Take a fresh look at your lifestyle.

Folha de Graviola: Emagrece? Para que serve? Onde Comprar?

Originária das Antilhas, onde é encontrada ainda em estado silvestre, a graviola (Annona muricata L.) é uma fruta tropical muito nutritiva, que se popularizou no Brasil na região norte-amazônica. Há anos utilizada por nativos andinos como fonte de propriedades medicinais poderosas para o tratamento de várias anomalias, a folha de graviola tem ganhando cada vez mais destaque por aqui, devido aos seus inúmeros benefícios à saúde.

No Peru, as folhas de graviolas são fervidas para fazer um chá muito utilizado para eliminar catarro, suas sementes possuem propriedades anti parasitárias, as raízes, assim como as folhas, podem ajudar no tratamento do câncer e diabetes.

A fruta é popularmente conhecida por muito nomes diferentes (araticum, jaca do Pará, jaca de pobre, coração de rainha, jaqueira mole e fruta-pão, entre outros), dependendo da região em que é encontrada. Sua aparência única de polpa carnuda e macia, a tornam uma fruta deliciosa e muito versátil que pode ser consumida de muitas formas.

No entanto, o maior interesse despertado pela graviola em alguns cientistas no Brasil, são quanto às descobertas de um princípio ativo (annonaceous acetogenins) presente na folha da graviola, um fitoquímico de ação antibiótica bastante benéfico ao organismo capaz de atuar na prevenção e tratamento de doenças e ajudar na perda de peso, por exemplo.

Apesar da fruta ser um rica fonte de fibras e vitaminas, essa substância na folha da graviola também possui alguns potenciais efeitos colaterais. Assim, no artigo abaixo vamos explicar para que serve a folha de graviola, seus benefícios, contra indicações e como utilizá-la, evitando maiores complicações. Confira!

Graviola: a fruta!

folha de graviola
A graviola é uma fruta tropical muito nutritiva e saborosa.

A graviola (Annona muricata L.) é uma fruta tropical da Gravioleira, árvore de pequeno porte da família das Annonaceae, originária das Índias Ocidentais do Continente Sul Americano (América do Sul e Central), mais precisamente nas Antilhas, onde ainda se encontra em estado silvestre.

No Brasil, a graviola tornou-se subespontânea na região Amazônica, onde o clima é úmido e a altitude mais baixa.

A árvore possui folhas verdes brilhantes e flores amareladas, grandes e isoladas, que nascem no tronco e nos ramos. Já o seu fruto, a graviola, tem uma  aparência bastante exótica e enorme, podendo pesar até entre 750g a 8kg.

A parte externa tem formato oval, casca verde-escuro, coberta de pequenos “espinhos”. A parte interna é formada por uma polpa branca com espinhas avermelhadas, de sabor levemente adocicado e um pouco ácido (agridoce), muito utilizada para sucos e sobremesas.

Além do fruto, também se utilizam as folhas, raízes e sementes da graviola devido às suas inúmeras propriedades medicinais para o tratamento e prevenção de muitas doenças e problemas relacionados à saúde.

Propriedades Medicinais da Graviola

folha de graviola possui propriedades medicinais
Tanto a polpa como a folha de graviola possuem inúmeras propriedades medicinais.

A graviola é uma fruta de alto valor nutritivo. Além disso, possui muitas propriedades medicinais presentes em suas folhas, raízes e sementes, utilizadas para extrair óleo e fazer chás.

Tanto a fruta quanta a folha da graviola são ricas em nutrientes como cálcio, potássio, ferro, magnésio, sódio e fósforo; substâncias importantes como alcalóides, antioxidantes, acetogeninas, ácido gentísico e anonol; além de vitaminas A, B e C.

O óleo de graviola, extraído de suas sementes, possui propriedades bactericidas, adstringentes, hipotensor e sedativo, entre outros.

