Take a fresh look at your lifestyle.

Muco Cervical Antes da Menstruação: O que é, Como Identificar!

O aparelho reprodutor feminino costuma expelir diversos tipos de secreções durante toda a vida reprodutiva da mulher. É o caso do muco cervical antes da menstruação, uma secreção líquida produzida naturalmente pelo colo do útero em determinado momento do ciclo menstrual, por influência dos hormônios.

É através desse muco cervical que podemos identificar as diferentes fases do ciclo menstrual, em que ele começa transparente, branco ou levemente amarelado, sem odor, e vai mudando de espessura com o passar dos dias.

Esse tipo de secreção possui várias funções, como impedir que bactérias dessa região íntima cheguem ao útero; servir como barreira contra infecções; facilitar a entrada do espermatozoide no útero durante o período fértil da mulher; e ajudar a detectar alguns tipos de doenças através da sua aparência.

No entanto, os tipos de secreção expelidos pela região íntima da mulher durante a vida variam bastante. Mas, no caso do muco cervical antes da menstruação, ele vai ficando mais espesso e elástico à medida que a ovulação se aproxima, indicando o período fértil da mulher, durante as mudanças hormonais e no útero para facilitar a gravidez.

Portanto, essa secreção é fisiológica, produzida por todas as mulheres, e bastante necessária para proteção e reprodução. Assim, não deve ser confundida com corrimento vaginal, como muita gente se refere. Neste caso, há uma alteração em suas características, normalmente indicando alguma anomalia ou infecção na região.

Desse modo, para que não fiquem dúvidas, o artigo abaixo vai ajudar você a entender melhor o que é o muco cervical antes da menstruação, seus tipos, para que serve e como identificá-lo. Vamos lá!

Muco cervical antes da menstruação: O que pode ser?

O muco cervical antes da menstruação é uma secreção normal do organismo.
O muco cervical antes da menstruação é uma secreção normal do organismo.

O muco cervical antes da menstruação é uma secreção líquida, semelhante a uma clara de ovo, transparente. Ele é fabricado pelas glândulas da região íntima (bartholin) e pelo colo do útero, sendo composto basicamente de água corporal e hormônios sexuais (progesterona e o estrogênio).

Há vários tipos de secreção, que podem variar de acordo com o período do ciclo menstrual em que a mulher se econtra, como por exemplo antes, durante e depois do período fértil. No entanto, ele costuma aparecer próximo à metade do ciclo, a partir de 10 dias após a menstruação, dando alguns sinais de que a mulher está fértil.

Ele possui algumas funções específicas, como proteger a vagina de bactérias, fungos e doenças provocadas por agentes externos, transmitidas através da relação sexual. Por outro lado, também serve para facilitar a subida de espermatozoides até o útero, ajudando na fecundação do óvulo.

Mas, por coincidir com o período ovulatório, algumas mulheres costumam identificar o seu período fértil a partir do seu surgimento. No entanto, o muco cervical pode não estar presente em todos os ciclos, principalmente se a mulher faz uso de anticoncepcionais que imepdem a ovulação.

Muco cervical: Qual a sua função?

O muco cervical antes da menstruação pode ter várias funções.
O muco cervical antes da menstruação pode ter várias funções.

Apesar de nem sempre ser percebido em todas as fases do ciclo menstrual, o organismo produz muco cervical constantemente, porém em uma maior quantidade durante o período fértil da mulher.

No entanto, a cada fase do ciclo menstrual ele pode apresentar características e funções diferentes. Como por exemplo, no início do ciclo, em que se torna mais grosso, a fim de impedir que bactérias penetrem no interior do útero, neste momento fechado.

Além disso, enquanto mais espesso ele também serve de barreira para os espermatozoides chegarem ao útero apenas no período fértil da mulher.

Já mais para o meio do ciclo, o muco cervical se torna mais fino e elástico, com uma textura semelhante a clara de ovo, indicando o momento em que o útero está aberto e início do período fértil.

Importante: Vale ressaltar que o muco cervical é transparente, não costuma apresentar odor nem vir acompanhado de ardor ou coceira. No entanto, em determinados casos, o muco cervical pode se tornar constantemente mais espesso e ter cheiro, por consequência de falta ou ausência de frutas, vitaminas e líquidos na alimentação ou de doenças sexualmente transmissíveis. Neste caso, ele é considerado “muco hostil”, isto é, muito espesso e muito ácido para permitir a penetração do espermatozóide.

Para que você entenda melhor a importância do muco cervical, explicaremos abaixo em mais detalhes todas as suas funções:

1. Aumenta a lubrificação da região

Durante o período da ovulação, a produção de muco cervical aumenta de quantidade, tornando a sua textura mais fina e viscosa. Essa viscosidade, além de facilitar a penetração do espermatozoide no útero, ela melhora a lubrificação vaginal.

