Take a fresh look at your lifestyle.

Azeite no cabelo: Benefícios e formas de usar

Todos nós sabemos dos benefícios do azeite de oliva extravirgem na alimentação, mas é possível obter muitos outros efeitos benéficos também quando utilizamos o azeite no cabelo ou na pele, devido às suas poderosas propriedades hidratantes.

A umectação noturna com azeite ou qualquer outro bom óleo vegetal já é um dos tratamentos mais populares no cronograma capilar de muitas mulheres. Isso porque os benefícios vão desde a reposição de lipídios, reparação das cutículas ao fortalecimento e restauração do brilho dos cabelos.

O azeite no cabelo ainda é capaz de prevenir contra queda, caspa e piolhos, suprimir infecções e estimular o crescimento dos fios, entre tantos outros benefícios, que iremos explicar mais adiante.

Ficou interessada? Se você ainda não incorporou o azeite na sua rotina de tratamentos de beleza, está mais que na hora de aprender como obter todos os benefícios do azeite no cabelo para manter seus cabelos hidratados, fortes, brilhantes e muito mais saudáveis.

Confira abaixo!

O poder e os benefícios do azeite no cabelo

O azeite no cabelo pode trazer muitos benefícios.
O azeite no cabelo pode trazer muitos benefícios.

Já sabemos que o azeite de oliva extravirgem é muito utilizado na culinária pelo seu sabor inigualável, mas por conter nutrientes essenciais e promover inúmeros benefícios à saúde.

No entanto, o mesmo azeite também pode ser um poderoso aliado para os cabelos, pois é capaz de hidratar, devolver o brilho e penetrar profundamente na fibra capilar, repondo os nutrientes necessários, entre outros benefícios.

Porém, para obter todos os efeitos benéficos, é necessário que o azeite seja realmente extravirgem com acidez de 0,1% a 0,5%, puro. Ou seja, nada de utilizar qualquer azeite facilmente encontrado por aí.

Essa técnica de aplicar azeite no cabelo tem sido utilizada há milhares de anos, sendo uma velha conhecida em vários tratamentos de beleza, inclusive para a pele. O azeite no cabelo não só hidrata, mas também dá mais brilho aos fios, garante o volume, a suavidade e resiliência aos fios.

Isso porque a sua composição contém compostos químicos essenciais como ácido oléico, ácido palmítico e esqualeno, substâncias emolientes capazes de manter a suavidade dos fios de cabelos.

De fato, diversos produtos para os cabelos como shampoos e condicionadores também contém emolientes industriais em suas composições. Mas no caso do azeite, essas substâncias são naturais e não oferecem riscos à saúde ou danificam os cabelos, como os sulfatos e parabenos que muitos desses produtos também utilizam.

Composição química do azeite

O azeite no cabelo oferece uma enorme quantidade de nutrientes.
O azeite no cabelo oferece uma enorme quantidade de nutrientes.

Apenas para efeito de conversa, vale lembrar que há três tipos de gorduras no que diz respeito aos alimentos: as saturadas (de origem animal em sua maioria), as poli-insaturadas e as monoinsaturadas (ambas de origem vegetal). O azeite, por exemplo, possui altos níveis de gorduras mono e poli-insaturadas, que proporcionam benefícios à saúde. Assim, de forma resumida, a composição química do azeite, pode ser descrita da seguinte maneira:

  • 98% de triacilgliceróis, ácidos graxos, sendo o ácido oléico o de maior percentual (entre 55 e 85%);
  • Antioxidantes, vitaminas, hidrocarbonetos, ceras e ácido graxos livres;
  • hidrocarbonetos, fosfatídeos, esteróis, tocoferóis (vitamina E);
  • vitaminas lipossolúveis (A, D e K);
  • polifenóis (responsáveis pelo sabor amargo ou picante);
  • pigmentos (responsáveis pela cor verde: clorofila; e amarela: caroteno).

