Take a fresh look at your lifestyle.

Como Limpar a Língua do Bebê?

O recém nascido gera uma série de ansiedades e questões relacionadas ao seu desenvolvimento e aos cuidados após o seu nascimento. Nesse sentido, uma das dúvidas mais frequentes entre as mamães é em relação a como limpar a língua do bebê, por quê e quando, e com que frequência.

Nunca ouviu falar nisso? Pois saiba que a linguinha do bebê pode dizer muito sobre a saúde dele. Sendo assim, os especialistas recomendam começar a higiene bucal nos bebês logo que eles nascem, ao invés de esperar a chegada da primeira dentição.

Isso porque, apesar de ser normal a língua ficar branca, especialmente nos primeiros meses de vida por conta do leite (materno ou fórmula), estes resíduos podem se acumular nas gengivas e acabar causando o que chamamos popularmente de “cárie de mamadeira”.

Por isso, os cuidados diários com a boca do bebê são muito importantes, principalmente após as mamadas noturnas, antes dele dormir, para evitar o acúmulo das horas prolongadas.

Embora há quem rebata argumentando que neste momento ocorre a fixação natural da mucosa oral e o atrito da higiene pode feri-la, quando a limpeza é feita da forma adequada não há este perigo.

Apesar da linguinha branca ser comum devido a gordura natural do leite, manchas opacas nos dentinhos podem indicar um início de cárie. Além disso, quando o esbranquiçado se espalha por toda a parte interna, incluindo lábios, bochechas e céu da boca, pode ser contaminação por fungos, o famoso “sapinho” (candidíase oral).

Outras cores na língua também podem indicar problemas de saúde mais sérios, como respiratórios ou cardíacos (mucosa escura, azulada ou cianótica); infecções nas mucosas e garganta (língua avermelhada). Assim, para evitar esses problemas é fundamental aprender como limpar a língua do bebê logo que ele nasce.

Veja abaixo!

Por que limpar ou não a língua do bebê?

Saber como limpar a língua do bebê é fundamental para evitar doenças.
Saber como limpar a língua do bebê é fundamental para evitar doenças.

O leite materno ou as fórmulas substitutas possuem em sua composição açúcares, proteínas e gorduras. A língua do bebê, como a nossa, também não é lisa, e ao entrar em contato com esses resíduos do alimento, mesmo líquidos, ela acaba acumulando-os.

A boca, por sinal, é um ambiente quente e úmido, ideal para a proliferação de microorganismos como bactérias (boas e ruins) e fungos (ruins). Todos nós possuímos uma certa quantidade de bactérias na boca (flora bacteriana), sendo a boca a primeira porta de entrada para esses novos “invasores”.

Normalmente, em uma quantidade controlada, essas bactérias não nos causam mal, mas uma quantidade maior, acabam se proliferando mais que o normal, causando doenças.

No caso do bebê, a sua flora bacteriana ainda está se formando, assim como o seu sistema imunológico e, nesse período de formação, a higiene bucal garante que as bactérias que passarão a fazer parte da sua flora, estarão controladas e o protegendo de invasores.

Esses microorganismos invasores costumam aparecer para se aproveitar dos restos de alimentos presentes na região, que mais tarde, poderão causar cáries e outros problemas para a saúde bucal da criança.

Mais sobre a flora bacteriana dos bebês

O tipo de flora bacteriana presente em cada boca, depende de alguns fatores como a alimentação, higiene e do contato pelo convívio com as pessoas. Como o bebê acabou de nascer, a sua flora bacteriana não tem muito contato com bactérias diferentes, portanto a tendência é se assemelhar à flora bacteriana de seus pais e irmãos.

Por isso é tão importante que, nos primeiros meses de vida, o bebê não tenha um contato constante com muita gente diferente, e se tiver, a higiene é importante. Para agravar, os bebês levam constantemente as mãos na boca.

Por esta razão, esterilizamos tudo nesse período de formação da flora bacteriana e imunológica do bebê e restringimos o seu contato físico com estranhos, ou recomenda-se não beijá-los na boca ou no rosto.