No entanto, ainda existem glândulas específicas para a produção de secreções lubrificantes na vagina, além da própria mucosa vaginal, que tem importante papel na lubrificação da região. Assim, o muco aumenta a lubrificação da vagina em conjunto com as secreções produzidas pelas próprias glândulas de lubrificação.

2. Serve de barreira contra infecções

Quando a mulher não está em seu período fértil, o muco cervical se torna mais espesso, servindo de barreira de proteção natural para o útero. Dessa forma, ele evita a penetração dos espermatozoides e de bactérias no interior do útero.

Por isso, as ocorrências de infecções pélvicas são mais frequentes em períodos ovulatórios e durante a menstruação, quando o muco está menos espesso e o canal cervical mais entreaberto, o que facilita a penetração desses agentes externos.

3. Indica o início do período fértil (ovulação)

Quando esse muco cervical antes da menstruação se torna menos espesso à medida que a ovulação se aproxima, isso indica a chegada do período fértil. Noermalmente, isso aocntece alguns dias (8-10 dias) antes da menstruação.

Ele costuma ficar mais transparente, mais fino, viscoso e elástico, se parecendo muito com uma clara de ovo. Por isso, que essa textura mais escorregadia ajuda os espermatozoides a transitarem mais facilmente pelo útero até encontrarem o óvulo para fecundar.

Muco cervical: Tipos e Consistências

muco cervical antes da menstruação cosnistências
Os tipos de muco cervical antes da menstruação podem variar de consistência durante o ciclo menstrual.

Como vimos, o muco cervical antes da menstuação pode variar bastante durantes as fases do ciclo reprodutivo.

Sabemos que o ciclo menstrual tem início no primeiro dia da menstruação da mulher. Após a descida da menstruação, o organismo da mulher começa a produzir um muco mais pastoso composto de progesterona.

Geralmente, é um tipo de muco branco semelhante ao creme hidratante, que pode ser notado durante alguns dias no papel higiênico ao fazer a higiene após urinar. Ele pode aparecer até mesmo na calcinha em pequenas ou grandes quantidades.

Sendoa ssim, é o tipo de muco que costuma gerar muitas dúvidas, pois não conseguem determinar se a sua procedência é normal ou sintoma de algum problema na região. Para ajudar nessa identificação, seguem alguns tipos de muco cervical e suas consistências mais comuns abaixo:

Muco cervical branco (tipo creme hidratante)

O muco cervical branco semelhante ao creme hidratante é o tipo que indica um aumento de progesterona no organismo da mulher. Ele é um sinal de saúde e não oferece risco algum à saúde, desde que não venha acompanhado de dores, mau cheiro ou coceiras.

Normalmente, esse tipo de muco cervical antes da menstruação aparece em quantidades relativamente baixas. No entanto, quando aparece após o término do período fértil em grandes volumes, isso significa que houve uma ovulação.

Neste caso, pode haver risco de gravidez, caso o ato sexual não tenha sido protegido durante o período fértil. Isso porque o corpo lúteo estimula a secreção desse tipo de muco hidratante.

Já um ciclo sem ovulação também pode se caracterizar por diversos sintomas, sendo o muco tipo hidrante constante um deles. Como nesse período não há variação hormonal adequada durante o ciclo (FSH, Lh e estrogênio), o organismo mantém o muco tipo hidratante durante todo o período, podendo até causar ciclos enormes, com 60, 70 dias ou até mais.

Isso porque a progesterona não está sendo alternada com outros hormônios, e se mantém alta. Nestes casos, a ovulação não acontecepor não haver estimulação ovulatória. Mas o corpo pode voltar a ovular com a indução da menstruação.

Muco cervical transparente grosso (h3)

Esse tipo de muco cervical antes da menstruação é também conhecido como muco tipo catarro, por ser grosso e ter a mesma aparência do muco no final de gripe.

Normalmente, esse tipo de mico é estimulado no início do período fértil da mulher, devido a alta produção de estrogênio secretado pelos ovários. Por ser ainda muito consistente, ele não é muito apropriado para ajudar os espermatozóides, pois não costuma deixar fluir a passagem deles.

Mas indica o início do período fértil, onde os folículos (óvulos) estão crescendo para possibilitar a gravidez.

No entanto, algumas mulheres podem manter esse muco durante todo o período fértil, dificultando a gravidez. Neste caso, recomenda-se o uso de gel lubrificante para ajudar na concepção.

Este tipo de gel específico para esta finalidade costuma facilitar a concepção por conter uma consistência e composição semelhante ao muco elástico do período fértil.