Portanto, já deu pra perceber o quanto o azeite no cabelo pode ser um ingrediente tão poderoso e benéfico quanto para a sua alimentação. Pode usar sem problema! Ainda não acredita? Então continue lendo abaixo para verificar todos os seus benefícios.

1 – Azeite no cabelo repõe lipídios

Os lipídios são um dos nutrientes essenciais à saúde dos cabelos. Para quem não sabe, lipídeos (óleos e gorduras) possuem inúmeras funções no organismo, mas em relação aos cabelos, são responsáveis principalmente pela sua impermeabilização, absorção e transporte de vitaminas lipossolúveis (K, D, A e E), entre outras funções.

Os lipídeos insaturados são óleos provenientes de fontes vegetais, como o azeite de oliva, óleo de linhaça, girassol, entre outros. A sua deficiência na dieta causam, entre outras patologias dermatite, queda de cabelo, caspa e despigmentação dos fios (cabelos brancos), devido a vulnerabilidade dos fios por falta de impermeabilização natural e carência de vitaminas.

Além disso, as agressões diárias causadas por poluição, umidade, envelhecimento natural e procedimentos químicos acabam por contribuindo para a perda de água e lipídios dos cabelos, causando o ressecamento profundo dos fios.

Existem vários produtos cosméticos no mercado que contém lipídios em suas formulações, para a sua reposição no tratamento e hidratação do cabelo. No entanto, o azeite de oliva é um ingrediente natural rico em lipídios, vitamina A e vitamina E, de grande ação antioxidante, que evita o ressecamento e o envelhecimento das fibras capilares.

Neste caso, o azeite no cabelo pode repor os lipídios perdidos e ainda melhorar a elasticidade dos fios, hidratar, revitalizar, regenerar a pele, agir como antisséptico e fungicida.

2 – Azeite no cabelo reduz queda, caspas e piolhos

Vários nutrientes presentes no azeite promovem o fortalecimento dos fios, reduzindo as chances de queda. Como por exemplo, a vitamina E e o ácido azeláico, que inibe a atividade da enzima 5-alfa-redutase, que atua na conversão de testosterona no hormônio di-hidrotestosterona (DHT).

O DHT está relacionado com o estreitamento dos folículos capilares, que afina os fios e diminui a sua força, promovendo as quedas e até mesmo a calvície. A inibição dessa enzima pelo ácido azeláico do azeite pode prevenir que os cabelos passem a cair.

Neste caso, o azeite no cabelo pode ser associado a outros ingredientes como mel ou gema de ovo para potencializar os efeitos contra a queda de cabelo.

O azeite no cabelo misturado ao suco de limão, também pode ajudar no tratamento da caspa, pois a acidez do limão ajuda a soltar a caspa, enquanto a vitamina E presente no azeite ajuda na diminuição da produção de oleosidade que induz à caspa e na hidratação do couro cabeludo que foi ressecado ou esfoliado pelo limão.

Para a receita, misture quantidades iguais de azeite e suco de limão diluído em água, e aplique no couro cabeludo úmido, massageando suavemente por cerca de 20 minutos. Em seguida, enxágue e finalize normalmente com shampoo e condicionador.

No entanto, o tratamento deve ser aplicado a cada 15 dias, para não ressecar e danificar o couro cabeludo. Além da caspa, o azeite também pode ser usado para remover piolhos.

3 – Azeite no cabelo previne infecções

Por conta das suas propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e antimicrobianas, o azeite no cabelo pode ajudar na prevenção de diversas infecções no couro cabeludo.

Além disso, os ácidos graxos insaturados presentes em sua composição (ácido oléico) e os lipídios, ajudam a proteger o cabelo através da impermeabilização dos fios, evitando que micro-organismos indesejados penetrem no couro cabeludo.