Outro perigo associado a imunidade do bebê ainda em formação, é a proliferação de fungos, causadores dos temíveis “sapinhos”, que deixam a boca com placas esbranquiçadas espalhadas por toda a língua e bochechas delas.

Em alguns casos, isso costuma ser muito dolorido, causando muitos desconfortos, como febre, dificuldade para se alimentar e até falta de apetite. Em casos mais graves, a internação da criança até se faz necessária para ser hidratada e alimentada por soro.

Portanto, entender que é preciso e saber como limpar a língua do bebê e a sua boca é fundamental para prevenir todos esses problemas a curto, médio e longo prazo!

Pois a saúde bucal do seu filho vai depender das bactérias que ele traz na boca durante a sua vida inteira, dos seus hábitos alimentares e da sua higiene. Assim, quanto antes seu filho adquirir hábitos saudáveis, melhor!

Quando começar a limpar a língua e gengiva do bebê?

Entender como limpar a língua do bebê é essencial para a sua saúde desde o nascimento.
Entender como limpar a língua do bebê é essencial para a sua saúde desde o nascimento.

Não há uma data específica para começar a limpar a boca do bebê, mas de acordo com especialistas da Sociedade Brasileira de Pediatria – SBP, tão logo que o bebê nasce, já pode iniciar a limpeza bucal, pois isso vai diminuir a possibilidade de infecções por fungos e acostumá-lo à uma rotina de higiene bucal.

Na verdade, quanto antes o hábito de limpeza for iniciado, melhor. Assim, o bebê logo fica habituado e passa a não reclamar tanto. Além disso, quando chegar o momento de iniciar a escovação dos dentinhos, essa adaptação será bem mais tranquila.

Essa limpeza da língua e das gengivas do bebê deve ser feita cerca de 2 vezes ao dia, para evitar que a região acumule resíduos de leite e a formação de bactérias provenientes da fermentação do alimento na boca.

No caso de bebês que já fizeram a introdução alimentar, a rotina de limpeza é ainda mais importante, devido aos restos de alimentos que podem ficar alojados na boca, causando riscos à sua saúde bucal.

Como limpar a língua do bebê suja de leite

Saber como limpar a língua do bebê é necessários para se criar hábitos saudáveis.
Saber como limpar a língua do bebê é necessários para se criar hábitos saudáveis.

Do nascimento até os 6 meses, antes do aparecimento do primeiro dente, a limpeza da língua e das gengivas deve ser feita com a ajuda de uma gaze umedecida em água morna filtrada, em movimentos circulares suaves, de preferência do interior para o exterior da boca, passando pelas gengivas, bochechas e língua, na frente e atrás, até que os primeiros dentes apareçam.

Após o aparecimento do primeiro dente, entre os 4 e os 6 meses de idade, pode-se continuar a usar a gaze umedecida ou passar a usar uma dedeira de silicone própria, com ou sem sem o creme dental sem flúor, que é mais adequada a esta idade.

A dedeira é uma ótima ferramenta para fazer a higienização da boca do bebê, mas seu uso é mais indicado apenas após os 3 meses de idade. No entanto, a dedeira também pode ajudar a coçar a gengiva do bebê, que fica muito irritada durante primeira fase de dentição.

Dicas para limpar a língua do bebê: Passo a Passo

Para aprender como limpar a boca do bebê, bastam apenas duas coisas: gaze ou fralda de boca limpa e água filtrada ou fervida previamente.

Antes de começar a fazer a limpeza, higienize bem as suas mãos, tire seus anéis e certifique-se de que suas unhas estão curtas o suficiente para não machucar a boca do bebê. Agora, é só seguir os passos abaixo:

  • Enrole a gaze ou a fralda na ponta de seu dedo indicador;
  • Umedeça a gaze ou a fralda na água morna filtrada, retirando o excesso de líquido;
  • Pegue o bebê no colo ou deite-o de costas em local confortável (no berço ou trocador);
  • Encoste o dedo envolto de gaze na boca do bebê e espere que ele abra a boca;
  • Vá passando o dedo suavemente, em movimentos circulares, pela gengiva e em toda a cavidade bucal: língua, bochechas, céu da boca;
  • Na língua, faça movimentos leves de vai, de dentro para fora, sempre delicadamente e com cuidado.

