Take a fresh look at your lifestyle.

Como fazer o bebe dormir a noite toda: Guia Completo de 0 meses a 1 ano!

É chegada a hora e os novos papais não se aguentam de tanta felicidade com o nascimento do seu bebê. Passados alguns dias, já em casa, aquele “anjinho” sonolento, que mal se mexia, parece ter sido abduzido e trocado por outro que não consegue engrenar no sono de jeito nenhum. Este é um cenário muito comum nos primeiros meses de vida do bebê, e saber como fazer o bebê dormir a noite toda se torna um enorme desafio para os pais de primeira viagem.

É uma fase difícil e bastante desgastante para os pais, no entanto, muito comum para o recém nascido que ainda tem o sono fragmentado por não ter maturidade neurológica e endocrinológica para consolidar o período de sono por uma noite inteira.

Mas isso não é motivo para desespero, toda essa dificuldade inicial irá se modificar a partir do primeiro trimestre, ao passo que o ritmo biológico natural do bebê vai se acostumando à nova rotina e ele vai percebendo as diferenças entre dia e noite e o seu organismo amadurecendo.

Por isso, é fundamental que se crie uma rotina de sono após esse período para conseguir que o bebê durma efetivamente no horário e local adequados. Parece uma tarefa impossível? Eu diria, difícil. Mas com um pouco de paciência e com as dicas que iremos dar a seguir você vai aprender como fazer o bebê dormir a noite toda mais rápido do que imagina!

Vamos lá!

Por que o sono do bebê é importante?

Como fazer o bebê dormir a noite toda: dormir bem é fundamental para o seu desenvolvimento adequado.
Como fazer o bebê dormir a noite toda: dormir bem é fundamental para o seu desenvolvimento adequado.

Cada criança vai ter um ritmo de sono próprio. No entanto, uma boa noite de sono é essencial para a saúde de qualquer criança, pois o descanso está diretamente ligado ao seu crescimento, imunidade, comportamento e desenvolvimento neurológico.

Isso significa que, durante o sono, o bebê processa todas as informações absorvidas ao longo do dia e as transformam em memórias. É também enquanto dorme, que o seu organismo libera o hormônio responsável pelo crescimento e que a coordenação motora e a noção espacial do próprio corpo são desenvolvidas. O sono também diminui a ansiedade, deixando os bebês mais calmos quando acordados.

Quantidade de sono do bebê

Já a quantidade de horas que o bebê deve dormir vai depender da sua idade e do seu crescimento. O recém-nascido, por exemplo, deve dormir por cerca de 16 a 20 horas por dia. No entanto, o seu sono é ainda muito fragmentado, fazendo com que ele acorde várias vezes durante a noite, seja para mamar ou devido à cólicas. Uma situação normal até os 4 meses.

Isso porque antes dos 3 meses, o bebê não consegue dormir a noite toda por ainda não produzir melatonina (hormônio do sono) suficiente e não possuir a maturidade neurológica e endocrinológica necessárias antes de 6 a 8 semanas de idade para consolidar o sono por uma noite inteira.

De acordo com Jodi Mindell, autor de Sleeping Through the Night (“Dormindo a Noite Toda”) e Marc Weissbluth, professor de Pediatria Clínica na Northwestern University e autor de Healthy Sleep Habits, Happy Child (“Hábitos de Sono Mais Saudáveis, Crianças Mais Felizes”), antes de 12 a 16 semanas, os bebês ainda não são capazes de regular o relógio biológico a ponto de dormir profundamente durante toda a noite.

Portanto, segundo especialistas e pediatras, o bebê só vai começar a dormir sozinho por volta dos 8 meses, e de forma gradual. Por isso, a partir dos 4 meses de idade, é muito importante começar a estabelecer uma uma rotina de sono, pois a base para bons hábitos noturnos se forma antes do primeiro aniversário da criança.

Apesar de não ser uma tarefa fácil (afinal, quem falou que criar filhos era fácil?), existem algumas estratégias de como fazer o bebê dormir a noite toda, que vão desde estabelecer uma rotina, a acalmar o ambiente, falar baixo, dar um banho morno, entre outras.