Por muitos anos índios nativos utilizavam a graviola para tratar diversas doenças, como gastrite, úlcera, obesidade, prisão de ventre, diabetes, problemas digestivos, doenças no fígado, hipertensão, depressão, asma, calafrios, febre, conduto, pressão alta, insônia, enxaquecas, gripes, vermes, nervosismo, diarreia, reumatismos e doenças de pele (coceira, eczema e psoríase). A sua semente tem quantidades ainda maiores de magnésio e potássio em relação a polpa da fruta.

Graviola e a Cura do Câncer

Muito já se falou sobre os benefícios da graviola na luta contra a cura do câncer. Apesar de muitos estudos e pesquisas realizadas recentemente, ainda não se pode dizer que há evidências definitivas que comprovem a eficácia da graviola com relação a cura do câncer.

Entretanto, alguns pesquisadores têm estudado de perto as propriedades da graviola e seus benefícios com relação a prevenção e tratamento de alguns tipos de câncer. Até o momento, resultados têm se mostrado promissores, principalmente quanto à presença da substância acetogenina (annonaceous acetogenins), um fitoquímico antibiótico muito potente, com grande potencial anticancerígeno em câncer de garganta, pulmão, mama, cervical e até leucemia.

Segundo as pesquisas, muitas substâncias presentes na graviola podem ajudar a diminuir a capacidade de produção de energia das células cancerosas, impedindo o seu desenvolvimento e levando a sua morte celular, ao bloquear a produção de ATP, principal fonte de energia utilizada pelas células do organismo.

O Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos até publicou um artigo comprovando a eficácia do fator quimioterápico da graviola sobre as células cancerígenas de câncer de fígado e câncer de mama, normalmente resistentes a drogas quimioterápicas específicas.

Os resultados foram 10.000 vezes maiores que do composto Adriamicina, um dos citotóxicos mais agressivos empregados na quimioterapia para o tratamento do câncer. Além disso, ao contrário destas drogas, a graviola é capaz de atacar as células doentes e preservar as saudáveis.

No entanto, ainda são necessárias muitas pesquisas para confirmar o potencial da graviola e comprovar a eficácia científica da cura do câncer. Principalmente, sobre como as pessoas podem se beneficiar dela nesse sentido.

Benefícios da Folha de Graviola

folha de graviola beneficios à saúde
A folha de graviola possui inúmeros benefícios à saúde.

Além da fruta sempre ter sido incluída na alimentação de muitos nativos indígenas, a folha da graviola também já era utilizada para fazer chá e extratos devido aos seus benefícios à saúde e muitas outras utilidades.

Dentre os principais podemos destacar por exemplo, melhora no desempenho do sistema imunológico, circulatório e digestivo, proteção à pele, controle de peso, diminuição de inflamações entre muitos outros. Veja abaixo:

1. Previne doenças cardíacas e diabetes

A folha de graviola possui propriedades diuréticas e altos níveis de potássio, além de outras substâncias que ao serem ingeridas na forma de chá, ajudam a reduzir a pressão arterial e o colesterol alto, contribuindo para o controle da hipertensão e diminuindo os riscos de problemas cardíacos como aterosclerose, ataque cardíaco e derrame.

2. Auxilia na digestão dos alimentos

O chá da folha de graviola também pode auxiliar na digestão, pois é rica em fibras, vitaminas e minerais, além de compostos anti-inflamatórios e bactericidas capazes de ajudar o sistema digestivo a funcionar da maneira adequada e equilibrar a flora intestinal.

O cálcio, presente na folha de graviola, por exemplo, também ajuda o organismo a absorver melhor o ferro. Assim, o chá de folha de graviola pode ajudar a prevenir problemas intestinais, como prisão de ventre (constipação), indigestão, cólica, inchaço, retenção de líquidos, diarreia e ainda contribuir para a perda de peso.

3. Melhora a circulação sanguínea

A folha de graviola também possui grande quantidade de ferro que é excelente para o sistema circulatório, pois aumenta a energia disponível para as células do organismo através da sua participação na composição dos glóbulos vermelhos, responsáveis pelo transporte de energia para todos os sistemas e tecidos do organismo, otimizando suas atividades metabólicas naturais.

