Take a fresh look at your lifestyle.

Microlink: Cuidados, Valor, Dura Quanto Tempo?

Se você cortou os cabelos e se arrependeu ou simplesmente tem pressa para que eles cresçam logo, é possível contar com diferentes técnicas de alongamento de cabelo. Métodos como esses estão cada vez mais populares entre as mulheres, pois além de alongar os fios, ajudam a diminuir a queda. É o caso do microlink, uma técnica bastante prática e confortável que pode estender os fios e aumentar o volume dos cabelos em poucos minutos.

O microlink é uma versão mais avançada da técnica de aplique de mega hair com cola de queratina. A vantagem é que, ao invés de colar as mechas artificiais no couro cabeludo, elas são presas através de anéis metálicos aos fios naturais sem precisar utilizar química.

Além disso, como o procedimento não é feito rente à raiz, como em outras técnicas, ele não é doloroso e os fios são menos repuxados, resultando em danos menores para os cabelos originais. Os microlinks também não incomodam e não deixam a raiz volumosa, tornando a sua adaptação muito mais tranquila.

Por isso, o microlink tem se tornado uma das principais opções de alongamento capilar, embora ainda tenha algumas semelhanças com outros métodos de mega hair como o Nó Italiano, Fita adesiva, Queratina, Tela e Tic Tac.

Se você ainda não se decidiu e precisa entender mais um pouco sobre a técnica de microlink e as outras opções de alongamento antes de investir, está no lugar certo. Nós vamos explicar tudo sobre essa técnica e todas as outras abaixo.

Vamos lá!

O que é Microlink?

O microlink é um método de alongamento que utiliza anéis para entrelaçar os fios.
O microlink é um método de alongamento que utiliza anéis para entrelaçar os fios.

O microlink é um método de alongamento mais avançado de Mega Hair, muito semelhante à ligação térmica de polímeros de queratina, porém sem precisar colar. O procedimento utiliza o entrelaçamento de pequenas mechas de cabelo aos fios naturais através de um micro anel de metal.

O método foi inventado no Japão em 1992, porém foi logo abandonado alguns anos depois devido a um problema de oxidação do anel. O material original dos antigos anéis eram feitos de cobre ou metal similar, que quando eram lavados, o contato com a água provocava a sua oxidação, causando alergias e ruptura do cabelo na sua remoção.

No entanto, de lá pra cá, a tecnologia do micro do anel avançou consideravelmente. Ele foi totalmente reconstruído usando materiais como fibra de carbono ou alumínio, eliminando o problema de oxidação. Já a sua remoção, deve ser feita por técnicos treinados, apesar de perfeitamente segura.

Benefícios do Mega hair de microlink

Como o microlink é uma evolução das técnicas de mega hair que utilizam a cola de queratina, há de se esperar alguns benefícios, se comparado a outros procedimentos. São eles:

  • Indolor: como o procedimento não é feito rente à raiz, os fios são menos repuxados, não acarretando em dores e danos aos fios naturais.
  • Natural: como não utiliza química, não oferece riscos à saúde ou danos aos fios naturais.
  • Confortável: as aplicações não incomodam, não fazem volume na raiz volumosa e são de adaptação fácil.
  • Remoção segura: por ser feito com material inoxidável, a sua remoção não oferece perigo.
  • Colocação rápida: o tempo de aplicação é menor e menos complicada, cerca de 4 a 5 horas.
  • Sem restrições: pode ser aplicado em todos os tipos de cabelo lisos, encaracolados e ondulados, embora não seja indicado para cabelos frágeis, danificado e crespos tipo Afro.
  • Boa duração: de 3 meses.

Mega hair X Microlink

Como dissemos, o microlink é uma evolução das técnicas de alongamento de mega hair que utilizam a cola de queratina, sendo assim é normal que eles tenham algumas diferenças entre si. Veja abaixo:

No alongamento com mega hair, os fios são colados com adesivos ou cola à base de silicone ou queratina. Ao passo que no microlink, a aplicação é feita através de micro anéis quase imperceptíveis.

Apesar de ambos serem indicados para quem tem pouco cabelo, ralos e sem volume, o microlink deve ser evitado por quem tem os cabelos muito finos e lisos para que não escorreguem.

Em ambos os procedimentos, os apliques devem ser fixados sobre cabelos saudáveis, principalmente o mega hair, que é fixado rente ao couro cabeludo. Já o micro link pode ser utilizado até por quem tem química nos cabelos, desde que não haja perigo de quebras.

A manutenção do mega hair nos primeiros três dias exige dormir com tranças ou rabo de cavalo e não lavar a cabeça. Além disso, ao entrar na piscina, as mechas devem ficar presas para não embaraçar. É recomendada a hidratação mensal e o uso de escova com cerdas largas.