Atenção: cuidado para não colocar o dedo muito fundo, próximo a garganta do bebê, para não causar náuseas. O bebê costuma gostar da massagem nas pregas palatinas e no “biquinho” do lábio superior (áreas de prazer no contato com o bico do peito da mãe).

Como limpar a língua do bebê de 9 meses a 1 ano

A dedeira pode ser usada para limpar a língua do bebê após os 3 meses.
A dedeira pode ser usada para limpar a língua do bebê após os 3 meses.

Nesta fase, nascem os primeiros dentes do fundo, e a introdução de sólidos é mais frequente, por isso a limpeza deve ser feita com uma escova macia, com creme dental sem flúor ou com flúor, em pequena quantidade. O ideal é esperar que eles aprendam a cuspir direitinho, pois o excesso de flúor pode causar manchas nos dentes permanentes, irreversíveis.

Se no início a limpeza bucal está sendo feita Desta forma, até ao nascimento dos primeiros dentes do bebê, deve-se limpar as gengivas, bochechas e língua com um pano ou gaze úmida, pelo menos duas vezes por dia, mas, especialmente, antes de colocar o bebê para dormir.

Também pode ser usada uma dedeira própria, porém ela só é recomendada a partir dos 3 meses de idade.

Leia mais: Bebe Dormir de Bruços no Colo: Pode? Faz Mal?

Como limpar a língua do bebê após um ano de idade

A partir de 1 ano de idade, as crianças devem escovar os dentes com uma escova própria e pasta de dente própria para a idade, que tem menos concentração de flúor, para evitar manchar os dentes, pelo excesso de flúor engolido.

Para escovar os dentes corretamente, coloque uma pequena quantidade de pasta de dente, (equivalente à unha do dedo mindinho da criança) na escova e escove todos os dentes, na frente e atrás, com cuidado para não machucar.

Quando a criança for grande o suficiente para segurar na escova sozinho, deixe que ela mesma faça isso para se habituar. No entanto, d6e uma escovada final para garantir que ficaram bem limpos.

Escove os dentes da criança após as refeições, ou quando não for possível, pelo menos duas vezes por dia, sendo a última mais importante, antes de dormir.

Qual a frequência que deve-se limpar a língua do bebê?

como limpar a língua do bebê: 2-3 vezes por dia
A limpeza bucal deve ser feita de 2 a 3 vezes ao dia.

A limpeza bucal do bebê pode ser feita de duas a três vezes por dia. Mas evite fazer a limpeza logo após a mamada, porque o leite materno possui anticorpos essenciais para a a formação do seu sistema imunológico, esperar um tempo vai garantir que eles sejam totalmente absorvidos pela boca.

Outro motivo para esperar um tempo para limpar a boca do bebê é para evitar que ele vomite todo o leite que acabou de mamar. O mais importante é sempre higienizar a boca do bebê antes que ele durma à noite, para que os açúcares presentes no leite, seja materno, artificial ou de vaca, podem causar a chamada cárie de mamadeira.

Como limpar a língua do bebê com Mel Rosado

Já ouvi muita mamãe recomendar uma para a outra o Mel Rosado para limpar a língua do bebê. No entanto, o Mel Rosado é um medicamento usado para tratar estomatites e “sapinho”. De acordo com a Anvisa, sua composição conta com 10% de extrato de rosas vermelhas diluídos em mel.

Por outro lado, sabe-se que cerca de 10% de todo o mel de abelha produzido no Brasil possui uma bactéria chamada Clostridium botulinum, que causa o botulismo, um envenenamento gravíssimo prejudicial à vida do bebê. Sendo assim, este medicamento não pode ser utilizado em bebês com menos de 12 meses de vida.

