresentando os benefícios promovidos pelo colágeno tipo 1 e 2 nas áreas da nutrição, ortopedia, dermatologia e estética.

Suplemento de Colágeno Hidrolisado

Os suplementos feitos a base de colágeno hidrolisado consistem em proteínas de colágeno, de origem animal, que passaram por um processo industrial conhecido por hidrólise térmica, em que as proteínas são quebradas em pedaços menores, denominados peptídeos, a fim de facilitar a sua absorção pelo organismo.

O suplemento é similar ao colágeno consumido pelos alimentos, pois estimula a produção de proteínas inespecíficas destinadas a qualquer região do corpo. Normalmente, essa suplementação é indicado para dietas com objetivo de ganho de massa muscular e perda de peso.

Portanto, nesses casos os suplementos de colágeno são secundários a suplementos de whey protein (proteína do soro do leite), consideradas superiores devido seu alto valor biológico.

Por exemplo, caso você já tome whey em alguma refeição, mas precisa incluir ainda mais proteína em outra refeição, o suplemento de colágeno pode entrar nesse cardápio. Isso porque, além de suprir essa demanda, também vai ajudar a diminuir o custo da dieta.

Suplementos de Peptídeos Bioativos de Colágeno

Os peptídeos bioativos também são partes da proteína de colágeno de origem animal, porém degradados em pedaços menores, sendo específicos para alguma região do corpo.

Eles possuem baixo peso e estrutura, por isso são capazes de penetrar na corrente sanguínea com facilidade, sem precisar sofrer nenhuma quebra pelo metabolismo após ingeridos. Podem ser de dois tipos, sendo encontrados em maior quantidade em nosso corpo, e recomendados para tratamentos específicos, a seguir:

Peptídeos Bioativos de Colágeno Tipo 1

Esse tipo é o mais abundante em nosso corpo, podendo ser encontrado na pele, tecidos conjuntivos e até na córnea. Normalmente, essa suplementação com o colágeno tipo 1 é utilizada para fins estéticos, pois melhora a elasticidade da pele, diminui as rugas, celulites, melhora a aparência do cabelo e fortifica as unhas.

Esse tipo de colágeno foi patenteado no mercado como Verisol®, sendo mais indicado para pele, e um outro patenteado como Bodybalance®, indicado para estimular o metabolismo dos músculos.

Este último pode ser utilizado para tratar e prevenir a sarcopenia, por isso é mais indicado para induzir o ganho de massa magra, principalmente em idosos ou indivíduos com baixa quantidade de proteína na dieta. Além disso, também pode ajudar no processo de recuperação e cicatrização de cirurgias.

A diferença entre os dois está no número de quebras enzimáticas da proteína, tornando um mais específico para e pele e o outro para os músculos.

Peptídeos Bioativos de Colágeno Tipo 2

Esse tipo de suplemento estimula a produção de colágeno para regiões que resistem à grandes pressões, como os olhos, cartilagens, articulações e discos invertebrais.

É recomendado para prevenir ou tratar lesões nas cartilagens e articulações, como artrite e artrose. Sendo assim, o seu uso é indicado, principalmente, para atletas, praticantes de exercício físico e indivíduos com sobrepeso e obesidade.

Como tomar colágeno hidrolisado?

melhor colágeno hidrolisado em pó ou em capsulas
O colágeno hidrolisado pode ser em pó ou em cápsulas.

Os suplementos de colágeno hidrolisado e peptídeos Bioativos podem ser encontrados de duas formas:

Colágeno hidrolisado em cápsulas

É a forma mais fácil e rápida de suplementar com colágeno, mais indicada para quem busca praticidade e segurança, pois a dose já vem ideal para o consumo diário para cada caso.

O mais comum é Colastrina, que costuma ser vendida em um frasco com 60 cápsulas. Ela promete potencializar a produção de colágeno no corpo e ainda ajudar no emagrecimento, combater as celulites e estrias e evitar a flacidez da pele.

No entanto, o seu consumo correto vem indicado pelo q fabricante do próprio produto ou de acordo com a orientação médica para se obter os resultados desejados.

Colágeno hidrolisado em pó

O colágeno em pó, por sua vez, pode ser encontrado com ou sem sabor. É fácil de dissolver em água ou suco, e pode até ser “jogado” sobre a comida ou frutas, não alterando o seu sabor. Porém, muitas vezes o colágeno em pó dificulta saber exatamente a quantidade correta a ser consumida. Ele é uma ótima opção para ajudar na saciedade.

Suplementação de colágeno com Vitamina C

A vitamina C é um micronutriente fundamental para a produção de colágeno em nosso corpo, sendo a principal responsável por todas as fases de cicatrização da pele. Sua deficiência pode alterar a produção de colágeno em qualquer idade, dificultando a sua cicatrização.