O sono do bebê em suas diferentes fases

Como fazer o bebê dormir a noite toda: a cada fase de crescimento, ocorrem mudanças no ritmo do sono da criança.
Como fazer o bebê dormir a noite toda: a cada fase de crescimento, ocorrem mudanças no ritmo do sono da criança.

Como na gravidez semana a semana, o bebê também se desenvolve a cada fase. Apesar de cada criança ter um ritmo de sono diferente, em geral cada fase é marcada por características em comum. São elas abaixo:

Como fazer o bebê dormir a noite toda: de 0 a 2 meses

Os bebês nessa fase não sabem diferenciar a noite e do dia. Para agravar, quando eles estavam ainda no útero, eles costumavam dormir enquanto você estava se movimentando durante o dia, e acordar quando você parava ou ia dormir.

Por isso, eles não têm como saber quando é dia ou noite, e depois que nascem acabam trocando um pouco as bolas. Além disso, com essa idade os bebês não produzem melatonina (hormônio do sono) suficiente e precisam se alimentar com frequência.

Por esta razão, nesse período o bebê acorda frequentemente para mamar e por não estar ainda acostumado a nova rotina fora do ventre da mãe. Ele pode também estar sofrendo de cólicas, por ainda não ter o seu sistema digestivo e intestinal completamente maduros.

Leia Mais: Colic Calm: O que é, Bula, Preços e Onde Comprar?

Como fazer o bebê dormir a noite toda: de 3 a 4 meses

A partir dessa fase, o bebê começa a ficar mais sociável, interagindo um pouco mais e passando mais horas acordado. Aproveite para estimulá-lo bastante durante o dia para cansá-lo o suficiente para querer dormir de noite.

É nesse período também que ele começa a desenvolver o ciclo de sono noturno e passa a ter pouca ansiedade de separação. Assim, recomenda-se iniciar o seu treinamento, para que ele comece a dormir melhor.

Como fazer o bebê dormir a noite toda: de 4 a 5 meses

A partir dos 4 meses de idade, o bebê está começando a entender as diferenças entre o dia e noite. Além disso, ele começa a aprender que você reage em resposta aos sons que ele faz, e vai se aproveitar disso para chamar a sua atenção.

Apesar de ainda ser um desafio, comece a treiná-lo a esperar para ser atendido, e vá aumentando gradativamente o tempo. Isso vale para quando ele acordar de noite ou quando acorda antes do horário de mamar.

Leia Mais: Luftal bebê: Faz mal? Como Usar? Quantas gotas?

Como fazer o bebê dormir a noite toda: de 6 a 8 meses

Nessa fase, o bebê começa a se interessar pelas coisas ao seu redor e tenta alcançar seus próprios brinquedos. Aproveite para entretê-lo bastante durante o dia e gastar a sua energia brincando com ele e estimulando bastante a sua curiosidade.

Nessa idade o bebê também já começa a desenvolver mais a primeira dentição e está se alimentando de sólidos, além do leite materno. Isso vai ajudá-lo a manter o seu estômago saciado por muito mais tempo e diminuir a quantidade de mamadas.

Coloque algo no berço que possa chamar a sua atenção e distraí-lo, assim ele não fica tão inquieto sozinho quando acordar à noite e vai aprendendo a se entreter sozinho, sem precisa da sua interação com ele.

Como fazer o bebê dormir a noite toda: de 9 a 11 meses

Nessa fase, o bebê já começa a entender que os pais estão por perto, mesmo quando não estão com ele no quarto. Ele vai chamar por você, sabendo que você irá atendê-lo. Alguns bebês já ficam em pé no berço.

Tente fazê-lo entender que ele pode esperar um pouco mais por você ou pegar no sono sozinho. Nesse período, pode ser mais frustrante para ele saber que você está próximo e não junto dele. Ele vai insistir em ficar com você ou fazer você permanecer no quarto com ele. Seja firme.