4 – Azeite no cabelo diminui pontas duplas

O azeite no cabelo é capaz de dar mais volume e aumentar a umidade nos fios, evitando que ressequem, principalmente durante o inverno. Isso porque nos dias mais frios, os cabelos ficam mais propensos aos danos, como quebra, frizz e pontas duplas.

Assim, o azeite no cabelo preenche as lacunas entre as células da cutícula do cabelo, impedindo que danos ocorram, reparando as pontas duplas. Basta aplicar um pouco de azeite nas pontas dos cabelos ou em todo o seu comprimento para reduzir esses efeitos e ainda dar uma aparência mais alinhada ao fios.

5 – Azeite no cabelo facilita o manuseio

Quando os cabelos estão ressecados e desnutridos, até pentear e cuidar dos fios fica mais difícil, aumentando as chances de quebrar. O azeite no cabelo vai nutrir e hidratar os fios, facilitando o seu manuseio para todo e qualquer penteado.

Basta aquecer apenas um pouco de azeite e aplicar sobre os cabelos, deixando agir por 30 minutos. Eles ficarão super hidratados e muito mais fáceis de pentear.

6 – Azeite no cabelo promove força, brilho e suavidade

Sabia que para aumentar a força, promover mais brilho e suavidade nos cabelos é possível substituir o seu condicionador pelo azeite? Isso porque azeite no cabelo aumenta a sua umidade, deixando-o mais saudável, forte e brilhante.

Os nutrientes como vitamina A, E e substâncias antioxidantes presentes em sua composição ajudam a proteger a queratina do cabelo, retendo a umidade nos fios. Além disso, a presença de ácidos graxos insaturados também ajuda a deixar o cabelo mais brilhante, maleável, macio e suave. Uma hidratação com azeite no cabelo semanal pode dar uma sensação de maciez e suavidade permanente nos cabelos.

7 – Azeite no cabelo estimula o crescimento

Ao contrário que muita gente pensa, o azeite no cabelo ajuda a eliminar o acúmulo de sebo nos folículos capilares, ao invés de aumentar a oleosidade. Por isso, muita gente utiliza o azeite para estimular o crescimento do cabelo, removendo esse acúmulo de sebo que obstrui os folículos capilares, dificultando o crescimento.

Além disso, para promover o crescimento saudável, o cabelo precisa estar bem nutrido, e isso o azeite possui de sobra, como já vimos anteriormente.

8 – Azeite no cabelo retém a umidade

Muitos estudos científicos comprovam que o uso de óleos como o azeite no cabelo ajuda a reter a umidade natural dos fios, devido a presença de vitamina E, uma substância antioxidante e protetora lipídica, capaz de manter os fios sempre hidratados, protegidos e saudáveis.

Portanto, quem costuma submeter os cabelos a processos químicos intensos como escovas progressivas podem se beneficiar do azeite no cabelo, para ajudar a reter a umidade e promover a hidratação dos fios, normalmente perdida nesses processos.

No entanto, é preciso esperar ao menos 72 horas após qualquer procedimento químico antes de aplicar o azeite para evitar danos em seus efeitos.

Azeite no cabelo serve para todos os tipos

O azeite noc abelo é capaz de favorecer todos os tipos de cabelos, dos lisos, ondulados, cacheados e crespos.
O azeite noc abelo é capaz de favorecer todos os tipos de cabelos, dos lisos, ondulados, cacheados e crespos.

Por ser um ingrediente natural, todos os tipos de cabelos podem se beneficiar das propriedades do azeite. No entanto, é normal que alguns tipos de cabelos se beneficiem mais do que outros.

Por exemplo, o azeite no cabelo é muito indicado para quem tem fios mais grossos e ressecados. Os cabelos cacheados também costuma se beneficiar bastante, pois o azeite no cabelo consegue reter mais a umidade nos fios, mantê-los mais fortes, distribuindo melhor os nutrientes e ajudando na definição dos cachos e maleabilidade dos fios.