Por isso, algumas marcas optam por incluir a vitamina na formulação do suplemento de colágeno para potencializar os seus efeitos. Mas isso gera muita polêmica entre os especialistas.

Muitos acreditam que quando o colágeno hidrolisado é consumido junto a vitamina C (ácido ascórbico) os resultados são ainda mais visíveis, pois a vitamina age como um intensificador na produção de colágeno e elastina, além de ter ação antioxidante.

Na verdade, isso vai depender da sua alimentação, que precisa ser avaliada por um nutricionista. Isso porque a quantidade recomendada de ingestão diária para a vitamina C é baixa, sendo facilmente alcançada na alimentação através do consumo de frutas, verduras e legumes. Portanto, a suplementação de vitamina C não se faz necessária.

Outros aditivos presentes na suplementação de colágeno

Além do colágeno, alguns suplementos possuem outros ingredientes adicionados na formulação para deixá-o mais atraente, como sabor, aroma, adoçantes e gomas.

No entanto, o consumo contínuo desses ingredientes podem causar danos ao metabolismo. Sendo assim, o ideal é optar por suplementos de colágeno isentos de aditivos, preferindo consumir o colágeno puro ou batido com frutas.

Todos esses estudos recentes sobre os benefícios dos colágenos específicos associado à preocupação da população com a saúde e envelhecimento saudável, fez com que a indústria criasse uma série de produtos alimentícios como shakes, whey, mix de proteínas e até balas com colágenos específicos.

No entanto, é sempre bom lembrar que o consumo de colágeno para tratamentos específicos deve ser diário e contínuo, por um período mínimo de 2 meses. Por isso, é fundamental escolher uma suplementação de colágeno de qualidade e pura, sem outros ingredientes além da proteína.

Qual a melhor marca de Colágeno Hidrolisado?

O melhor colágeno hidrolisado deve ser ingerido conforme o seu objetivo.
O melhor colágeno hidrolisado deve ser ingerido conforme o seu objetivo.

Definido o seu objetivo no tratamento, seja o foco maior sustentação da pele, articulações, músculo ou reposição proteica, o melhor colágeno hidrolisado será os suplementos desenvolvidos com peptídeos bioativos de colágeno tipo 1 ou 2 (não apenas o colágeno hidrolisado inespecífico).

Sendo assim, os únicos colágenos com benefícios comprovados cientificamente são o Verisol, Body Balance e Colágeno tipo 2.

Collagen Vhita

Melhor colágeno hidrolisado Collagen Vhita
Melhor colágeno hidrolisado Collagen Vhita

Esse tipo de colágeno peptídeos bioativos tem o foco na saúde da pele, unhas e cabelos com resultado em 8 semanas. Ele é 100% puro e composto por peptídeos bioativos específicos para a pele (VERISOL).

Body Vhita

Melhor colágeno hidrolisado Body Vhita
Melhor colágeno hidrolisado Body Vhita

Esse tipo de colágeno peptídeos bioativos tem o foco no ganho de massa magra e prevenção e tratamento de sarcopenia. É suplemento de peptídeos bioativos de colágeno hidrolisado (BODY BALANCE) para quem busca potencializar o ganho de massa muscular e deseja melhorar seu desempenho de força e resistência.

AgilPlus Vhita

Melhor colágeno hidrolisado AgilPlus Vhita
Melhor colágeno hidrolisado AgilPlus Vhita

Esse tipo de colágeno peptídeos bioativos tem o foco no tratamento e prevenção das articulações. É uma linha de peptídeos bioativos de colágeno hidrolisado do Tipo 2 com foco na manutenção, prevenção e reposição da proteína das articulações, das cartilagens e da estrutura óssea.

ArtroComplex, Sanavita

Melhor colágeno hidrolisado ArtroComplex Sanavita
Melhor colágeno hidrolisado ArtroComplex Sanavita

O ArtroComplex Sanavita tem em sua composição, além de peptídeos de colágeno hidrolisado, vitaminas e minerais antioxidantes que auxiliam na preservação óssea. É ideal para quem pratica esportes e força muito as articulações. Sem sabor e corantes e zero açúcar, com adoçante natural (Stevia). A marca possui outros tipos de produtos de Colágeno Tipo 2 em cápsulas e Verisol em sachês.

Colagentek, Vitafor

Melhor colágeno hidrolisado Colagentek Vitafor
Melhor colágeno hidrolisado Colagentek Vitafor

O Colagentek é uma versão de colágeno hidrolisado em pó com multi vitaminas em quatro sabores, neutro, laranja c/ acerola, abacaxi e limão. Pode vir em pote ou caixa com 30 sachês sortidos ou em 10 de sabores individuais, todos solúveis em água. A diluição é super fácil, e a indicação é para fortalecimento de unhas e cabelos, além de pele mais firme.