Como fazer o bebê dormir a noite toda: de 12 a 16 meses

Esse é o período em que o desenvolvimento do bebê está focado na fala e nas habilidades físicas, com começar a aprender a se soltar e andar sozinho. Ele vai estar mais independente e com mais autonomia, querendo explorar mais ao seu redor.

Invista e atividade mais energéticas durante o dia. O contato com a água ajuda a cansar e relaxar ao mesmo tempo, por isso a natação é uma boa opção nessa fase. Diminua também a quantidade das sonecas durante o dia, e não deixe que se tornem muito longas ou passem das 16h da tarde.

Como fazer o bebê dormir a noite toda: de 17 a 21 meses

Esse é um período em que a criança está mais independente, mas sente uma necessidade maior de ter você por perto. Por isso, ela vai chamar mais vezes por você ou se levantar da cama.

Tenha paciência, converse com ela e faça-a entender que você está por perto, mas que ela precisa ter a sua hora do sono respeitada para descansar e estar disposta no dia seguinte. Talvez o treinamento do sono regrida nesta fase, mas seja firme e consistente.

Faça-a entender que não precisa ter medo, que você vai estar sempre por perto para atendê-la, mas que na hora de dormir ela precisa permanecer na sua cama. Conte uma historinha, ou cantem uma música juntos, dê boa noite e saia do quarto.

Dicas de como fazer o bebê dormir a noite toda

Como fazer o bebê dormir a noite toda vai exigir paciência e consistência não importa o que for feito.
Para fazer o bebê dormir a noite toda é preciso ter paciência e consistência ao utilizar os métodos.

De acordo com o famoso Dr. Harvey Karp, autor do livro “The Happiest Baby On The Block” (“O Bebê Mais Feliz do Pedaço”), privar uma pessoa do sono, seja um adulto ou uma criança, é no mínimo um incômodo horrível, mas na pior das hipóteses, pode levar a exaustão, conflitos conjugais e até depressão pós-parto, no caso das mães exauridas por falta de sono.

Além disso, todo o processo da maternidade ficará comprometido, se o bebê não dormir direito à noite, e consequentemente não deixar a mãe dormir também. Daí a importância de aprender como fazer o bebê dormir a noite inteira também para as mamães.

Importante: 41% das crianças de até 3 anos de idade continuam acordando durante a noite, e que há também crianças que dormem menos do que as outras, sendo isso perfeitamente normal. Mas atenção: crianças com dificuldades constantes para dormir pode ser também sinal de algo errado. Converse com o seu pediatra.

Apesar dos bebês só começarem, de fato, a entender os horários a partir dos 3 ou 4 meses de idade, segundo o Dr. Karp, quanto mais cedo os bons hábitos de sono forem introduzidos através de uma rotina, melhor.

Principais dicas:

Comece pela primeira noite do bebê, seguindo algumas dicas básicas abaixo:

  • Estabeleça uma rotina de sono, seguindo os mesmos horários todos os dias, inclusive aos fins de semana;
  • Gaste a energia dele durante o dia;
  • Ao acordar, espere ele voltar a dormir sozinho;
  • Faça um pouco de companhia para ele;
  • Mantenha uma alimentação mais leve à noite;
  • Coloque o bebê para dormir assim que der os primeiros sinais de sono;
  • Nine o bebê, com a luz fraca ou apagada e cante suavemente para ele;
  • Tente acalmar o bebê com um banho morno algumas horas antes dele dormir;
  • Acalme o ambiente, evitando luzes e sons muito fortes ou a televisão;
  • Evite colocar o bebê para dormir logo após alimentá-lo para não dificultar a digestão;
  • Use o berço somente para ele dormir para não associar a um local de brincadeira;
  • Garanta o conforto do bebê com roupas e cobertas leves e a temperatura ideal;
  • Evite fazer muito barulho quando ele estiver dormindo.