Muco cervical elástico e transparente

Outro tipo de muco cervical antes da menstruação facilmente detectado é o elástico e transparente. Este indica que a mulher está em período fértil, portanto, o tipo mais apropriado para quem deseja engravidar.

Embora algumas vezes ele é visto em pouca quantidade, em apenas um ou dois dias durante o período da ovulação, se a mulher tiver relações, poderá engravidar facilmente. O gel lubrificante pode ajudar na concepção.

Para identifcá-lo, você observa que ao ser colocado entre dois dedos, ele costuma esticar cerca de 1 a 2 cm sem se quebrar.

Muco cervical aquoso

Ao contrário do muco branco tipo creme hidratante que pode deixar a sensação de ressecamento, esse tipo de muco cervical aquoso costuma promover a sensação de umidade, lubrificando bastante a região íntima da mulher. Ele costuma ocorrer durante o período da ovulação, não tem cheiro e nem promove qualquer tipo de coceira ou mal estar.

Muco cervical esbranquiçado (com grumos)

Este tipo de muco cervical antes da menstruação que chega acompanhado de grumos é muito confundido com outros tipos de secreção de doenças como a candidíase. Ele difere do muco tipo creme hidratante, por apresentar uma textura branca grossa com grumos também brancos.

Quando não acompanhar coceiras e ardência, é muito normal aparecer logo após a ovulação por conta do aumento súbito e considerável da progesterona, estimulada e produzida pelo corpo lúteo.

Muco Cervical X Outras Secreções

muco cervical antes da menstruação corrimento
Há vários outros tipos de muco cervical antes da menstruação diferentes de corrimento.

Há algumas diferenças bastante consideráveis entre os tipos de muco cervical e outras secreções vaginais. Como já explicamos, o muco cervical antes da menstruação é um líquido produzido naturalmente pelo organismo feminino, embora possam ser brancos, espessos, aquosos, elásticos, com grumos etc.

Esses tipos de mucos não são o que comumente chamamos de corrimento vaginal. Apesar disso, algumas mulheres confundem o muco cervical com corrimento, principalmente após o período menstrual, quando ele ainda está um pouco espesso e vem acompanhado de resquícios de sangue menstrual ou durante a ovulação, quando há um aumento da quantidade de secreção.

Porém, ao contrário do muco cervical, o corrimento é sinal de desequilíbrio da flora vaginal e apresenta características específicas como mau odor forte, cor peculiar, acompanhando também prurido e ardor.

Em geral, o muco cervical é proveniente de alterações hormonais naturais e sem qualquer risco para a saúde da mulher. Já o corrimento pode ser proveniente de algum problema na região íntima da mulher, como uma outra doença ou desequilíbrio do organismo. A cor do corrimento pode dar indícios de qual é o problema, como por exemplo:

Candidíase

Em caso de candidíase, uma infecção vaginal por fungo (cândida), a secreção se assemelha a leite talhado, parecido com o muco cervical com grumos produzido após a ovulação. Ele é um corrimento espesso, branco esverdeado, com a presença de grumos.

Porém, a diferença é que a secreção da candidíase provoca coceira intensa, ardência e tem um cheiro forte de água sanitária. Ela ainda pode vir acompanhada de inchaço, sensibilidade vulvovaginal intensa, irritação ao redor da vulva, dor ao urinar e durante as relações sexuais. Costuma melhorar durante as menstruações.

Ela é causada pela proliferação desorganizada de uma bactéria natural da flora vaginal da mulher (Cândida Albicans), podendo ocorrer em qualquer ocasião, mas principalmente em casos de baixa imunidade, gravidez etc.

Leia mais: Remédio para Candidíase em Dose Única para o Casal

Infecção vaginal

A presença de alguma infecção vaginal pode ser observada através de uma secreção parecida com o muco tipo hidratante, mas de cor mais amarronzada. Normalmente, os sintomas acompanham coceiras, ardor ou um cheiro forte.

Ciclos menstruais irregulares, câncer cervical ou do endométrio

Nestes casos, a secreção ou corrimento tem coloração marrom ou cor de sangue escuro, acompanhando dores abdominais e sangramentos.

Gonorréia

A gonorréia é uma doença sexualmente transmissível, com um corrimento amarelo semelhante a pus, acompanhado de dor, sangramento entre os períodos e ao urinar. Por ter curta duração, pode passar despercebido.

Tricomoníase

Essa doença provoca um corrimento amarelo-esverdeado ou acinzentado, bolhoso, fluido e com mau cheiro, principalmente provocando dor e desconforto no baixo ventre durante a relação sexual e coceira vaginal intensa.