4. Ajuda a emagrecer

A folha de graviola contém vitaminas do complexo B que participam na otimização de processos metabólicos que ajudam na queima de gordura e no fornecimento de mais energia. Com isso o metabolismo é acelerado mais facilmente, ajudando no emagrecimento rápido. Além disso, a polpa da fruta contém muita água, hidratando o organismo.

Leia mais: Chá de Oliveira: Veja as mais diversas formas e benefícios

5. Combate radicais livres e previne infecções

A folha de graviola contém vitamina C, capaz de estimular a produção de glóbulos brancos que atuam como antioxidantes no combate aos radicais livres e na diminuição de processos de estresse oxidativo nos tecidos e órgãos do nosso organismo.

Sua ação antioxidante também retarda o envelhecimento ao combater os radicais livres e estimula o sistema imunológico, prevenindo infecções.

Além disso, a graviola tem propriedades antibióticas, anti inflamatórias e antivirais que ajudam a prevenir as infecções causadas pelo vírus da herpes, por exemplo.

A graviola também é capaz de proteger as mucosas do revestimento do estômago, prevenindo os danos causados pelos radicais livres no sistema gastrointestinal. Assim, o chá de folha de graviola pode ajudar no tratamento de doenças do estômago, como úlceras e gastrite.

6. Melhora a pele e cabelo

O chá de folha de graviola possui propriedades adstringentes que fortalecem a pele e o couro cabeludo. Sua ação bactericida também previne a acne e inflamações na pele, diminui o tamanho dos poros e atenua as marcas e rugas.

Leia também: Chá de Folha de Goiaba: Cabelo, Emagrecer, Diarreia, Corrimento e muito mais!

7. Previne a diabetes

Como diminui o colesterol, de quebra, o chá de folha de graviola ainda pode ajudar a regular o nível de açúcar no sangue, controlando os picos de glicose e assim, reduzindo as chances de diabetes. A sua grande quantidade de fibras também impedem o aumento do açúcar no sangue.

8. Evita a insônia

O chá de folha de graviola também pode evitar problemas ligados ao sono, como a insônia e também a depressão, pois promove o relaxamento e a sonolência, além de ser um ótimo regulador de humor.

9. Melhora o sistema respiratório

O chá de folha de graviola é excelente para o sistema respiratório, pois possui propriedades expectorantes que contribuem para a eliminação do catarro, prevenção da gripe e melhora da imunidade do organismo.

10. Previne e trata doenças sexualmente transmissíveis (DSTs)

O chá de folha de graviola possui propriedades antivirais e bactericidas que podem ajudar a prevenir e tratar doenças sexualmente transmissíveis menos agressivas, como a gonorréia e a cândida, por exemplo.

11. Desintoxica o organismo

O chá da folha de graviola também é excelente para livrar o organismo de toxinas pelas suas propriedades antioxidantes, contribuindo naturalmente para a redução no inchaço do corpo.

Tudo isso graças a presença de substâncias como taninos, saponinas, fitoesteróis, flavonóides e antraquinonas, antioxidantes importantes para a saúde no combate aos radicais livres, que danificam as células e aceleram o envelhecimento precoce.

12. Mantém a saúde ocular

Os antioxidantes presentes no chá de folha de graviola também ajudam no tratamento e prevenção de doenças oculares, devido a presença de vitamina C, vitamina E, betacaroteno e zinco, que reduzem o risco de desenvolvimento de degeneração macular relacionada à idade.

13. Alivia as dores

A folha de graviola tem propriedades anti-inflamatórias que podem ajudar no alívio de dores variadas, incluindo condições graves de reumatismo, artrite e gota, devido às propriedades anti reumáticas, que diminuem as inflamações e o ácido úrico. Além disso, pode ajudar a combater cólicas, crises de enxaqueca e até dor de dente.

14. Mantém a saúde bucal

O chá da folha de graviola também tem efeito bactericida, que combate e previne diversos tipos de bactérias que causam gengivite, cárie dentária e infecções causadas por fungos. Além disso, a graviola é eficaz contra o Staphylococcus, bactéria causadora da cólera.