Como limpar a língua do bebê com bicarbonato de sódio

Há quem tente limpar a língua do bebê com bicarbonato de sódio diluído em água. No entanto, essa receita só pode ser usada em casos de estomatites e “sapinho”, e nos intervalos da aplicação do medicamento antifúngico, para que o Ph alcalino do bicarbonato de sódio não prejudica a sua atuação.

Para preparar, basta dissolver uma colher de café rasa com bicarbonato de sódio em 250 ml de água filtrada e aplicar delicadamente na boca da criança, com o dedo envolvido em gaze.

Veja também: Soluço em recém nascido: o que fazer? Como parar? É normal?

O que fazer caso as manchas brancas da língua não saírem?

Se as manchas brancas não saírem mesmo com a limpeza leve o bebê ao médico.
Se as manchas brancas não saírem mesmo com a limpeza leve o bebê ao médico.

Se mesmo após você ter aprendido como limpar a língua do bebê direitinho, mas ela continua com manchas brancas, é bem possível que ele esteja infectado pelo fungo “candida albicans”, mesmo fungo causador da candidíase.

Neste caso, vale marcar uma consulta com o médico pediatra para ele fazer o diagnóstico correto e um medicamento antifúngico para tratar adequadamente o problema.

Afinal, o que é sapinho?

O “sapinho”, também conhecido por monilíase oral, é uma infecção muito comum nos bebês e nas crianças pequenas (mais frequentemente até os primeiros seis meses de idade), devido à imaturidade de seus sistemas imunológicos e flora bacteriana.

A infecção é causada pelo Candida albicans, que se instala na superfície da mucosa da boca, especialmente na parte interna das bochechas, nas gengivas, no céu da boca, na língua e na parte interna dos lábios.

Além da região bucal, o fungo também pode infectar a região de fraldas, a monilíase perineal, que se manifesta com pontos bem avermelhados em relevo.

Na boca, o sapinho se parece muito com as manchas de leite que se acumulam na parte interna das bochechas. Mas diferente do leite, as placas esbranquiçadas do sapinho ficam grudadas na superfície da mucosa bucal, sendo bem mais difícil retirá-las sem causar dor ou sangramento.

O uso de antibióticos no primeiro ano de vida pode causar um desequilíbrio na flora bacteriana da boca, causando a proliferação do fungo na forma do sapinho. Já o sapinho entre crianças maiores de três anos não é muito comum, podendo indicar alguma diminuição de imunidade, que deve ser investigada.

O sapinho pode ser assintomático ou pode causar dor, desconforto e diminuição do apetite. Normalmente é tratado com antifúngicos (nistatina ou Cetoconazol) e com uma limpeza feita com água bicarbonatada.

Leia mais: Remédio Caseiro para Cólica de Bebê Recém Nascido: Conheça os Melhores!

Como prevenir o sapinho?

Para prevenir o sapinho, basta tomar algumas medidas preventivas, como por exemplo:

  • Limpar a boca do bebê com gaze e água morna filtrada para retirar os resíduos do leite, e evitar a sua proliferação;
  • Evitar beijar boca do bebê, para evitar passar o fungo;
  • Esterilizar chupetas e mamadeiras;
  • Não deixar que as crianças compartilhem chupetas, mamadeiras e brinquedos que levem à boca.

Quando começar as visitas ao dentista?

Caso esteja conseguindo fazer a higiene bucal direitinho, você pode esperar nascer os primeiros dentinhos. Depois, faça visitas periódicas, para receber orientações mais específicas para a prevenção.

Sendo assim, as visitas ao dentista deverão ser de pelo menos 1 vez por ano para verificar se os dentes estão crescendo corretamente e a presença ou não de cáries.

Pronto! Agora que você já aprendeu como limpar a língua do bebê e fazer a sua higiene bucal de forma adequada, vai poder evitar problemas mais graves e garantir o seu desenvolvimento saudável!

Leave A Reply

Your email address will not be published.