Take a fresh look at your lifestyle.

Como cuidar do Kefir? Água, Congelado, Leite

Você provavelmente já ouviu falar do kefir, mas você sabe como cuidar dele corretamente? Nós ensinamos!

Você provavelmente já ouviu falar do kefir. Probiótico que traz muitos benefícios para a saúde, ele ganhou adeptos no Brasil e com isso, muitas dúvidas têm surgido, principalmente relacionadas a como cuidar do kefir corretamente.

Originário das montanhas do Cáucaso e utilizado na medicina popular europeia e asiática há séculos, o uso do kefir tem ganhado força no país e seus benefícios – que vão desde emagrecimento até combate ao câncer – são amplamente divulgados e discutidos na mídia, como por exemplo no programa da Ana Maria Braga.

Neste artigo, vamos explicar melhor o que é esse probiótico e seus diferentes tipos, e ensinar como cuidar do kefir da maneira certa, para que você e sua família possam usufruir de todos os benefícios que o consumo deste alimento traz. Confira!

O que é kefir?

Também conhecido como quefir, cogumelo tibetano, plantas de iogurte e mais uma infinidade de nomes, trata-se de uma bebida fermentada a partir de elementos chamados grãos de kefir.

Estes grãos são culturas microbianas geralmente constituídas de uma associação positiva entre bactérias e leveduras e que são responsáveis pela fermentação de um líquido, que pode ser leite ou água.

Eles têm aparência similar a uma couve flor e possuem consistência gelatinosa, coloração esbranquiçada ou levemente amarelada e tem grumos que podem variar de 3 a 35 mm de tamanho.

O kefir pode ser cultivado em casa, basta adicionar os grãos no líquido correspondente.

Por ser uma cultura viva, ele exige uma série de cuidados, caso contrário, pode morrer e, obviamente, perder a sua funcionalidade. Por isso, é essencial aprender como cuidar do kefir.

Benefícios do kefir para a saúde

O kefir é uma bebida extremamente nutritiva, rica em probióticos, cálcio, biotina, folato, magnésio, enzimas e vitaminas B12 e K2. Por isso, traz diversos benefícios para a saúde. Veja alguns:

  • Melhora a digestão,
  • Ajuda no controle de doenças intestinais;
  • Aumenta a imunidade;
  • Melhora a densidade óssea;
  • Ajuda no combate a alergias e a asma;
  • Provoca saciedade, ajudando no emagrecimento;
  • Reduz a intolerância à lactose;
  • Desintoxica o organismo;
  • Auxilia no combate a tumores;
  • Facilita a digestão de proteínas;
  • Tem ação antioxidante;
  • Traz a sensação de bem-estar.
O kefir traz uma série de benefícios para a saúde.

Kefir de leite x kefir de água

Como dissemos anteriormente, existem dois tipos de kefir, de acordo com o substrato líquido em que ele é cultivado e com os microrganismos presentes.

O mais comum é o kefir de leite. Geralmente ele é cultivado no leite de vaca, mas podem ser utilizados outros, como o de cabra, por exemplo.

Já o kefir de água é produzido na água açucarada (geralmente é utilizado açúcar mascavo), suco de frutas ou água de coco. Ele é especialmente indicado para pessoas que possuem intolerância à lactose.

Os nutrientes e benefícios para a saúde são basicamente os mesmos para os dois tipos.

Como fazer kefir?

Para começar uma cultura, é necessário ter os grãos de kefir.

Antigamente, este produto não era vendido, somente compartilhado, ou seja, as pessoas que tinham uma cultura de kefir faziam seus “bichinhos” se multiplicar e então doavam para outras pessoas que tinham interesse em cultivá-los.

Atualmente, existem diversos sites que cadastram pessoas que querem doar ou adquirir kefir, como o Probióticos Brasil, um dos maiores portais sobre o assunto. Também existem grupos e páginas no facebook engajadas na doação desse probiótico.

No entanto, hoje também já é possível comprar esse alimento. Você pode encontrá-lo em casas de produtos naturais.

Uma vez que você já possui os grãos de kefir, basta fazer e manter o seu cultivo. Veja a seguir um passo a passo para fazer quefir de leite e de água e dicas de como cuidar do kefir para que eles cresçam e se multipliquem cada vez mais.

Como cuidar do kefir de leite

Com os grãos em mãos, é hora de aprender como cuidar do kefir de leite e manter o seu cultivo. Veja os materiais necessários e um passo a passo para não errar.