Partindo para estratégias mais definidas, segundo o Dr. Karp e outros especialistas:

1. Priorize o sono do bebê

A qualidade do sono é fundamental para a saúde do bebê e garantir o seu crescimento e desenvolvimento saudável. Quando o bebê não dorme direito ou a quantidade diária necessária, o organismo libera mais cortisol (hormônio do estresse), fazendo com que ele acorde mais vezes a noite e fique mais estressado e cansado.

À medida que a criança cresce, se isso não for corrigido, o quadro tende a piorar ainda mais. Estudos comprovam que crianças que não processam o sono adequadamente costumam desenvolver distúrbios de atenção, problemas de comportamento e de aprendizado.

2. Estabeleça uma rotina

Estabelecer uma rotina simples e consistente desde o início é a chave do sucesso, além de ser muito reconfortante para o bebê. O fato de você repetir o mesmo procedimento todos os dias cria uma segurança e facilita o aprendizado dele.

A rotina pode incluir todos os passos à seguir, como ir para cama todos os dias no mesmo horário, tomar um banho morno antes de dormir, diminuir as atividades, ouvir uma música, diminuir a luz etc.

Tudo isso irá prepará-lo para entender que é hora de dormir. Crianças que seguem uma rotina de sono acabam aprendendo a pegar no sono mais rápido e a acordar menos durante a noite.

3. Faça uma massagem

Uma boa massagem, como a Shantala, depois de um banho morno, antes de dormir pode ajudar o bebê a acalmar e dormir melhor. Alguns estudos mostram que bebês que costuma receber massagens, apresentam baixos níveis de cortisol (hormônio do estresse) e níveis mais altos de melatonina (hormônio do sono). Além disso, massagear o bebê regularmente diminui o choro, as cólicas e a frequência de doenças.

4. Embrulhe o bebê

Apesar de alguns pediatras ainda serem contra, cada vez mais a prática de enrolar o bebê em um cueiro ou mantinha leve está sendo adotada e considerada eficaz. O Dr. Karp, por exemplo, explica que a prática é uma das técnicas de como fazer o bebê dormir a noite toda tranquilamente mais eficientes desenvolvidas até hoje.

Ele explica que isso faz com que ele se sintam seguros, pois ainda não têm noção de espaço. Portanto, embrulhá-los irá dar a impressão de que estão ainda envolvidos pelo espaço contido no útero da mãe, fazendo com que durmam melhor durante a noite.

5. Determine o seu local de dormir desde o início

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, o bebê deve ter o seu próprio local para dormir, sendo o mais indicado o berço, desde que o colchão seja firme o suficiente para não afundar, e não haver lençóis ou cobertores espalhados ou outros objetos que possam provocar o seu sufocamento.

Além disso, pediatras recomendam que bebê durma embrulhado e de barriga para cima. Caso o bebê tenha refluxo, existem colchões específicos, levemente inclinados para evitar que o bebê permaneça totalmente reto na cama.

Um local específico para o bebê vai dar mais autonomia à ele, e desde cedo ele vai associar aquele local com a hora do soninho, do abrigo confortável e seguro.

6. Dê um banho morno

Depois de alimentado, nada como um bom banho morninho e relaxante antes de dormir. Aproveite para deixá-lo imerso na água, bem relaxado e faça uma massagem com hidratante ou óleos naturais no seu corpinho. Isso vai estimular a liberação do hormônio do sono e prepará-lo para ter um sono mais tranquilo.

7. Converse com ele

Muito se engana quem pensa que os bebês não entendem o que falamos. Eles podem até não entender a conversa, mas sentem muito prazer em ouvir a sua voz. Depois, do banho, ou enquanto está transformando o ambiente e o preparando para dormir, converse com ele em tom calmo e tranquilo, sem excitá-lo.

Fale sobre o dia de vocês juntos e ajude-o a processar do dia que tiveram. Como durante o sono os bebês processam tudo aquilo que viveram durante o dia, é comum acordar durante a noite mais agitados e com dificuldades para voltar a dormir ou relaxar.

O som da sua voz e a conversa vai ajudá-lo a relaxar e processar as experiências do dia, ficando mais tranquilo para dormir.