Já com o microlink as mechas se embolam mais facilmente, exigindo atenção mais redobrada. Também não se deve dormir com os cabelos soltos e nem lavar nos três primeiros dias de aplicação. Por fim, ambos possuam uma durabilidade de 2 a 3 meses, dependendo da velocidade de crescimento dos cabelos.

Como é feito o procedimento de microlink

O procedimento é feito através de entrelaçamentos dos fios com anéis coloridos.
O procedimento é feito através de entrelaçamentos dos fios com anéis coloridos.

No procedimento de aplicação de mega hair por microlink, pequenas mechas do cabelo da extensão são prensadas junto com o cabelo natural da pessoa através do micro anel com uma agulha e alicate apropriados.

Os cabelos então ficam presos através do conector selando a extensão e o cabelo natural juntos.

Os anéis são compactos e lisos, geralmente combinando com a cor do cabelo para ficarem quase imperceptíveis. Por serem planos, são também menos volumosos do que algumas ligações térmicas de queratina.

Eles podem ter até cinco tamanhos diferentes, dependendo do tipo de cabelo que serão aplicados. Por exemplo, um anel médio é usado em cabelos de ondulação menor, já um cabelo mais grosso exige anéis maiores e o anéis menores são usados mais perto da linha da risca ou da franja ou em um cabelo mais fino.

Mega hair microlink dura quanto tempo?

Os micro anéis, assim como os alongamentos fixados por queratina ou silicone, podem durar até 3 meses, sem que caia uma grande quantidade de extensões nesse período.

No entanto, recomenda-se substituir ou remover as extensões após 8 ou 10 semanas para manter a aparência e as melhores condições dos fios, sem que elas se tornem visíveis, devido ao crescimento natural dos cabelos.

Mega hair microlink como tirar?

Assim como a sua aplicação, a sua remoção também deve ser feita por um técnico qualificado, para evitar a ruptura dos fios de cabelo ao puxar a extensão. Através da remoção apropriada você promove danos mínimos, além de ser muito fácil e rápida.

Mega Hair Microlink: Cuidados após colocação

É preciso ter cuidados após a aplicação do microlink.
É preciso ter cuidados após a aplicação do microlink.

Como todo procedimento de beleza, para se obter os melhores resultados na aplicação e manutenção após a sua colocação, são necessários seguir com alguns cuidados, assim como respeitar algumas regras.

Na maior parte os cuidados serão os mesmos que você teria com os seus cabelos naturais, veja abaixo:

  • O microlink não é indicado para cabelos extremamente lisos, para evitar que os fios da extensão escorreguem dos naturais.
  • Quem optar pelo microlink deve evitar aplicar produtos de formulação oleosa próximos ao couro cabeludo.
  • A lavagem dos cabelos com microlink, de mechas naturais ou artificiais, deve ser normal com shampoo sem sal para limpar o couro cabeludo e condicionador para hidratar e selar as cutículas logo em seguida.
  • A lavagem deve ser feita com água sempre fria ou morna, nunca quente, para evitar o ressecamento.
  • Nunca esfregue os cabelos para não embolar, mas faça massagens suaves nas mechas.
  • Depois do banho, os cabelos devem ser secos com uma toalha ou secador, para evitar acumular umidade e causar cheiro desagradável, proliferação de fungos, caspa, seborreia, sensibilidade e outros problemas capilares.
  • Nunca durma ou prenda os fios ainda úmidos para não facilitar a quebra.
  • Quando pentear, opte por pentes largos ou escovas macias, começando das pontas para cima, gradualmente, para não embaraçar.

Outras técnicas de alongamento de cabelo

Existem várias outras técnicas de alongamento de cabelo além do microlink.
Existem várias outras técnicas de alongamento de cabelo além do microlink.

Para que não fiquem dúvidas sobre todas as opções de alongamento dos fios e as diferenças entre as técnicas, vamos listar abaixo todas elas. Dessa forma, você vai poder escolher e optar pela técnica mais adequada aos seus cabelos.

Além do microlink, existem mais cinco técnicas de mega hair diferentes: tela, fita adesiva, queratina, tica tac e nó italiano. A diferença entre elas está no tempo de colocação, manutenção, no tipo de cabelo da cliente (volume, textura, comprimento, cor) e na forma como ela lida com seus fios no dia a dia, pois além de alongar, muitas mulheres também desejam aumentar o volume dos cabelos.