Ingredientes e materiais:

  • 1 colher de sopa bem cheia de grãos de kefir;
  • 400 ml de leite integral (se preferir, você pode utilizar o semi ou o desnatado, mas nunca o sem lactose, pois ela é o “alimento” dos microrganismos);
  • Recipiente de vidro;
  • Papel toalha ou tecido fino;
  • Elástico;
  • Peneira fina;
  • Água mineral ou filtrada para lavagem.

Modo de preparo:

  1. Separe os grãos de kefir e coloque em um recipiente de vidro bem lavado;
  2. Adicione o leite;
  3. Tampe o recipiente com o papel toalha ou com um tecido fininho, por exemplo uma fralda, e prenda bem com o elástico. Isso permite que o kefir “respire” enquanto protege a cultura de moscas ou da contaminação por outros microrganismos;
  4. Guarde o recipiente em local arejado e em temperatura ambiente (cerca de 20° a 25º C);
  5. Aguarde entre 24 e 48 horas para que o kefir fermente e então peneire a mistura, separando o leite fermentado dos grãos;
  6. Em seguida, lave os grãos de kefir em água filtrada ou mineral e recomece o processo.

O leite fermentado resultante pode ser consumido na hora ou mantido na geladeira por até dois dias.

Para cuidar e manter o seu kefir, basta repetir este processo de forma cíclica. Com o tempo, você verá que a quantidade de grãos vai crescendo. Neste momento você pode se tornar um doador de kefir!

O kefir de leite é o mais popular.

Como cuidar do kefir de água

O processo de produção do kefir de água é bem similar ao de leite. É bem simples e os grãos são cultivados na água adoçada.

Isso porque as bactérias e leveduras que compõe o kefir de água consomem e metabolizam o açúcar, transformando-o em vitaminas, aminoácidos e enzimas.

Veja os ingredientes e materiais necessários, assim como um passo a passo de como cuidar do kefir.

Ingredientes e materiais:

  • 3 a 4 colheres de sopa de grãos de kefir;
  • 1 litro de água mineral ou filtrada;
  • ¼ de xícara de açúcar mascavo;
  • Recipiente de vidro;
  • Papel toalha ou tecido fino;
  • Elástico;
  • Peneira fina.

Modo de preparo

Preparo da água açucarada:

  1. Aqueça 250 ml de água mineral ou filtrada;
  2. Adicione o açúcar mascavo e dissolva bem;
  3. Complete com os 750 ml de água restantes;
  4. Deixe esfriar até atingir a temperatura ambiente.

Preparo da água de kefir:

  1. Coloque a água açucarada em um recipiente de vidro bem lavado;
  2. Adicione os grãos de kefir;
  3. Tampe o recipiente com o papel toalha ou com um tecido fininho, por exemplo uma fralda, e prenda bem com o elástico. Isso permite que o kefir “respire” enquanto protege a cultura de moscas ou da contaminação por outros microrganismos;
  4. Deixe o recipiente em local arejado e em temperatura ambiente (cerca de 20° a 25º C);
  5. Aguarde entre 24 e 48 horas para que o kefir fermente e então peneire a mistura, separando os grãos da água fermentada;
  6. Em seguida, retorne os grãos para um recipiente de vidro com água açucarada para recomeçar o processo.

A água fermentada pode ser armazenada em um recipiente com tampa por 3 a 4 dias em temperatura ambiente ou 2 a 3 semanas na geladeira.

Assim como com o kefir de leite, basta realizar este processo de forma cíclica para que os seus grãos se desenvolvam e cresçam.

O kefir de água também traz muitos benefícios!

Como cuidar do kefir congelado

Já deu para perceber que cuidar do kefir dá trabalho e é um processo contínuo. Mas e se você for viajar ou simplesmente quiser dar um tempo na produção? Você perderá tudo?

A resposta é não, pois você pode congelar o seu cultivo!

E o processo é bem simples. Basta separar os grãos do líquido fermentado normalmente, coloca-los em um pote limpo com tampa e deixar no congelador. Não há regras claras sobre quanto tempo o kefir pode ficar congelado, mas recomenda-se não deixar por mais de um ano.

Para retomar a produção de kefir, você precisará reativá-lo e o processo é bem simples. Ele também se aplica a situações em que você recebe o quefir congelado.

Para o descongelamento, tire os grãos do congelador e deixe que eles descongelem naturalmente em temperatura ambiente. Não tente apressar o processo adicionando água ou leite!