8. Vista roupinhas confortáveis

Uma roupa leve e confortável é fundamental para ajudar em uma noite tranquila de sono. Opte por pijamas de algodão, sem muitos botões, apliques e elásticos apertados na cintura. Prefira também algo mais folgado, em que ele tenha espaço para se movimentar confortavelmente, e nada muito quente ou muito pelado.

9. Mantenha a temperatura equilibrada

O quarto do bebê deve ter uma temperatura equilibrada, onde não seja nem muito quente ou muito frio para que ele possa dormir tranquilamente sem se incomodar. Evite colocar o berço muito próximo de janelas por onde possam entrar vento também.

Se o quarto for muito frio, deixe arejado durante o dia, e aqueça um pouco antes dele ir dormir. Caso tenha que ligar o condicionador, utilize um umidificador de ar para equilibrar a umidade.

10. Coloque música ambiente

A música ajuda a relaxar e acalmar o ambiente. Você pode ir ambientando o local desde a hora do banho (se ele tomar banho quarto melhor ainda!), enquanto vai vestindo ele, faz a massagem, conversa e voilá! Ambiente criado, e ele prontinho para pegar no sono!

Segundo o Dr. Karp, o “white noise” é o som ambiente que fica no quarto do bebê, podendo variar entre diversos tipos. Os sons baixinhos que imitam o barulho da chuva caindo encoraja o bebê a dormir.

Há quem hesite por achar que o som irá viciar o bebê, mas o Dr. Karp explica que os bebês já estão acostumados ao barulho no útero, então a música não causará estranhamento e até fará essa transição melhor.

Depois, você pode facilmente ir desacostumando o bebê desabituá-lo gradualmente, abaixando o volume aos poucos toda noite.

11. Apague a luz

Para criar um ambiente propício para que o bebê tenha um sono tranquilo, o quarto deve estar pouco ou nada iluminado, para que esses focos de luz não atrapalhem ou distraiam o bebê. A incidência da luz acaba atrapalhando a produção de melatonina no organismo.

Mesmo assim, você pode deixar uma luzinha noturna baixa, uma lâmpada de tomada, um abajur ou até uma luz do corredor para entrar pela fresta da porta. Assim facilita também a sua entrada no quarto, caso você tenha que ir lá no meio da noite e não precise acender uma luz mais forte.

12. Coloque o bebê para dormir ainda acordado

É difícil não sucumbir à tentação de embalar e aconchegar o bebê no colo até ele dormir, mas a longo prazo isso pode botar tudo a perder. O certo é tentar ensiná-lo a dormir por conta própria desde o início.

Para tanto, é preciso colocá-lo no berço ainda sonolento, mas ainda acordado. É uma tarefa nada fácil, principalmente para quem ainda está amamentando, já que os bebês costumam dormir sugando o peito.

Já que você está aprendendo como fazer o bebê dormir a noite toda, você deve aprender a identificar os sinais de sono dele para que ele possa adormecer sozinho e por conta própria.

Quanto mais cedo você fizer isso, mais cedo ele vai aprender a se acalmar sozinho quando acordar no meio da noite. Dessa forma, o bebê vai aprender a não precisar do peito, da mamadeira, da chupeta ou do embalo para pegar no sono.

Tente também não atender ao seu chamado prontamente, deixe que ele tente pegar no sono novamente sozinho.

13. Acordar o bebê quando ele começar a dormir

Uma das dicas do Dr. Karp é manter um hábito de acordar o bebê assim que ele começar a dormir. A técnica consiste em fazer todos os passos anteriores da sua rotina, como alimentar o bebê, embrulhar, ligar a música e até o bebê até ele dormir.

Ao colocá-lo no berço, acorde-o aos poucos com carinhos ou pequenas coceguinhas leves nos pés. Isso porque eles ainda estarão “sonolentos” e vão voltar a dormir em alguns segundos, aprendendo assim a pegar no sono sozinhos no meio da noite, sem precisar da sua ajuda.