1 – Mega Hair de Tic Tac

O Mega Hair de tic tac é um dos favoritos entre todas as mulheres, devido a sua praticidade e baixo custo. A sua grande vantagem é não precisar ir até o cabeleireiro para fazer a colocação ou a manutenção do aplique, por isso que diminui-se os gastos.

O procedimento de colocação requer mais ou menos 10 minutos, sendo que com o tempo e mais habilidade a aplicação pode ser até mais rápida. A manutenção deve ser feita com cuidado e delicadeza como qualquer outro cabelo.

Ele é composto por presilhas feitas de ferro na tonalidade do seu cabelo. No entanto, é preciso ter cuidado ao entrar no mar e quando for dormir, pois os fios podem embaraçar e as presilhas precisam ser secas, para evitar enferrujar.

2 – Mega Hair de Fita Adesiva

O Mega Hair com fita adesiva está em disputa acirrada com os outros tipos de alongamentos, por ser uma alternativa rápida e segura para quem deseja aumentar o comprimento e o volume dos fios artificialmente.

A aplicação é feita por uma mecha fina do cabelo natural sobreposta a duas mechas do mega hair por lâminas adesivas de queratina dupla face, em faixas inteiras.

A sua manutenção deve considerar a forma com que os fios naturais são cuidados. Se eles crescem pouco e você costuma ter um cuidado maior com os fios, a sua duração levará mais tempo. Caso o contrário, as fitas precisarão ser recolocadas o mais breve possível para que o cabelo não fique irregular.

O tempo normal de manutenção varia entre 2 a 3 meses, por isso, este método costuma ser mais caro que os outros. São a opção perfeita para quem tem receio do alongamento de danos à saúde dos fios ou para quem tem cabelos curtos.

Não é preciso secar os cabelos após lavá-los e a aplicação é feita em 40 minutos. Vale lembrar que a mesma extensão pode ser reutilizada até cinco vezes, se os cuidados forem feitos corretamente.

3 – Mega hair de Queratina

Este é um dos métodos mais conhecidos entre as famosas e o mais indicado para mulheres que têm dificuldade no crescimento dos fios naturais. A técnica utiliza cola de queratina para unir mechas de um centímetro de largura aproximadamente em tufos de cabelos naturais mais ou menos com a mesma espessura do aplique.

A manutenção deverá ser feita com um profissional extremamente qualificado a cada 3 meses. Os cuidados no dia a dia também devem ser muito rígidos, pois as mechas podem embolar e ficarem totalmente visíveis.

Recomenda-se que os cabelos usados no aplique sejam 100% humanos e caso haja necessidade de pintar o cabelo ou descolorir, os apliques devem ser virgens, devido a qualidade para o processo.

Deve-se também evitar o uso do secador, chapinha e babyliss por conta do calor, assim os cabelos não precisam ser secados após cada lavagem.

A grande desvantagem desta técnica é diminuir o comprimento do cabelo a cada manutenção. Isso porque a cada troca, uma nova queratina deve ser reaplicada e a antiga é cortada, o que faz com que cerca de 1 a 1,5 centímetros de comprimento dos fios sejam cortados.

A aplicação demora de 2 a 3 horas, sendo mais indicada para os cabelos muito curtos ou ralos. É preciso ter cuidado para não colocar mechas pesadas, para não afetar a raiz do couro cabeludo e causar fortes dores de cabeça.

4 – Mega Hair de Nó Italiano

O nó italiano consiste em amarrar as mechas artificiais com nós de lastex próximas à raiz do cabelo natural. A técnica dá mais volume nas áreas aplicadas, dando um aspecto mais natural, mas a aplicação pode ser um pouco mais dolorosa, por conta dos puxões para fazer os nós. A técnica precisa de manutenção de aproximadamente 2 meses, dependendo do cuidado de cada pessoa.

5 – Mega Hair de Tela

A de mega hair por tela consiste em ligar os fios do alongamento aos naturais através de uma tela costurada rente ao couro cabeludo, de forma que ela fique quase que imperceptível.

Ela não possui problemas com temperaturas quentes como o calor do secador, chapinha e babyliss, e os cabelos devem sempre secos após lavá-los. Ela é mais indicada para quem gosta de prender os cabelos e fazer penteados.

Quem possui pouco cabelo, por exemplo, pode optar por uma tela bem fina. Para colocá-la, leva de 10 a 15 minutos apenas, sendo uma das técnicas mais procuradas, já que possui um melhor custo benefício.

E aí, curtiu o mega hair de microlink? Quer experimentar ter os cabelos mais longos? E qual seria a sua escolha? Volte aqui para nos contar a sua decisão e se ficou satisfeita com o resultado. Até a próxima!

Leave A Reply

Your email address will not be published.