Uma vez descongelado, faça o procedimento normal de cultivo, colocando em um recipiente de vidro com água ou leite, tampando com um tecido e deixando em temperatura ambiente. A única diferença é que o líquido deve ser trocado a cada 12 horas, até que o kefir volte a fermentar.

Como cuidar do kefir desidratado

Por vezes, ao comprar ou receber o kefir, ele pode vir desidratado. Nestes casos, também é preciso reativá-lo. Veja o processo a seguir:

  1. Coloque os grãos de kefir desidratado em um recipiente de vidro, adicione 150 ml de leite ou água açucarada, tampe com papel toalha ou um tecido fino e deixe descansando em temperatura ambiente por 24 horas;
  2. Descarte a bebida fermentada e repita o processo por 4 dias, sempre usando 150 ml de líquido e descartando a bebida resultante;
  3. Após a quarta fermentação, coloque a quantidade correta de grãos de kefir e líquido para a produção, seguindo a proporção de 1 colher de chá de grãos para 250 ml de líquido;
  4. Deixe descansar em temperatura ambiente por 24 a 48 horas, peneire os grãos separando-os da bebida fermentada que já pode ser consumida. Pronto, o seu kefir já está hidratado e ativo, pronto para recomeçar o ciclo de produção.

Como cuidar do kefir para não morrer

Esse probiótico é uma cultura viva e sensível, por isso é importante aprender algumas dicas de como cuidar do kefir para que ele não morra durante a sua manipulação. Confira:

  • Nunca manipule os grãos com objetos de metal, pois isso irá mata-los. Use colheres e peneiras de madeira ou plástico;
  • Para o recipiente, dê preferência aos de vidro e sempre bem higienizado, pois isso interfere no desenvolvimento dos microrganismos;
  • Separe os materiais que você usa para manipular o kefir apenas para este fim. Assim, você reduz o risco de contaminação;
  • Nunca aqueça os grãos;
  • Nunca vede completamente o recipiente de fermentação e nem o deixe totalmente descoberto. Tampe com um papel toalha ou tecido fino;
  • Não mexa muito nos grãos do kefir na hora de coar. Faça com delicadeza e paciência.

E se mesmo com todos esses cuidados meu kefir morrer? Como eu percebo que algo está errado?

Uma forma de perceber que o cultivo não vai bem é através da coloração dos grãos. Os grãos de leite costumam ser brancos e os de água tem uma tonalidade mais cristalina, transparente ou caramelo. Se houver algum grão escuro, descarte.

Outro ponto é o cheiro e o sabor. É normal que a bebida fermentada tenha um sabor e odor mais ácido, mas nunca estranho e desagradável. Neste caso, não consuma e descarte o kefir.

Além destas dicas de como cuidar do kefir para ele não morrer, é aconselhável separar uma porção de grãos quando seu cultivo estiver se multiplicando e congelar. Assim, você sempre terá uma porção de backup caso algo dê errado.

É ideal cuidar bem do seu kefir para ele não morrer.

Como consumir kefir?

Tanto o kefir de leite quanto o de água podem ser consumidos puros. Basta tomar a bebida fermentada resultante do processo.

No entanto, você também pode utilizá-la em receitas. É comum fazer sucos, refrigerantes naturais e águas aromatizadas com o kefir de água.

Já o kefir de leite, quando dessorado em coador de papel, pode ganhar uma consistência mais densa, e consumido como iogurte grego (8 horas) ou cream cheese (12 horas).

Também pode ser utilizado em vitaminas, com frutas, frozens e em outras receitas, como crepes, pães e sobremesas.

Considerações finais

O kefir é uma opção barata e muito saudável para quem deseja melhorar seus hábitos alimentares e a qualidade de vida. Com uma pequena quantidade de grãos é possível produzir quantidades relevantes de leite ou água fermentada altamente nutritiva e benéfica para o organismo.

Sem contar que, seguindo as nossas dicas de como cuidar do kefir, certamente o seu cultivo crescerá e a quantidade de grãos aumentará, possibilitando que você seja um doador e um incentivador de outras pessoas que desejam cultivar e consumir este probiótico, aumentando a corrente da vida saudável e do bem-estar.

Por isso, ao evoluir no cultivo de kefir, nunca venda e sim doe!

Curtiu o nosso artigo? Então compartilhe essas dicas de como cuidar do kefir com as suas amigas e comecem juntas uma cultura de probióticos!

Leave A Reply

Your email address will not be published.