14. Ajude sem exagerar

Ao colocá-lo para dormir, seja gentil, mas firme para que ele entenda que essa é hora de dormir. Tente manter a calma e, se ele parecer agitado e resistir a dormir sozinho, ajude um pouquinho.

O bebê vai sempre exigir colo e aconchego na hora dormir se for acostumado assim. Então, tente mantê-lo deitado no berço oferecendo oferecendo apenas um carinho nas costas, ou umas batidinhas no bumbum para que ele sinta que você está por perto.

No entanto, quando ele acalmar e pegar no sono, saia do quarto. Se ele chorar novamente, leve mais para voltar, para treiná-lo a entender que ele não precisa da sua presença para dormir.

15. Demore para atendê-lo

Se o bebê acordar no meio da noite, tente não atendê-lo de imediato para não ensiná-lo a acordar mais vezes para ter a sua presença. Assim, espere alguns minutos para ver se ele consegue voltar a dormir por conta própria.

Procure regular o volume da babá eletrônica para que você seja alertada apenas quando houver uma real necessidade, e não a cada cada resmungo.

16. Mantenha um horário

Essa prática de colocar o bebê para dormir mais tarde para fazê-lo dormir por mais tempo, na verdade não funciona. O ciclo biológico dos bebês está programado para sentir sono entre 17h30 e 18h30, sendo que o sono profundo ocorre entre às 20h e 00h.

Isso significa que, se você deixar para colocar o bebê na cama depois das 20h, o seu organismo vai lutar contra o cansaço produzindo estimulantes químicos. Assim, ele vai ficar cada vez mais agitado e ter mais dificuldades para pegar no sono ou não vai dormir o suficiente, podendo acordar mais vezes durante a noite.

Então, o ideal é tentar colocá-lo para dormir entre 19h e 19h30, para que ele durma o suficiente. Pois, os bebês precisam, em média, de 16 a 20 horas de sono por dia, incluindo a soneca da tarde.

17. Diminua as mamadas da noite

É normal que o bebê recém-nascido acorde de 3 a 5 vezes por noite para mamar até completar 3 meses de idade. Com o tempo, essa quantidade diminui, pois o seu organismo começa a aprender a ficar mais horas sem comer.

No entanto, muita gente antes acreditava que para fazer o bebê dormir a noite toda era preciso alimentar os bebês com farinhas à base de arroz. Se o leite que contém proteínas e gorduras não tem efeito no sono do bebê, o amido também não. Isso não é necessário.

O ideal é manter as refeições mais leves à noite, para que durante o dia ele compense se alimentando melhor. No entanto, os bebês que mamam no peito acordam com mais frequência à noite, porque eles têm mais fome devido a rápida digestão do leite materno.

Leia mais: Leite empedrado – O que fazer? Como Tratar?

Então, como fazer o bebê dormir a noite toda? Tente introduzir uma mamada entre as dez e a meia-noite, por exemplo, quando o sono é mais profundo, e ele estará mais alimentado. Ele vai estar mais sonolento, mas vai conseguir iniciar a alimentação. Não acenda as luzes, e coloque-o de volta no berço sem despertá-lo.

18. Seja paciente com o terror noturno

Tem bebê que costuma acordar de forma violenta chorando muito alto. É assustador, mas é normal. O fenômeno é conhecido por “terror noturno”, mas ainda é um enigma para os especialistas.

No entanto, é algo que acontece muito na infância, principalmente com bebês. O bebê chora e fica agitado, podendo até estar de olhos abertos, mas na verdade, continua dormindo. O ideal é ter paciência e esperar que passe.

Você pode tentar acalmá-lo de leve, apenas tocando nele, sem pegá-lo no colo. Se acordá-lo, ele poderá ficar mais assustado e confuso, demorando para dormir novamente.

19. Gaste energia durante o dia

As crianças precisam gastar energia antes de dormir. O mesmo acontece com os bebês. Eles precisam ser estimulados durante o dia, seja com passeios, atividades, interatividade com pessoas, objetos, mudanças de lugares. Assim, de noite, ela estará exausta e vai dormir muito melhor para repor toda a sua energia gasta durante o dia.

