Take a fresh look at your lifestyle.

Como evitar estrias: na gravidez? Academia? Barrigas e pernas

Um dos momentos de maior beleza na vida de uma mulher é durante a gravidez. Mesmo com a barriga crescida, que engorda, a beleza se sobressai levada pela felicidade que ela irradia e, quem sabe, talvez até pela felicidade do ser que está em gestação. Mas, se existe tamanha beleza e felicidade, também há preocupações e uma delas é como evitar estrias, que a determinado momento tornam-se evidentes.

A primeira coisa que toda mulher precisa saber, seja antes da gravidez ou aquela que se prepara para entrar numa academia e praticar exercícios fortes – sabia que a musculação também provoca estrias, tanto quanto uma gravidez? –, é que uma estria jamais é totalmente eliminada. Portanto, é preciso evitá-la.

Estiramento da pele provoca as cicatrizes

Dito de outra forma, você precisa evitar que sua pele seja tomada pelas estrias, pois, depois delas tomarem o seu corpo, é possível apenas enganar a visão com cremes e outras estripulias, mas, jamais eliminá-las completamente, previnem os dermatologistas.

Ou seja, meninas e meninos, anotem aí e descubram que só há uma maneira de como evitar estrias no corpo – exatamente evitando-as, antes que apareçam.

As estrias normalmente formam-se na segunda camada da pele e constituem-se de cicatrizes resultantes da destruição das fibras elásticas e, também, colágenas na pele. Isso ocorre quando há o estiramento da pele, que é o caso das estrias na gravidez.

Outra causa das estrias são os exercícios em academias, de forma especial a musculação, quando há o crescimento muscular e este provoca fissuras na pele – é que esta não acompanha o crescimento da musculatura e, por isso, se rompe, provocando as tão odiadas estrias. A epiderme reduz sua espessura, o que provoca essas fissuras.

Se isso já aconteceu, pouco vai adiantar aquela preocupação de como evitar estrias, pois elas já aconteceram. Restam, apenas, esforços para evitar que elas se expandam ainda mais e, também, o que fazer para que não apareçam tanto.

Evite o consumo de gorduras e o sal

No caso da gravidez, o ganho de peso e a consequente compressão das veias, de forma especial no abdômen pelo crescimento do útero, além das naturais alterações hormonais, provocam o inchaço na barriga e pernas e o resultado, quase sempre, são as estrias. E o pior é que isso normalmente ainda vem acompanhado das manchas na pele, que também precisam ser tratadas em seu devido tempo.

Nesses casos, como já dito, a alternativa à sua disposição é anterior a que isso aconteça: a prevenção. É preciso evitar o consumo de gorduras e sal e a mulher precisa beber muita água – bem mais, se possível, que aqueles dois litros diários normalmente recomendados.

Muita água e sem o excesso de peso

A água é fator decisivo nesse processo. Tudo isso acompanhado de boas caminhadas diárias, sem que isso represente esforço excessivo. Caminhadas normais, para relaxar e exercitar-se o necessário. Estas caminhadas, ou outros exercícios leves, são fundamentais porque melhoram a circulação sanguínea, o que vai resultar na manutenção da beleza da sua pele.

A mulher grávida precisa evitar o ganho excessivo de peso. Para isso, é preciso cuidar muito da alimentação, cuidando para só ingerir produtos saudáveis, de preferência naturais e sem agrotóxicos, aumentando bastante sua alimentação à base de frutas, verduras e legumes. Abuse destes, à vontade.

Evite também as manchas na pele

Como falamos acima das manchas na pele, vamos rapidamente ao tema. Elas ocorrem porque, na gravidez, há o aumento da melanina no seu corpo e, por isso, é preciso evitar a exposição excessiva ao sol. E as alterações hormonais provocam também espinhas, pois a pele fica geralmente mais oleosa.

Por isso, é preciso abusar do uso do filtro solar, com fator acima de 30, além de evitar sair ao sol naqueles horários terríveis – das 10h às 16h. E procure lavar o rosto pelo menos umas duas vezes por dia, mas, dispense o sabonete comum. É preciso fazer uso do sabonete neutro.

Na musculação, siga mais devagar

Voltando à preocupação de como evitar estrias, no caso das grávidas, algumas mulheres possuem predisposição genética e, por isso, caso sua mãe tenha ganho estrias durante a gravidez, a sua prevenção precisa dobrar. É preciso cuidar muito da alimentação e evitar, com todos os esforços possíveis, ganho de peso rápido demais para não ter flacidez na pele.

No caso de quem está na academia e faz musculação, a preocupação é mais ou menos semelhante: procure não ganhar massa muscular rápido demais, pois o estiramento da pele não vai acompanhar o aumento da musculação e o surgimento de estrias será inevitável. Portanto, vá devagar, de forma especial se você faz o uso de anabolizantes de qualquer tipo.

Lembre-se de praticar a boa alimentação

Nos dois casos – gestação e prática de exercícios na academia –, é preciso levar em consideração que a preocupação com a boa alimentação (frutas, verduras e legumes), de preferência natural e sem agrotóxicos, não se deve apenas para evitar a ingestão de alimentos pouco saudáveis, como massas, arroz e pão feitos com farinha ou produtos industrializados de forma tradicional, em que ficam apenas lipídios e glicídios e há a perda de vitaminas, sais minerais e nutrientes mais importantes.

É preciso levar em consideração que justamente a falta destes nutrientes vai influir na qualidade do que seu corpo recebe como alimento. Portanto, a má alimentação, num momento de maior exigência nutricional, também vai ajudar no surgimento de estrias e outras deficiências na pele. A boa alimentação é fundamental, sempre.

Os dermatologistas, em geral, costumam recomendar o uso de óleo de amêndoas durante a gravidez. O de macadâmia também é muito bom. Ele deve ser passado nos glúteos, barriga, coxas e seios, mas, evite passá-lo nos mamilos. Estes precisam ser protegidos para o momento da amamentação.

Esta massagem leve com óleo de amêndoas ou macadâmia pode ser feita após o banho, umas duas vezes por dia. Se você tomar apenas um banho, faça a massagem em outro momento, que pode ser antes de dormir.

Cuide também dos seus seios. É importante fazer o uso de sutiãs com bojo reforçado e alças, que protegem melhor. E, se puder, faça drenagem linfática localizada pelo menos uma ou duas vezes por mês para evitar o inchaço.

Tomadas todas estas precauções, após a gravidez você vai descobrir como foi bom ter tido a preocupação de como evitar estrias. E você, então, vai voltar à beleza radiante de antes.

Leave A Reply

Your email address will not be published.