Já os que menos se beneficiam do azeite no cabelo, são os cabelos muito finos e oleosos por geralmente não precisar de nenhum tipo de óleo para o seu condicionamento, mesmo que em pouca quantidade e frequência. Sendo assim, o seu uso pode resultar em um cabelo oleoso e pesado.

O azeite no cabelo loiro também traz muitos benefícios, já que são mais suscetíveis ao ressecamento e opacidade por conta da descoloração e tintura. Porém, teste antes para evitar manchar os cabelos de verde, por conta da pigmentação do azeite (clorofila).

Receitas caseiras de hidratação com azeite no cabelo

Existem muitas receitas para utilizar azeite no cabelo e obter todos os seus benefícios e potencializar os seus efeitos.
Existem muitas receitas para utilizar azeite no cabelo e obter todos os seus benefícios e potencializar os seus efeitos.

O azeite no cabelo por si só já é um tratamento hidratante poderoso, por conta de todas as suas propriedades e substâncias benéficas em sua composição. Mas potencializar o tratamento com uma máscara de hidratação capilar e outros elementos podem ajudar bastante no resultado.

Atualmente, os cremes de tratamento possuem tecnologia para hidratar os fios de forma rápida (de 3 a 5 minutos), além de serem desenvolvidos para necessidades específicas de cada tipo de cabelo.

Por exemplo, quem não quiser fazer a umectação aplicando o azeite no cabelo diretamente, pode usá-lo para potencializar a hidratação, misturando-o à máscara concentrada. As máscaras nutritivas, por exemplo, são perfeitas para quem quer turbinar a hidratação, basta adicionar algumas gotinhas de azeite no creme.

Leia mais: Hidratação com Azeite Funciona? Veja aqui 10 Dicas!

Saiba como aproveitar melhor os benefícios do azeite no cabelo com as receitas caseiras abaixo:

Umectação noturna

Com uma rotina cada vez mais agitada, fica difícil arrumar tempo para fazer uma hidratação de azeite no cabelo, por conta do tempo de ação e sua retirada. Assim, a melhor opção é fazer uma umectação noturna, para deixar o azeite no cabelo agindo age durante à noite, enquanto você dorme.

Para tanto, basta passar o azeite extravirgem puro nos cabelos secos e semi sujos, mecha por mecha, enluvando os fios desde da raiz. Em seguida, prenda os cabelos e cubra com uma touca plástica para não sujar a roupa de cama. No dia seguinte, é só lavar os cabelos como de costume ou apenas com o condicionador.

Hidratação com azeite e queratina líquida (cabelos lisos e ondulados)

Se você tem cabelos lisos ou ondulados, a queratina líquida pode ajudar na reconstrução dos fios ressecados quando aliada ao azeite no cabelo.

Para a receita, basta misturar 2 colheres de sopa de máscara concentrada, 1 colher de chá de azeite de oliva extravirgem e 1 colher de queratina líquida. Depois, lave os cabelos com shampoo e a aplique a mistura mechas por mecha, deixando agir por 15 minutos. Por fim, é só enxaguar os cabelos após em água fria e deixar secar naturalmente ou usar um secador.

No entanto, não se esqueça de passar um protetor térmico antes. Você pode fazer essa hidratação de azeite no cabelo com queratina de 15 em 15 dias ou semanalmente, dependendo do grau de ressecamento dos fios.

Hidratação com azeite e Vitamina E (cabelos cacheados e crespos)

Para os cabelos cacheados ou crespos, basta utilizar o azeite de oliva extravirgem e uma ampola de vitamina E. Sendo assim, misture 1 colher (para cabelos curtos) ou 2 colheres (para cabelos longos) de sopa de azeite e a ampola de vitamina E, em um recipiente que possa ser aquecido.