20. Evite trocar as fraldas

Tente evitar trocas de fraldas do bebê durante a noite para não vai estimulá-lo a despertar e não conseguir dormir novamente. Hoje em dia as fraldas noturnas de qualidade são capazes de segurar o xixi por mais tempo.

A troca de fralda só será inevitável se ele fizer cocô. Se não tiver como evitar, uma boa dica de como fazer o bebê dormir a noite toda é utilizar algodão embebido em água morna para limpá-lo, isso evita que ele desperte durante as trocas noturnas.

21. Não interaja antes de dormir

Os bebês costumam ser facilmente estimulados, principalmente pela presença da mãe. Um simples contato de olhares enquanto ele é embalado por você pode despertá-lo. Portanto, tente interagir o mínimo com ele durante a noite, apenas acalmando-o com um tom de voz tranquilo e leves toques.

Outros métodos de como fazer o bebê dormir a noite toda

Existem vários outros métodos de como fazer o bebê dormir a noite toda, como por exemplo o co-sleeping.
O co-sleeping é um dos métodos para fazer o bebê dormir a noite toda.

Existem várias outras técnicas de como fazer o bebê dormir a noite toda, todas eficazes se forem aplicadas de forma consistente, ou seja, quando colocadas em prática todas as noites. Toda mãe ou avó vai ter a sua fórmula secreta, e isso não quer dizer que o que funciona para uma pessoa tem que funcionar para todas.

O importante é saber que não existe uma regra e nem método milagroso, pois cada criança é de um jeito e tem hábitos de sono variados. O que você deve ter em mente é que cada método deve funcionar também para você, pois não adianta querer praticar algo que voc6e mesma não será capaz de dar continuidade.

Lembre-se, nossos filhos são reflexos de nossos hábitos, para que ele se sinta seguro e tranquilo, você deve também estar em paz para ser capaz de passar a mesma tranquilidade à ele. Dito isso, leia abaixo alguns métodos de como fazer o bebê dormir a noite inteira mais populares, abaixo:

1 – Método do choro supervisionado

Durante as primeiras noites, quando o bebê acordar chorando de noite, pegue uma cadeira e sente-se ao lado do berço. Não tire-o do berço, mas tente acalmá-lo tocando nele levemente até que ele durma novamente.

Nas próximas noites, caso aconteça novamente, vá movendo a sua cadeira cada vez mais para longe, até que você não precise mais tocá-lo e possa acalmá-lo de longe e até de fora do quarto.

2 – Método da checagem

Este método de como fazer o bebê dormir a noite toda envolve frequentes idas ao quarto do bebê em intervalos cada vez mais longos, sem que você pegue o bebê no colo.

Por exemplo, ele chora e você vai checá-lo depois de deixá-lo chorando por 5 minutos e tenta acalmá-lo; depois vai aumentando os minutos progressivamente.

O objetivo é ensiná-lo a dormir sozinho, e quando ele aprende, ele será capaz de voltar a dormir se acordar no meio da noite. Todo o processo deve ser introduzido devagar, e leva por volta de duas semanas, nesse período você vai poder acalmá-lo durante a noite amamentando ou embalando, depois disso vai apenas checá-lo.

3 – Método de deixar chorar

Esse método de como fazer o bebê dormir a noite toda é o mais difícil que existe, mas funciona. Ele consiste em manter toda a rotina já descrita acima, respeitando o horário e tudo mais.

Você vai amamentá-lo e colocá-lo para dormir, apagar a luz, fechar a porta do quarto e voltar só na manhã seguinte. Ele pode chorar, mas você terá que ser firme e não ir no quarto do bebê.

Sim, poucos pais conseguem. É mesmo muito difícil conseguir fazer isso. Para facilitar, utilize uma babá eletrônica com vídeo para garantir que não há nada de errado com ele. É doloroso nos primeiros dias, mas muitos pais tiveram sucesso.

