Take a fresh look at your lifestyle.

Lubrificação feminina: como melhorar? Idade

Para algumas pessoas, falar sobre lubrificação feminina ainda pode ser um tabu. Entretanto, trata-se de um assunto muito importante não apenas para a sua vida sexual, mas também para a sua saúde da região genital.

Neste artigo vamos entender melhor o que é a lubrificação feminina. Vamos responder algumas dúvidas mais comuns e te ajudar a entender por que ela ocorre, para que serve e principalmente se é possível melhorá-la para proporcionar melhor desempenho e mais conforto nas relações sexuais.

Esqueça os tabus. E mesmo se você tem vergonha, aqui entre nós isso não é necessário! Esperamos que nosso artigo possa responder suas dúvidas e te ajudar a se sentir mais confortável com seu corpo!

O que é a lubrificação feminina?

Assim como o corpo do homem dá sinais físicos da excitação sexual, o corpo da mulher também dá esses sinais. A grande diferença é que esses sinais no corpo feminino não são tão visíveis.

A lubrificação feminina ou lubrificação vaginal é a resposta do corpo da mulher a estímulos sexuais.

Ou seja, quando você fica excitada, seu corpo se prepara para o ato sexual, assim como o do homem. O homem precisa ficar com o membro rígido e ereto para possibilitar a penetração. A mulher precisa ficar com o canal vaginal lubrificado, molhado, “escorregadio”, para facilitar a penetração.

Assim, graças aos seus hormônios e a estímulos enviados pelo seu cérebro, quando você fica excitada, sua vagina começa a ficar mais lubrificada. E você aí pensando que só o corpo do homem demonstrava tesão…

Por que algumas mulheres ficam pouco ou nada lubrificadas?

Mais uma vez vamos fazer uma comparação com a versão masculina da questão.

Muitos homens têm dificuldades de ereção ou mesmo impotência sexual – ou seja, não conseguem ter ereções. O mesmo pode acontecer no corpo feminino. E os motivos são muito parecidos.

Não é raro uma mulher não ficar muito lubrificada para o ato sexual. As causas mais comuns para esse problema são:

  • Falta de estímulos. As preliminares são importantes. Se você não está excitada, não fica lubrificada. Simples assim;
  • Traumas e medo. Se você já sofreu algum tipo de violência sexual, é possível que o trauma vivido gere uma barreira que te impeça de ter uma vida sexual ativa. Se este for o seu caso, ajuda médica e psicológica são indispensáveis – bem como uma conversa franca com o seu parceiro;
  • Motivos psicológicos em geral. E, qualquer que seja, a ajuda de um terapeuta é indispensável;
  • Baixa lubrificação. Se, por qualquer motivo, sua lubrificação andou baixa e você teve dor nas últimas relações sexuais, pode ter ficado com medo, mesmo inconsciente. Isso acaba causando uma piora na lubrificação e gera um efeito dominó;
  • Alguma forma de desequilíbrio hormonal ou qualquer outro problema relacionado com a sua saúde física. Se você não se identificou com nenhum dos fatores acima, procure seu ginecologista de confiança e não tenha vergonha de relatar sua dificuldade. Pode ser realmente simples solucionar.

A idade tem relação com a diminuição da lubrificação?

O corpo humano tem seu ciclo. Nasce, cresce, amadurece, enfraquece.

Dessa forma, as funções sexuais tanto do homem quanto da mulher também são assim.

Assim como o homem pode ter mais dificuldade de ereções com o passar dos anos, o mesmo pode acontecer com a lubrificação feminina.

Não significa que a mulher deixa de ficar lubrificada, apenas a quantidade de lubrificação pode diminuir. E é importante dizer que isso não é uma regra e não necessariamente acontece com todas as mulheres.

Levar uma vida considerada saudável, com boa alimentação e bons hábitos pode ajudar a evitar esse inconveniente.

Se você está percebendo que sua lubrificação está diminuindo com o passar dos anos, não espere realmente virar um problema. Converse com seu ginecologista de confiança para conhecer as opções.

É possível aumentar a lubrificação feminina?

Mesmo que você tenha verificado que seu problema é físico ou hormonal e já esteja realizando algum tratamento, é possível colaborar com a natureza de outras formas.

Preparamos uma lista com algumas dicas para você aumentar sua lubrificação feminina e, consequentemente, o seu prazer sexual!

Caprichar nas preliminares

A gente sabe que “uma rapidinha” pode ser muito excitante, mas “uma demoradinha” pode ajudar bastante na questão da lubrificação. Converse com seu parceiro e não tenham pressa.

Vale incluir brincadeiras, objetos, comidas e outros fetiches. Caprichar nas preliminares não vai ser apenas positivo para aumentar sua lubrificação, mas também para aumentar a intimidade de vocês.

Cuide da alimentação

Aumente o consumo de água, chás naturais, sucos naturais e outros líquidos. Seu corpo precisa estar bem hidratado para produzir maior volume de lubrificação. Então aproveite essa boa desculpa para aumentar a ingestão de líquidos e ver várias coisas melhorarem no seu organismo.

Diminua o consumo de café, refrigerantes e bebidas alcoólicas. Na contramão da dica anterior, esses são os líquidos que desidratam seu corpo! Tente reduzir a quantidade e a frequência com a qual você consome essas substâncias e a diferença será rapidamente notada.

De olho nos sabonetes íntimos

Cuidado com o uso de sabonetes íntimos. O uso deles em excesso altera o ph natural da sua vagina. Em decorrência dessa alteração, uma das consequências pode ser a redução do volume da lubrificação feminina.

Relaxe

Desacelere, relaxe, se entregue… Sua lubrificação está diretamente ligada ao nível de envolvimento que você tem com seu parceiro e com aquele momento.

Então, procure se entregar ao momento. E se não estiver a fim, diga “não” e deixe para quando estiver realmente com vontade.

Manter hábitos saudáveis

Uma boa alimentação, tempo adequado de sono de qualidade e a prática regular de exercícios podem contribuir para o melhor funcionamento de todo seu corpo – inclusive das funções sexuais.

Considerações finais

Além de tudo o que já dissemos, estão disponíveis no mercado os lubrificantes artificiais. Eles podem ajudar a aumentar o conforto e o prazer nas relações sexuais.

Ao se sentir mais confortável e relaxada, pode ser que sua lubrificação feminina natural aumente também!

Tenha sempre em mente que procurar ajuda médica não é vergonha. Você deve se envergonhar se não procurar quando for necessário.

A sua lubrificação feminina pode ajudar a melhorar não apenas sua vida sexual, mas sua auto estima também! Não descuide de você!

Leave A Reply

Your email address will not be published.

Este site utiliza cookies para melhorar a experiência AceitarLer mais