Collagen Care, Nitech

Melhor colágeno hidrolisado Collagen Care Nitech
Melhor colágeno hidrolisado Collagen Care Nitech

Essa versão de colágeno hidrolisado é em cápsulas, para promover uma maior hidratação, pele mais elástica e unhas e cabelos mais fortes. Ele também contém aminoácidos na fórmula que ajuda no equilíbrio hormonal e ganho de massa muscular magra, além de vitamina C.

Gelamin Beauté

Melhor colágeno hidrolisado Gelamin Beauté
Melhor colágeno hidrolisado Gelamin Beauté

Colágeno hidrolisado em sachês nos sabores laranja, tangerina e limão, enriquecido com vitaminas A, C, D e E, Biotina, Cobre, Selênio, Zinco e Manganês, mais indicado para a pele e articulações.

Clinical-Skin, Body Action

Melhor colágeno hidrolisado Colageno Pro-F Clinical-Skin Body Action
Melhor colágeno hidrolisado Colageno Pro-F Clinical-Skin Body Action

Desenvolvido especialmente para cuidar da pele, o Colágeno Hidrolisado Clinical-Skin garante uma pele mais jovem e saudável, além de fortalecer também as unhas e o cabelo. É um dos mais vendidos por ter um dos melhores custos-benefício do mercado.

As vitaminas A, C, E e o Selênio ajudam a combater a reprodução de radicais-livres, moléculas que aceleram o envelhecimento da pele e dos órgãos, danificando as células saudáveis. Disponível em 4 sabores: natural, laranja com acerola, limão com clorofila e uva.

Dicas e cuidados na suplementação

melhor colágeno hidrolisado: importância
A suplementação com colágeno hidrolisado é essencial para a sua reposição.

Antes de começar a tomar qualquer tipo de suplementação, sempre consulte um médico para que ele possa avaliar o seu caso e determinar se você realmente precisa de uma quantidade maior de colágeno no seu organismo.

Do contrário, caso a quantidade desta proteína seja suficiente no seu organismo e você exceder, a suplementação poderá sobrecarregar os seu rins. Além disso, o colágeno em excesso também é eliminado pela urina, desperdiçando o seu investimento.

Mesmo sendo um produto natural sem contraindicações, a suplementação deve ser sempre feita sob orientação médica. Dito isso, veja algumas dicas abaixo para potencializar os efeitos do colágeno, seja qual for a sua escolha:

Mantenha o consumo de nutrientes essenciais

O colágeno para ser produzido naturalmente pelo organismo depende de uma série de nutrientes, podendo potencializar o processo ao incluir alimentos na dieta que sejam ricos nesses nutrientes.

Os principais nutrientes necessários para garantir a produção de colágeno pelo organismo são a vitamina C e o silício. A vitamina C pode ser encontrada nas frutas e verduras. Já o silício está presente em cereais integrais, como arroz e aveia, em frutas como a manga e no repolho cru.

Além delas, a vitamina E é outro nutriente importante para esse processo, pois favorece a cicatrização e melhora a aparência da pele. Em geral, ela é encontrada em óleos vegetais, gema de ovo, fígado, carnes vermelhas, tomate, vegetais verdes e em frutas como o kiwi, maçã e pêssego.

Beba muito líquido

A água é fundamental para a saúde do organismo e da pele. Por isso, é essencial manter a hidratação para garantir o funcionamento do organismo e suas funções. Quando o corpo fica desidratado, os reflexos são logo refletidos na pele, com a falta de brilho e elasticidade. Por isso, beba sempre muita água e líquidos em grandes quantidades para garantir a sua hidratação.

Aposte nos cosméticos

Os cosméticos também podem ser grandes aliados, como os cremes faciais e protetores solares para evitar, retardar ou minimizar os efeitos do tempo e do meio ambiente sobre a pele, devolvendo a hidratação, elasticidade e nutrientes perdidos ao longo do tempo.

Evite ingerir alimentos ricos em gordura e frituras

A fritura se transforma em gordura trans, que provoca inflamações e aumenta a ação dos radicais livres, que afetam diretamente a produção de colágeno. Para evitar que isso aconteça, é essencial ingerir alimentos ricos em polifenóis, substâncias com potencial antioxidante, importante para combater os radicais livres e o envelhecimento precoce. Alguns exemplos desses alimentos são cebola, maçã, uva, linhaça, brócolis e chá verde, entre outros.

Durma bem

Dormir bem é extremamente benéfico para a saúde em geral e para a qualidade da pele. Afinal, o nosso organismo combate os radicais livres com mais eficiência e produz o hormônio do crescimento (GH), responsável pela renovação celular durante o sono. Nesse período, as células organizam suas funções, descansam e reequilibram o metabolismo, processando os efeitos causados pelo sol, vento e a poluição.

Leave A Reply

Your email address will not be published.

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência AceitarLer mais