4 – Método de “Co-sleeping”

Muitos pais defendem o método de “co-sleeping”, que consiste em compartilhar a cama com o bebê recém nascido, ao invés de ensiná-lo a dormir sozinho no próprio quarto. Existem várias formas de praticar o co-sleeping.

A mais simples é transferir o berço para o quarto dos pais ou dormir com o bebê na própria cama dos pais. No entanto, esta prática não é muito aconselhada e recomendada por pediatras, devido ao risco de sufocamento e esmagamento do bebê.

Pensando nisso, já foram desenvolvidos camas específicas que se conectam à estrutura da cama dos pais, em que não há um dos lados da cama, sendo este lado encaixado no mesmo nível da cama dos pais, sem o perigo da criança cair ou passar para a cama dos pais.

Segundo o método, a criança se sente mais protegida dessa maneira, proveniente de uma compensação e uma regulação da temperatura corporal entre a mãe e o filho. Além disso, uma das grandes vantagens é a proximidade do bebê que estimula o aleitamento materno, aumentando a frequência da amamentação.

Tudo isso contribui para equilibrar o ritmo de sono da criança, diminuindo o risco de morte súbita do recém-nascido, estimular o desenvolvimento neuronal na fase do sono leve e o seu desenvolvimento mental. Com a prática do co-sleeping, os bebês acordam chorando menos e dormem a noite toda.

Como lidar com a criança crescida

Os métodos de como fazer o bebê dormir a noite toda são os mesmos para a criança já crescida, com algumas diferenças, pois ela já sabe se comunicar.
Os métodos de como fazer o bebê dormir a noite toda são os mesmos para a criança já crescida, com algumas diferenças, pois ela já sabe se comunicar.

Muitas vezes, os hábitos de sono ruins do bebê podem se prolongar até depois dos 2-5 anos da criança. Se você não conseguiu fazer com que o bebê entenda que ele pode pegar no sono por conta própria e dormir sozinho, é provável que ele prossiga com o mesmo comportamento ao longo dos anos.

As crianças não são muito diferentes dos bebês. A diferença agora é que a criança sabe se comunicar, e vai utilizar de todos os artifícios para manipular você e conseguir o que quer.

É normal a criança querer enrolar e estender o tempo acordada. Ela vai sempre pedir mais alguns minutinhos para brincar ou ouvir uma outra história antes dormir para que você não deixe o quarto.

O importante é ser consistente e seguir com a rotina, impondo um limite de horário e número de histórias, músicas e beijos de boa noite. Se despeça, deixe um copo de água, diga que estará lá para acordá-lo na manhã seguinte e saia do quarto.

Tem criança que pede pra deixar a porta entreaberta ou uma luzinha acesa, do corredor ou abajur. Não tem problema. Basta ela entender que é hora de dormir, e que ela precisa permanecer na cama dela.

Caso ela costuma acordar de noite e chamar por você ou sair do quarto, pegue-a pela mão e leve-a de volta. Fique alguns minutos com ela e saia novamente. Seja firme e não desista. Se você amolecer, ela vai persistir e usar isso para convencer você.

Conclusão

Saber como fazer o bebê dormir a noite toda até depois do primeiro ano requer paciência e rotina consistente.
Fazer o bebê dormir a noite toda não é uma tarefa fácil.

Cada criança tem um comportamento específico, mas somos nós adultos que costumamos impôr os hábitos errados desde cedo. Não é fácil resistir a tentação de ficar com o bebezinho no colo ou levá-lo para o nosso quarto, para facilitar as mamadas da noite na esperança de conseguir uns minutos extra de sono.

No entanto, sem querer, e com a melhor das intenções, acabamos viciando as crianças no péssimo hábito de não ter horário para dormir e local certo.

Depois, fica muito muito mais difícil fazê-los entender o que é certo ou errado, já que desde o início não fomos capazes de manter uma rotina.

Não tenha medo de se impor e colocar limites para o seu filho, é para o bem dele. Mais tarde, quando ele já for crescido, você vai notar que a sua independência e autonomia são resultado de todo o enorme esforço feito por vocês. Vai valer à pena!

Leave A Reply

Your email address will not be published.