Secreção de revestimento do útero

Após o parto, o organismo secreta parte do revestimento interno do útero, provocando um corrimento cor de rosa, também chamado de lóquios.

Vaginose bacteriana

No caso de corrimento amarelo-acinzentado fluido, com odor de peixe podre após as relações sexuais e ou menstruações, acompanhada de coceira ou ardência, vermelhidão e inchaço da vagina e vulva, pode ser uma infecção chamada de vaginose bacteriana.

Ela é uma infecção genital causada por bactérias (Gardnerella Vaginalis) e não é considerada uma doença sexualmente transmissível, pois essas bactérias podem ser encontradas habitualmente no organismo feminino.

Sinais e Sintomas de corrimento

Agora que você já sabe diferenciar os tipos de muco cervical antes da menstruação de secreções conhecidas por corrimento, é bom ficar atento também aos sinais e sintomas que podem indicar algo de errado. Como por exemplo, a seguir:

  • Aumento do volume de muco vaginal;
  • Umidade constante e frequente na roupa íntima, às vezes passando para outras peças de roupa;
  • Mudança na coloração, de branco opalescente e cristalino (de acordo com a fase do ciclo) para amarelo tipo pus, amarelo-acinzentado, amarelo-esverdeado, branco-amarelado, etc.;
  • Presença de mau cheiro, principalmente após relação sexual e no final do ciclo menstrual;
  • Coceira na vagina e na vulva;
  • Ardor ao urinar;
  • Dor pélvica e na penetração durante a relação sexual.

Como avaliar o muco cervical

muco cervical antes da menstruação elástico
O muco cervical antes da menstruação deve ser elástico.

Como já explicamos, as variações do muco cervical, como o seu espessamento, podem indicar o início do período de ovulação.

Assim, essa análise das características do muco nesta fase é bastante utilizada para determinar se a mulher está ou não no seu período fértil. Para isso, dá-se o nome de método de Billings ou método do muco cervical.

Para utilizar o método, basta despir-se e introduzir o dedo indicador na vagina para observar a consistência da secreção dessa região. Ao retirar o dedo, consegue-se observar se o muco está presente em quantidade suficiente e se está elástico ou não.

Como dissemos anteriormente, para engravidar o ideal é o muco estar em boa quantidade e com textura elástica. Portanto, será preciso ficar observando o comprotamento do muco diariamente, assim como as suas características por conta das suas variações no período.

Normalmente, o período de ovulação acontece cerca de 4 dias depois do aparecimento do muco cervical grosso, pegajoso e de coloração esbranquiçada para depois se trasnformar no líquido transparente e elástico ideal.

É comum também algumas mulheres ter dificuldade para engravidar por conta de um muco cervical muito grosso durante todo o ciclo, o que dificulta o movimento dos espermatozóides. Mas nada que um ginecologista não possa ajudar com um tratamento adequado.

Apesar do método ser barato, fácil de fazer e sem contraindicações, ele não deve ser usado como método contraceptivo para evitar a gravidez, por conta das suas variações ao longo do ciclo, o que torna difícil a sua exata avaliação. Portanto, opte por sempre por outras opções de métodos contraceptivos, mais seguros e eficazes.

Muco cervical na gravidez

muco cervical antes da menstruação na gravidez
O tipo de muco cervical mais comum na gravidez é o de “creme hidratante grosso”.

A grande maioria das gestantes tem dúvidas sobre quais tipos de muco cervical estarão presentes na gravidez. E para responder à esta pergunta rapidamente, o tipo mais comum é o “creme hidratante”, que chega em abundância.

Mas não se preocupe, isso é um ótimo sinal, pois quanto mais muco desse tipo, melhor para a gestação. Pois, isso significa que o organismo está bem amparado hormonalmente e as chances de um aborto espontâneo por baixa hormonal é reduzido.

Ele torna-se mais grosso e esbranquiçado nesse perído devido às alterações hormonais normais e naturais, que criam uma “rolha” de proteção para impedir que bactérias se desenvolvam dentro do útero e criem complicações à gestação.

Outro tipo de muco cervical bastante possível na gravidez é o muco tipo catarro, em menor quantidade, mas percebido ao fazer a higiene local com o papel higiênico após urinar. Ele é causado pelo aumento de estrogênio e pode ser observado em qualquer fase da gestação.

Ao contrário que muita mulher pensa, ainda não é o tampão, pois este aparece no final da gravidez em grandes quantidades e algumas vezes, acompanhado de sangramento.

Pronto! Agora você já sabe tudo sobre muco cervical antes da menstruação e não tem mais com o que se preocupar. Caso identifique algo fora do normal, como descrito aqui, entre em cotato com o seu ginecologista. Esperamos ter ajudado!

Leave A Reply

Your email address will not be published.