Leve a mistura ao fogo em banho-maria até obter uma temperatura agradável, sentindo que está morna. Depois, passe a mistura no cabelo seco semi seco, massageando bem o couro cabeludo e toda a extensão dos fios. Em seguida, deixe agir por, no mínimo, 40 minutos e, no máximo, uma hora e meia.

Por fim, lave os cabelos com o seu shampoo normalmente e o condicionador apenas nas pontas, enxaguando em seguida. Se quiser, passe um creme para pentear depois. Caso use o secador, não se esqueça do protetor térmico! Você pode fazer essa umectação uma ou duas vezes na semana ou a cada 15 dias, dependendo do estado do seu cabelo.

Dicas e cuidados ao usar azeite no cabelo

É preciso seguir com alguns cuidados ao utilizar o azeite no cabelo.
É preciso seguir com alguns cuidados ao utilizar o azeite no cabelo.

O tratamento com azeite no cabelo é excelente e pode ser incorporado facilmente no seu cronograma capilar, tanto na etapa de hidratação, como na de nutrição. Mas, à menos que seu os cabelos estejam muito danificados, o azeite no cabelo pode ser utilizado apenas uma vez por semana ou até de 15 em 15 dias.

Além da frequência, o tempo de aplicação vai depender de cada receita e do tipo de dano aos fios. Por exemplo, quanto mais seco estiver o cabelo, mais tempo o óleo deverá ficar no cabelo para trazer um bom resultado. Sendo assim, as umectações noturnas são ótimas opções para os cabelos bastante danificados.

Para usar o azeite como condicionador ou hidratante, siga o passo a passo abaixo para a sua aplicação nos cabelos e cuidados:

Use a quantidade adequada

Uma ou duas colheres de sopa de azeite, normalmente são os suficiente para qualquer receita de uso, mais do que isso o cabelo ficará seboso.

Massageie a região

Massagear o azeite no couro cabeludo por alguns minutos é excelente para ativar a circulação local, hidratar a pele e deixar que suas propriedades ajam no local. Se seu cabelo for oleoso, massageie apenas no comprimento, evitando a raiz. Para que o efeito seja mais eficaz, envolva o cabelo em uma touca de banho, deixando o azeite no cabelo agir por pelo menos 15 minutos.

Enxágue bem

Sempre enxágue bastante com água em abundância, de preferência fria, até remover todos os resquícios do azeite, lave em seguida com shampoo ou apenas com um condicionador hidratante bem leve.

Aplicação no cabelo molhado

Para aplicar o azeite no cabelo molhado, lave antes com shampoo, depois com o condicionador, enxaguando bem o cabelo. Depois é só pentear os cabelos e passar o azeite por todo o comprimento, massageando bem e deixando agir por cerca de 15 a 30 minutos ou pelo tempo que desejar para uma hidratação mais profunda. Depois é só lavar normalmente e secar como de costume.

Aplicação no cabelo seco

Para aplicar o azeite no cabelo seco, basta pentear bem os fios e aplicar o azeite nas pontas espalhando por todo o comprimento. Depois disso, pegue um secador de cabelo e aplique um jato em temperatura média a uma distância de 20 cm para não “fritar” o cabelo. Mantenha o calor nos fios por cerca de 2 a 3 minutos para facilitar a penetração do óleo nos fios.

Não use aparelhos térmicos

Apesar da recomendação acima, nunca use aparelhos térmicos como secador com ar muito quente, chapinha, babyliss ou touca térmica nos cabelos com azeite, para não queimar, ressecar e quebrar os fios.

Se você tomar todos esses cuidados, você vai conseguir manter os cabelos sempre bonitos e saudáveis, de forma simples e barata.

Embora não haja comprovações científicas sobre o uso do azeite no cabelo, a sua aplicação regular traz resultados bastante benéficos aos cabelos, que adquirem uma aparência saudável, mais forte e mais brilhante. Comprove hoje mesmo e volte aqui para nos contar os resultados!

Leave A Reply

Your email address will not be published.