15. Mantém a saúde dos ossos

A sua grande concentração de cálcio, fósforo e ferro atuam diretamente na prevenção da osteoporose e da anemia, mantendo a saúde dos ossos e do sangue.

Contraindicações da Folha de Graviola

folha de graviola não é recomendado à grávidas
Mulheres grávidas e pessoas com problema de pressão baixa não podem consumir o chá da folha de graviola.

Como todo alimento rico em diversas substâncias e compostos minerais potentes, o consumo da graviola em excesso pode não ser indicado para um grupo de pessoas. Como por exemplo:

  • Gestantes, pois a fruta pode provocar aborto, e/ou lactantes;
  • Pacientes com caxumba, aftas ou ferimentos na boca, devido a sua acidez;
  • Pessoas com hipotensão, pois diminui a pressão arterial;
  • Pessoas hipertensas para não interagir com os medicamentos utilizados ou diminuir demais a pressão, levando a um quadro de hipotensão;

Importante: Sempre consultar um médico antes de tomar qualquer tipo de chá ou suplemento, para evitar interações medicamentosas ou piorar alguma condição de saúde pré-existente.

Efeitos Colaterais da Folha de Graviola

Embora existam muitos benefícios quanto ao uso da graviola, há também alguns efeitos colaterais relacionados às substâncias extraídas da fruta.

Embora raros, um dos principais efeitos colaterais é a diminuição da pressão arterial, fadiga, náusea e vômitos, além da presença de uma determinada substância que quando levada ao cérebro pelo fluxo sanguíneo, pode causar mudanças no funcionamento da rede neural, provocando danos nervosos e desordem na coordenação dos movimentos, se consumido em grandes quantidades.

Veja mais alguns efeitos colaterais relacionados ao chá de folha de graviola quando consumido em excesso ou em casos alérgicos:

  • Distúrbios digestivos: seu alto poder antimicrobiano e antibacteriano pode prejudicar as bactérias benéficas do sistema digestivo, encontradas na flora intestinal, desequilibrando o organismo e provocando problemas gastrointestinais e má digestão.
  • Redução da pressão arterial: caso tenha problema de pressão arterial baixa ou toma algum medicamento para a pressão alta, o chá de folha de graviola não é indicado, devido ao seus efeitos hipotensivos que irão baixar demais a pressão arterial sanguínea. Além de ser perigoso, isso pode causar fraqueza, tontura, dor de cabeça e desmaios.
  • Parto prematuro ou aborto: o chá de folha de graviola possui neurotoxinas que podem causar danos ao desenvolvimento do bebê, parto prematuro ou aborto instantâneo.
  • Efeitos neurotóxicos: neurotoxinas presentes na graviola podem ter relação com sintomas de doença de Parkinson.

Como Consumir a Graviola

A graviola pode ser consumida de diversas formas, podendo tudo ser aproveitado, desde a raiz, folhas, polpa e até as flores. Assim, ela pode ser consumida como por exemplo, ao natural, como suplemento em cápsulas, como ingrediente de sobremesas, sorvetes, chás e sucos.

Vitamina de graviola

Para fazer uma vitamina de graviola, por exemplo, basta bater no liquidificador 1 graviola média, sem casca e sem sementes, cortada em pedaços menores e misturar com 3 pêras descascadas, o suco de 1 laranja e 1 mamão descascado, sem sementes. Bata tudo no liquidificador com 100ml de água e adoce a gosto.

Chá de folha de graviola

Para fazer o chá de folha de graviola, basta ferver 1 litro de água, e após levantar a fervura, desligar o fogo e colocar 8 a 10 folhas de graviola secas, e deixar descansar por 10 minutos.

Em seguida coe o líquido, deixe esfriar e consuma logo em seguida, após as refeições. Não exceda a quantidade de 2 a 3 xícaras por dia e evite guardar de um dia para o outro para não perder suas propriedades.

O chá da folha de graviola, além de delicioso e de baixo teor calórico, é uma excelente fonte de vitaminas, minerais, fibras e antioxidantes capazes de trazer inúmeros benefícios à sua saúde, desde que utilizado com precaução e sem exageros.

Leave A Reply

Your email address will not be published.